progressismo

progressismo | s. m.
pro·gres·sis·mo
nome masculino

Doutrina progressista.


substantivo masculino Propensão ou tendência progressista.
Preconização ou aprovação de uma política progressista ou de reformas sociais e políticas.
Etimologia (origem da palavra progressismo). Progresso + ismo.


Progressismo refere-se a um conjunto de doutrinas filosóficas, éticas e econômicas baseado na ideia de que o progresso, entendido como avanço científico, tecnológico, econômico e social, é vital para o aperfeiçoamento da condição humana. Essa ideia de progresso integra o ideário iluminista e tem, como corolário, a crença de que as sociedades podem passar da barbárie à civilização, mediante o fortalecimento das bases do conhecimento empírico. O progressismo está ligado à ideia de “progresso infinito” mediante transformações da sociedade, da economia e da política. A ideia de progresso, por sua vez, é frequentemente relacionada com o evolucionismo e o positivismo.
Segundo os iluministas, o progresso seria um universal, aplicável portanto a todas as sociedades e não apenas às europeias. O sociólogo Robert Nisbet define cinco “premissas cruciais” da ideia de progresso: o valor do passado; excelência da civilização ocidental; valor do crescimento econômico e tecnológico; fé na razão e no conhecimento científico e acadêmico obtido através da razão; importância intrínseca e valor da vida na Terra. Mas os significados do progressismo têm variado ao longo do tempo e de acordo com diferentes perspectivas.
O progressismo também pode ser vinculado a posições político-filosóficas ligadas ao reformismo e opostas ao conservadorismo. Contemporaneamente, o progressismo também tem sido associado à luta por direitos civis e individuais, bem como a movimentos sociais, como o feminismo, o ambientalismo, o secularismo, o movimento LGBT (diversidade sexual) e o movimento negro, entre outros. Nessa linha, políticas progressistas seriam aquelas capazes de promover as mudanças socioeconômicas necessárias ao desenvolvimento e ao progresso da sociedade.




Deixe um comentário