seiva

seiva | s. f.
sei·va
(francês sève )
nome feminino

1. Líquido nutritivo dos vegetais (ex.: seiva leitosa).

2. [Por extensão]   [Por extensão]   Sangue; substância; elementos vitais.

3. [Figurado]   [Figurado]   Vigor; força; energia.

4. [Antigo]   [Antigo]   Saliva.


substantivo feminino Líquido que circula pelas diversas partes dos vegetais. (Distinguem-se a seiva bruta, que sobe das raízes para as folhas, e a seiva elaborada, produzida pelas folhas a partir da seiva bruta.).
[Por Extensão] Sangue, substância, elementos vitais.
[Figurado] Vigor, força, energia: a seiva da juventude.


Nas plantas vasculares, a seiva é um constituente líquido que permite o transporte de água, nutrientes, hormônios, oxigênio e gás carbônico pelo corpo da planta. É uma similaridade ao sangue dos animais, exceto por não capitar resíduos até órgãos excretores, que nem todos os animais mobilizam oxigênio e gás carbônico pelo sangue (insetos – respiração traqueal) e que geralmente boa parte da água absorvida é usada na transpiração para se obter nutrientes do solo.
Em botânica, distinguem-se dois tipos de seiva:

Seiva bruta, formada nas raizes, carrega água, sais minerais e hormônios (um deles é a citocinina) aos órgãos verdes da planta (caule e folhas) através das células do xilema, para ser utilizada na produção de substâncias orgânicas (açúcares, aminoácidos, etc) e regular o desenvolvimento de células.
Seiva elaborada, produzida nos órgãos verdes carrega nutrientes elaborados e hormônios (um deles é a auxina) que é dispersa por todos os tecidos da planta através das células do floema. Um componente principal desta seiva é a glicose, um açúcar simples formado pela fotossíntese.