bookmark_borderO que é nosso

nosso | det. e pron. poss. | pron. poss. pl.
nos·so |ó| nos·so |ó|
determinante e pronome possessivo

1. Da pessoa ou das pessoas que falam.

2. Do país em que nascemos.
nossospronome possessivo plural

3. Pessoas do mesmo partido, profissão ou qualidade de quem fala.

4. Os parentes, a família. ≠ ALHEIOS


pronome possessivo Que nos pertence, que nos diz respeito.
Que nos pertence: este carro é nosso.
Que nos diz respeito: esta assunto não é do nosso alcance.
Que se origina de nós ou por nós é realizado: nosso livro ganhou prêmios.
Do local, lugar, nacionalidade, natureza a que fazemos parte: nosso café é o melhor do mundo.
Que usamos com frequência ou fazemos por hábito: nosso avião hoje se atrasou.
Que merece reconhecimento ou é estimado por nós: nosso filho é um gênio.
[Gramática] Usado para determinar o sujeito, sendo representado pela primeira pessoa do plural (nós).
substantivo masculino Aquilo que nos pertence: seu carro é este, o nosso está no conserto.
Etimologia (origem da palavra nosso). Do latim nossus por noster.


Nosso é o primeiro álbum ao vivo (e terceiro da carreira solo) de Paula Toller, lançado pela Posto 9 Música em 2008. O show de gravação ocorreu no dia 12 de agosto de 2008 no Teatro Oi Casa Grande, na cidade do Rio.


bookmark_borderO que é inesperado

inesperado | adj. | s. m.
i·nes·pe·ra·do
(in- + esperado )
adjectivo adjetivo

1. Que não se esperava; que acontece ou surge de repente, sem se prever (ex.: convidados inesperados; ajuda inesperada). = IMPREVISTO, REPENTINO, SÚBITO ≠ ESPERÁVEL, PREVISTO, PROVÁVELsubstantivo masculino

2. Aquilo que ocorre ou surge de forma imprevista (ex.: decorria a primeira parte do jogo quando o inesperado aconteceu: um gato atravessou o campo).

Antónimo Antônimo Geral: ESPERADO


adjetivo Que não se pode esperar; que não foi esperado; que ocasiona surpresa; em que há imprevisto; súbito: temporal inesperado.
substantivo masculino Algo ou alguém que provoca surpresa; que acontece de maneira imprevista: o inesperado acabou por surpreender os passageiros.
Etimologia (origem da palavra inesperado). In + esperado.


Inesperado é o sexto álbum de estúdio da cantora, compositora e atriz mexicana Anahí, lançado em 03 de junho de 2016 pela Universal Music.É o primeiro álbum de Anahí em sete anos e a mesma é creditada como compositora de três das doze canções incluídas no álbum, assim como também foi responsável pela arte e desenho. Trabalhou junto com outros produtores como Andres Torres, Ettore Grenci e Sebastián Jácome. Há uma versão da canção “La Puerta de Alcalá” (1986) de Ana Belén e Víctor Manuel, interpretada junto com o cantor espanhol David Bustamante e uma versão da canção “Temblando” (1987) do grupo espanhol Hombres G. O álbum inclui principalmente gêneros como o reggaeton, dance-pop, electropop, pop e o pop latino.
Para promover o álbum, Anahí lançou quatro singles. O primeiro single “Rumba” foi uma colaboração com o cantor porto-riquenho Wisin, o tema alcançou o primeiro lugar na lista da Billboard Tropical Airplay nos Estados Unidos além de receber duas indicações na décima terceira edição dos Premios Juventud. Seu vídeo foi gravado em Miami e dirigido por Jessy Terreno. O segundo single “Boom Cha”, foi uma colaboração com a cantora brasileira Zuzuka Poderosa, o tema entrou na lista Pop do Monitor Latino na Venezuela. Seu vídeo também foi gravado em Miami e dirigido por Pablo Croce. “Eres”, terceiro single do álbum, é uma colaboração com o cantor mexicano Julión Álvarez, ficou entre as dez mais tocadas na lista Pop do Monitor Latino no México e recebeu uma indicação na décima-terceira edição dos Premios Juventud. O vídeo musical foi filmado no estado mexicano de Chiapas. Finalmente, “Amnesia” foi composta por Claudia Brant e Noel Schajris, e entrou nas listas do México e dos Estados Unidos. Seu vídeo musical, foi dirigindo novamente por Pablo Croce e filmado em Los Angeles.


bookmark_borderO que é enguiço

enguiço | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de enguiçar
en·gui·ço
nome masculino

1. Mau-olhado; mau agouro. = QUEBRANTO

2. Má sorte. = AZAR

3. Empecilho.

4. Criança enfezada.

5. Estafermo, mostrengo.
en·gui·çar en·gui·çar – Conjugar
verbo transitivo

1. Dar ou causar enguiço a.

2. Enfezar, exercer má influência sobre.

3. Transtornar o bom andamento de. = EMPERRAR

4. Passar ou saltar por cima de.


substantivo masculino Caiporismo, quebranto, mau-olhado.
Empecilho, obstáculo.
Criança doentia que não se desenvolve.
Desarranjo em máquinas e mecanismos.


Enguiço é o álbum de estréia da cantora e compositora Adriana Calcanhotto, lançado em 1990. O álbum recebeu um disco de ouro (o que significa que vendeu mais de 50 mil cópias no país). Esse disco foi dedicado à Maria Bethânia.


bookmark_borderO que é estampado

estampado | adj. | s. m. masc. sing. part. pass. de estampar
es·tam·pa·do
adjectivo adjetivo

1. Que se estampou.

2. Impresso publicado.nome masculino

3. Tecido estampado.
es·tam·par es·tam·par – Conjugar
(estampa + -ar )
verbo transitivo

1. Imprimir.

2. Gravar, marcar, assinalar.

3. Deixar gravados os vestígios de.

4. [Figurado]   [Figurado]   Mostrar, patentear, ostentar.

5. Gravar (na memória, etc.).verbo pronominal

6. Imprimir-se.

7. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Cair (ex.: escorregou nas escadas e estampou-se). = ESPETARverbo transitivo e pronominal

8. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Bater, chocar, projectar , rebentar contra (ex.: estampou o carro no parque de estacionamento; estampar-se de bicicleta). = ESPETAR


adjetivo Impresso, prensado, gravado: uma gravura estampada em pergaminho.
substantivo masculino [Brasil] Tecido estampado.


Estampado é o terceiro álbum de estúdio da artista musical brasileira Ana Carolina. A editora discográfica BMG Brasil o lançou 8 de agosto de 2003. Musicalmente apresenta uma ligeira diferença dos seus antecessores, tendo em conta que a sua sonoridade possui elementos de pop rock em algumas faixas, mesclado a tradicional MPB e a música pop, já exploradas em seus álbuns anteriores. As faixas foram produzidas por Remo Brandalise, Jefferson, Marisa, Liminha. Estampado marcou a primeira vez que a interprete assina autoria da maior parte das canções do um álbum seu, sendo algumas assinadas em parceria com Antônio Villeroy, Vítor Ramil, Celso Fonseca e Bebeto Alves entre outros. Foi também a primeira vez que a interprete trabalhou com o cantor brasileiro Seu Jorge. Juntos, eles escreveram o conceito e letra de duas canções; “Não Fale Desse Jeito” e “O Beat da Beata”, sendo que a última também apresenta a participação de Jorge nos vocais.Para a divulgação do álbum, cinco singles foram extraídos de Estampado. “Nua”, “Uma Louca Tempestade”, “Elevador (Livro de Esquecimento)”, “Pra Rua me Levar” e “Encostar na Tua”, sendo as que três últimas tornaram-se as canções de maior êxito do álbum. O projeto conseguiu duas certificações de platina pela Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD) pelas mais 600 mil unidades vendidas do produto.