silogismo

silogismo | s. m.
si·lo·gis·mo
nome masculino

Argumento formado de três proposições; a maior, a menor (premissas) e a conclusão deduzida da maior, por intermédio da menor.


substantivo masculino [Lógica] Raciocínio que se pauta na dedução, composto basicamente por duas premissas ou proposições (maior e menor), a partir das quais se alcança uma conclusão. Por exemplo: ” todos os homens são mortais. Antônio é homem. Logo, Antônio é mortal.”.
Etimologia (origem da palavra silogismo). Do latim syllogismus.i.


Um silogismo (do grego antigo συλλογισμός, transl. syllogismós, ‘conexão de ideias’, ‘raciocínio’, composto pelos termos σύν, transl. syn, ‘com’, e λογισμός, ‘cálculo’ e, por extensão, ‘raciocínio’, pelo latim syllogismus,i ) é um termo filosófico com o qual Aristóteles designou a conclusão deduzida de premissas, a argumentação lógica perfeita. É um argumento dedutivo constituído de três proposições declarativas (duas premissas e uma conclusão) que se conectam de tal modo que, a partir das duas primeiras (as premissas), é possível deduzir uma conclusão. A teoria do silogismo foi exposta por Aristóteles nos Analíticos anteriores.