polinização

polinização | s. f. derivação fem. sing. de polinizar
po·li·ni·za·ção
substantivo feminino

Acto ou efeito de polinizar.
po·li·ni·zar po·li·ni·zar – Conjugar
(latim pollen/pollis, -inis + -izar )
verbo transitivo

1. Transportar o pólen das anteras para o estigma da flor.

2. Fecundar uma flor com o pólen.


substantivo feminino Passagem do pólen de um estame para o estigma da flor, feita naturalmente por agentes externos (vento, água, insetos etc.) ou, artificialmente, por interferência humana.
expressão Polinização Cruzada. Método segundo o qual muitas plantas produzem sementes que vão dar origem a novas plantas; o pólen masculino, produzido nas anteras dos estames, e os óvulos femininos, produzidos nos ovários dos pistilos, formam essas sementes.
Etimologia (origem da palavra polinização). Polinizar + ção.


Polinização é o ato da transferência de células reprodutivas masculinas (núcleos espermáticos) através dos grãos de pólen (espermatozoides das plantas) que estão localizados nas anteras de uma flor, para o receptor feminino (estigma) de outra flor (da mesma espécie), ou para o seu próprio estigma. Pode-se dizer que a polinização é o ato sexual das plantas espermatófitas, já que é através deste processo que o gameta masculino pode alcançar o gameta feminino e fecundá-lo.




Deixe um comentário