psicanálise




psicanálise | s. f.
psi·ca·ná·li·se
(francês psychanalyse )
nome feminino

1. Método de tratamento criado por Sigmund Freud que se baseia na exploração do inconsciente.

2. Investigação psicológica que tem por fim fazer acudir à consciência os sentimentos obscuros e adormecidos ou longínquos.

Sinónimo Sinônimo Geral: ANÁLISE


substantivo feminino Freud. Teoria da alma ou da psique. Metodologia terapêutica, elaborada por Freud, que examina o teor inconsciente das palavras, atos e/ou concepções imaginativas de um ser, baseando-se nas relações livres e na transferência.
Investigação psicológica que tem por fim trazer à luz da consciência os sentimentos obscuros ou recalcados.
Diz-se também análise.
Etimologia (origem da palavra psicanálise). Do alemão psychoanalyse.


Psicanálise é um campo clínico e de investigação teórica da psique humana independente da Psicologia, com origem na Medicina , desenvolvido por Sigmund Freud, médico, que se formou em 1881, trabalhou no Hospital Geral de Viena e teve contato com o neurologista francês Jean-Martin Charcot, que lhe mostrou o uso da hipnose.

Freud, médico neurologista austríaco, propôs este método para a compreensão e análise da psiquê humana, compreendido enquanto sujeito do inconsciente, abrangendo três áreas:

um método de investigação do psiquismo e seu funcionamento;
um sistema teórico sobre a vivência e o comportamento humano;
um método de tratamento caracterizado pela aplicação da técnica da livre associação.Essencialmente é uma teoria da personalidade e um procedimento de psicoterapia; a psicanálise influenciou muitas outras correntes de pensamento e disciplinas das ciências humanas, gerando uma base teórica para uma forma de compreensão da ética, da moralidade e da cultura humana.Em linguagem comum, o termo “psicanálise” é muitas vezes usado como sinônimo de “psicoterapia” ou mesmo de “psicologia”. Em linguagem mais própria, no entanto, psicologia refere-se à ciência que estuda o comportamento e os processos mentais, psicoterapia ao uso clínico do conhecimento obtido por ela, ou seja, ao trabalho terapêutico baseado no corpo teórico da psicologia como um todo, e psicanálise refere-se à forma de psicoterapia baseada nas teorias oriundas do trabalho de Sigmund Freud; psicanálise é, assim, um termo mais específico, sendo uma entre muitas outras abordagens de psicoterapia. Ao contrário do que Freud intencionava, a psicanálise não é uma ciência por não usar o método científico moderno. Pode, porém, ser considerada como uma filosofia e uma arte.