símbolo

símbolo | s. m.
sím·bo·lo
(latim symbolus, -i, sinal, marca, do grego súmbolon, -ou, cada uma das duas partes de um objecto )
substantivo masculino

1. Figura ou imagem que representa à vista o que é puramente abstracto .

2. Figura que, nas medalhas, representa homens, divindades, países, animais, etc.

3. [Figurado]   [Figurado]   Divisa; sinal.

4. Formulário que contém os principais artigos da fé de uma religião.

5. [Teologia]   [Teologia]   Sinal exterior de um sacramento.

6. [Retórica]   [Retórica]   Figura pela qual se substitui o nome de uma coisa pelo de um sinal que o uso adoptou para a designar.

7. [Química]   [Química]   O mesmo que símbolo químico.

símbolo dos apóstolos • [Religião]   • [Religião]   Oração cristã que começa pela palavra latina credo, creio. = CREDO

símbolo químico • [Química]   • [Química]   Código internacional que identifica inequivocamente um elemento químico, composto por uma letra maiúscula, seguida ou não de uma segunda letra minúscula (em alguns casos provisórios, seguida de uma terceira letra).

símbolo redentor • [Religião]   • [Religião]   A cruz, o crucifixo.


substantivo masculino Tudo o que representa, sugere ou substitui alguma coisa: a balança é o símbolo da justiça; a pomba é o símbolo da paz.
Figura que representa um ser, objeto ou ideia abstrata; emblema.
Algo ou alguém que representa certo modo de agir ou alguma atividade: ele é o símbolo da maldade; símbolo do futebol.
[Química] Letra ou forma abreviada que indica um elemento químico.
[Literatura] Palavra ou imagem cujo sentido designa outro objeto ou qualidade, pela relação de semelhança entre eles; alegoria, metáfora.
[Religião] Formulário usado pelos fiéis que traz textos de fé das igrejas cristãs.
[Linguística] No âmbito da semiologia, signo que se baseia numa convenção social arbitrária com a coisa ou ideia que representa; signo arbitrário: os sinais de trânsito são signos.
Etimologia (origem da palavra símbolo). Do latim symbolum.i; pelo grego; súmbolon.ou.


O termo símbolo, com origem no grego symbolon (σύμβολον), designa um tipo de signo em que o significante (realidade concreta) representa algo abstrato (religiões, nações, quantidades de tempo ou matéria etc.) por força de convenção, semelhança ou contiguidade semântica (como no caso da cruz que representa o cristianismo, porque ela é uma parte do todo que é imagem do Cristo morto). Charles Sanders Pierce desenvolveu uma classificação geral dos signos. Sendo um signo, “símbolo” é sempre algo que representa outra coisa (para alguém).
O “símbolo” é um elemento essencial no processo de comunicação, encontrando-se difundido pelo cotidiano e pelas mais variadas vertentes do saber humano. Embora existam símbolos que sejam reconhecidos internacionalmente, outros só são compreendidos dentro de um determinado grupo ou contexto (religioso, cultural etc.), pode ser também um objeto que substitui, representa, ou sugere algo.
A representação específica para cada símbolo pode surgir como resultado de um processo natural ou pode ser convencionada de modo que o receptor (uma pessoa ou grupo específico de pessoas) consiga fazer a interpretação do seu significado implícito e atribuir-lhe determinada conotação. Pode, também, estar mais ou menos relacionada fisicamente com o objeto ou ideia que representa, podendo não só ter uma representação gráfica ou tridimensional como também sonora ou mesmo gestual.
Símbolos gravados há mais de 60 mil anos na casca de ovos de avestruz podem evidenciar o mais antigo sistema de representação simbólica usado por humanos modernos. Os sinais repetitivos e padronizados foram encontrados em Howiesons Poort, na África do Sul, e foram destacados em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).A semiótica é a disciplina que se ocupa do estudo dos símbolos, do seu processo e sistema em geral. Outras disciplinas especificam metodologias de estudo consoante à área, como a semântica, que se ocupa do simbolismo na linguagem, ou seja, das palavras, ou a psicanálise, que, entre outros, se debruça sobre a interpretação do simbolismo nos sonhos.




Novas Palavras no dicionário

  • incólume
    incólume | adj. 2 g. in·có·lu·me (latim incolumis, -e ) adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros 1. Que … Read more
  • tomar partido
    expressão Escolher somente um lado numa discussão, debate; estar de acordo com uma das pessoas que discute; não ser indiferente … Read more
  • intragável
    intragável | adj. 2 g. in·tra·gá·vel (in- + tragável ) adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros Que se … Read more
  • glutão
    glutão | adj. s. m. | s. m. glu·tão (latim glutto, -onis ) adjectivo e nome masculino adjetivo e nome … Read more
  • mascar
    mascar | v. tr. e intr. | v. tr. mas·car – Conjugar (latim mastico, -are, mastigar ) verbo transitivo e … Read more
  • tragar
    tragar | v. tr. | v. tr. e intr. tra·gar – Conjugar (origem obscura ) verbo transitivo 1. Engolir sem … Read more

Leave a Comment