reforma agrária

A palavra reforma agrária possui uma classificação gramatical sendo um substantivo feminino. Referida palavra possui 15 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: e o a i já as consoantes são: r f m g. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: airárga amrofer. Referida palavra denota uma divisão de território rural.Significado de reforma agrária

A palavra reforma agrária se refere ao verbo que indica a ação para reformar, refazer, modificar, alterar ou a reforma de algo. Além disso, é a ação e efeito da reforma (ou modificação), por sua vez, de algo que se pede a reforma. No âmbito da agricultura, dita palavra está relacionada ao campo. Além disso, referida palavra também é usada para se referir a um tipo de política que defende também todos os interesses do setor agrícola. A fusão desses conceitos na reforma agrária é usada para discutir todas as chamadas medidas econômicas, as sociais, as políticas e também as legislativas que servem para modificar a estrutura de propriedade e de produção da terra. Estas reformas tentar impedir a distribuição de terra e é em poucas mãos que tudo isso é feito, porque, nesse caso, os proprietários (proprietário) pode especular com o seu valor e não necessariamente incentivar a utilização da fase produtiva.

O objetivo de dito movimento, portanto, é fazer a substituição da classe social dos proprietários de terra por uma classe de pequenos e médios agricultores, cada um possuindo o seu próprio pedaço de terra para trabalhar. Para isso, é necessário alterar o mandato para passar os poucos proprietários de terras para muitos pequenos produtores. Isso pode ser feito por meio da expropriação (a propriedade é removida dos proprietários de terras sem qualquer compensação) ou mecanismos de compensação (que exige proprietários de terras que emergem de suas terras, mas que recebem algo em troca) para assim o fazer.

Por outro lado, a maioria dos países latino-americanos, em geral, têm impulsionado algum tipo de reforma agrária em toda a sua história. E, portanto, é dividido em fases. Composta de muitas fases, que tiveram lugar em diferentes momentos da história, foram divididas a fim de transformar vários eventos significativos. De um modo geral três etapas principais ocorrerão, são elas:

Primeira fase: Consequência das revoluções burguesas. Depois das revoluções que ocorreram na Europa Ocidental, houve muitas mudanças na sociedade que levaram melhorias para a vida diária. Uma deleas foi relacionada com a estrutura de distribuição de terra, e várias processos de reforma terra a seguiram. Nesta primeira fase, a classe humilde de camponeses se oporam a hegemonia dos latifundiários e conseguiram assumir as terras para explorá-las.

Segunda Fase: Final da Primeira Guerra Mundial. Na Rússia, liderado por agricultores sob o slogan “terra, pão e liberdade”, foi um resultado do movimento anteriormente lançado em outros países europeus, como Inglaterra e França emergiu. E ele se espalha para outros países.

Terceira Fase: Final da II Guerra Mundial. Após a Segunda Guerra Mundial e após a derrota do Japão neste país uma série de revoltas que levou à redistribuição de terras ocorreu. Isso melhorou a qualidade de vida daqueles que estavam em condições máximas de pobreza; além da agricultura foi impulsionado pelo uso de novas máquinas. Posteriormente, houve revoluções agrárias na Itália, Estados Unidos e vários países da América Latina.Sinônimos de reforma agrária

São sinônimos de reforma agrária as seguintes palavras: redistribuição de terras.Antônimos de reforma agrária

São antônimos de reforma agrária as seguintes palavras: apropriarExemplos de usos e frases

Depois da reforma agrária no Brasil, muitos agricultores foram beneficiados pelo programas do governo federal.

Em muitas aulas de história estudamos a importância da reforma agrária no Brasil e seus malefícios.

A saúde dos produtores era muito  melhor na época da reforma agrária e hoje ainda se mantém como um grande.