bookmark_borderO que é recanto

recanto | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de recantar
re·can·to
(re- + canto )
nome masculino

1. Canto escuro e recôndito.

2. Lugar oculto. = ESCANINHO, ESCONDERIJO

3. Lugar desviado de todas as vistas.
re·can·tar re·can·tar – Conjugar
verbo transitivo

1. Tornar a cantar.

2. Cantar com afectação .


substantivo masculino Canto mais afastado, menos à vista: os cantos e os recantos de uma casa.
Recesso.
[Figurado] O que há de mais recôndito: os recantos do coração.


Recanto é o trigésimo álbum da cantora brasileira Gal Costa, lançado em dezembro de 2011. Todas as músicas foram escritas por Caetano Veloso, que também assina a produção junto ao seu filho (e afilhado da intérprete) Moreno Veloso.
Sua sonoridade é diferente das bossas, sambas e canções MPB das quais ficou conhecida, pois mistura rock, música eletrônica, IDM, texturas alternativas e experimentais. A própria Gal definiu o álbum como uma extensão do Tropicalismo devido à sua sonoridade e às suas letras. A crítica se dividiu, a revista Billboard Brasil deu uma crítica positiva dizendo que “Recanto é um retorno”, o título da análise foi “Sacode do Muleque”, se referindo a música da cantora que estava acomodada. Porém, a Revista Rolling Stone Brasil deu uma crítica mista, dando 2 estrelas e meia (num total de 5), dizendo que “a cantora voltou modernizada” e comentou que o trabalho tem muitos acordes diferentes e modernos, mas a interpretação e as composições deixam a desejar. A voz da cantora foi considera “preguiçosa” e as composições “artificiais” pela mesma publicação.
O álbum foi considerado o décimo oitavo melhor trabalho pela própria Rolling Stone, que havia ficado em dúvida sobre o trabalho. De acordo com a publicação, o trabalho feito em dupla tem “a vontade de se reinventar como um dos seus méritos principais”, além disso a música Recanto Escuro também ficou entre as 20 melhores músicas do ano.