secularização

secularização | s. f. derivação fem. sing. de secularizar
se·cu·la·ri·za·ção
(secularizar + -ção )
nome feminino

Acto ou efeito de secularizar.
se·cu·la·ri·zar se·cu·la·ri·zar – Conjugar
(secular + -izar )
verbo transitivo

1. Tornar secular.

2. Sujeitar às leis civis.

3. Dispensar dos votos religiosos.verbo pronominal

4. Obter a secularização.


substantivo feminino Ato ou efeito de tornar ou tornar-se secular, de tirar ou perder o caráter religioso: secularização de uma capela.
Absolvição do voto de clausura; dispensa dos votos monásticos.
[Direito] can. Em sentido amplo, uso do hábito secular pelos religiosos.
Indulto de secularização, licença outorgada a um religioso para abandonar o estado eclesiástico.


A secularização é um processo através do qual a religião perde a sua influência sobre as variadas esferas da vida social. Essa perda de influência repercute-se na diminuição do número de membros das religiões e de suas práticas, na perda do prestígio das igrejas e organizações religiosas, na influência na sociedade, na cultura, na diminuição das riquezas das instituições religiosas, e, por fim, na desvalorização das crenças e dos valores a elas associados. A partir do século XIX, houve um progressivo declínio da influência das instituições religiosas tradicionais. Este declínio verificou-se tanto na prática dos fiéis, como na dificuldade crescente em recrutar clero para o desenvolvimento e manutenção da instituição. A maior parte dos estudos versou a tentativa de compreensão deste fenômeno. Hoje, a investigação já não se centra tanto nas causas e nas razões da secularização, mas nas possibilidades da relação da modernidade com o religioso.




Deixe um comentário