razão

A palavra razão possui uma classificação gramatical como sendo substantivo feminino. Ademais, referida palavra possui 5 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: a, o. Já as consoantes são: r, z. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: oãzar. Além disso, dita palavra é classificada como termo utilizado para referir se a sensatez e/ou conhecimento intelectual reproduzido em forma de argumento em oposição à emoção.Significado de razão

O conceito de razão está enraizado na relação das palavras encontradas em latim. A língua portuguesa reconhece mais de dez significados da palavra, incluindo a capacidade de pensar, refletir e inferir, a argumentação desenvolvida em apoio no sentido de uma certa coisa, a razão ou a causa, e o raciocínio de duas figuras. Do ponto de vista da filosofia, a razão é a capacidade em que o homem deixa de reconhecer não apenas conceitos, mas também desafiá-los. Desta forma, consegue estabelecer a sua coerência e contradição e pode induzir ou dedução para além das já conhecidas.

O apelo razão para vários princípios tautológicos de alguns princípios em si mesmos (explicados em si mesmos), tal como o princípio que fala da identidade (o que é evidência de que um conceito é o mesmo conceito), (o mesmo conceito não pode ser feito ao mesmo tempo) e o princípio é excluído onde não há possibilidade de uma situação intermédia). Além disso, podem ser mencionados dois tipos de raciocínio: dedutivo (conclusão implícita nas instalações) e indutivo (variante recebe algumas conclusões gerais a partir particular).

Finalmente, note que existem inúmeros documentos que ostentam o nome da “razão”: existem publicações de seu tipo em Madrid (Espanha), Buenos Aires (Argentina), La Paz (Bolívia), Lima (Peru), Montevidéu (Uruguai ) e Caracas (Venezuela), por exemplo.

Razão no campo da matemática: É comum que os resultados de qualquer observação ou medição é para ser comparado com um outro valor para dar significado. Se dizemos que um carro atinge 120 mph, não temos informações suficientes para saber se isso é muito ou pouco. Mas se estabelecer uma relação com a velocidade máxima de um outro veículo, a nossa percepção destes dados será muito diferente. Vamos dizer que o outro carro tem uma velocidade máxima de 100 quilômetros por hora. Para determinar a diferença, dividir 120 por 100, a partir do qual podemos deduzir que para cada 1 quilômetro até o segundo, o ex-faz 1.2, ou a primeira execução de 1/5 (ou 20%) mais rápido. Esta comparação de duas quantidades semelhantes, nada mais é que a proporção geométrica, ou seja, a razão que temos é dividindo-se entre si para descobrir quantas vezes tem uns aos outros.

Outra maneira de expressar o que é dito acima seria de 120 para 100. O único caso que não é necessário indicar a unidade de medida é quando ambas as magnitudes compartilhá-lo. O numerador, o primeiro elemento é chamado antecedente e o denominador consistente. As razões podem ser expressas como uma fração ou um número decimal.Sinônimos de razão

São sinônimos de razão seguintes palavras: lucidez, sensatez.Antônimos de razão

São antônimos de razão seguintes palavras: devaneio, loucura.Exemplos de usos e frases

Não se deixe levar pela a emoção, seja sensato ao decidir os caminhos de sua vida, pare, pense e analise, use a razão.

Não há razão para desistir do curso de direito, você precisa apenas se dedicar mais e levar o curso mais a sério.

A razão permite a mente humana chegar a conclusões a partir de suposições ou análises de causa e efeito que as fazem pensar.

 



Deixe um comentário