prelado

prelado | s. m.
pre·la·do
nome masculino

1. Título dos altos dignitários da Igreja.

2. Título do reitor da Universidade de Coimbra.


substantivo masculino Título de honra atribuído a certos eclesiásticos que ocupam cargos altos e muito importantes dentro da Igreja Católica (bispos, arcebispos, chefes de ordens religiosas); ordinário.
[Religião] Eclesiástico oficial responsável pela residência do papa.
[Religião] Autoridade eclesiástica que, na Igreja Católica, é responsável por administrar um órgão ou instituição religiosa católica, uma primazia ou prelatura.
[Portugal] Atribuição honorífica do reitor da Universidade de Coimbra.
Etimologia (origem da palavra prelado). Do latim praelatus.a.um “determinado”.


Prelado é a autoridade eclesiástica que, na Igreja Católica, tem o encargo de governar ou dirigir uma Prelatura ou Prelazia. O Prelado é também o “Ordinário” próprio da Prelatura.
No Código de Direito Canônico por “Ordinário” designam-se, além do Romano Pontífice, os Bispos diocesanos e os outros que, mesmo só interinamente, são colocados à frente de uma Diocese ou de uma comunidade equiparada ou superior; e ainda os Vigários gerais e episcopais; do mesmo modo, para com os seus súditos ou subordinados, os Superiores maiores dos institutos clericais de direito pontifício e das sociedades clericais de vida apostólica de direito pontifício que tenham pelo menos poder executivo ordinário, como os superiores de ordens religiosas(Cân. 134).O exemplo paradigmático do prelado é o Bispo diocesano, cuja prelatura é a sua própria diocese. As prelazias territoriais ou pessoais, bem como os institutos de vida religiosa, são diferentes à diocese.




Deixe um comentário