bookmark_borderO que é galo

galo | s. m. | adj. s. m. galo- | elem. de comp. 1ª pess. sing. pres. ind. de galar
ga·lo
(latim gallus, -i, galo )
nome masculino

1. [Ornitologia]   [Ornitologia]   Macho adulto do género de aves galináceas, de crista carnuda, asas curtas e largas e cauda com penas longas.

2. Carne desse animal.

3. [Informal, Figurado]   [Informal, Figurado]   Inchaço na testa ou na cabeça, geralmente resultante de pancada. = ALTO, TOLONTRO

4. [Informal, Figurado]   [Informal, Figurado]   Pessoa de influência.

5. Cata-vento com a forma desse animal.

6. Guarda-volante (de relógio).

7. Série de bagos de romã.

8. [Informal]   [Informal]   Falta de sorte.

9. [Informal]   [Informal]   Indivíduo que não dá gorjeta.

10. [Moçambique]   [Moçambique]   Bronca.adjectivo e nome masculino adjetivo e nome masculino

11. Gaulês.

12. [Linguagem poética]   [Linguagem poética]   Francês.

cantar de galo • [Informal]   • [Informal]   Sentir-se triunfante.

• [Informal]   • [Informal]   Falar de modo arrogante ou autoritário, tentando impor a sua vontade.

ficar para galo de São Roque • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Ficar solteira; não casar.

galo doido • [Informal]   • [Informal]   Indivíduo estouvado ou extravagante. = DOIDIVANAS

outro galo cantaria/cantará • [Informal]   • [Informal]   Expressão que se usa para salientar que determinados casos ou estados podem ser diferentes mediante alteração das condições que estão na sua origem ou mediante ocorrência de novos factos (ex.: se o jogador tivesse sido expulso, outro galo cantaria).
galo- galo-
(latim gallus, -i, gaulês )
elemento de composição

Exprime a noção de gaulês, francês (ex.: galofilia).
ga·lar ga·lar – Conjugar
(galo + -ar )
verbo transitivo

1. Fecundar (falando-se de aves).

2. [Informal]   [Informal]   Olhar insistentemente e de forma interessada para algo ou alguém.

3. [Informal]   [Informal]   Tentar seduzir. = CORTEJAR, GALANTEAR

4. [Informal]   [Informal]   Ter relações sexuais com.

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Tornar grávida. = EMPRENHAR, ENGRAVIDAR

6. [Brasil, Calão]   [Brasil, Tabuísmo]   Expelir esperma. = EJACULAR


substantivo masculino Gênero de aves galináceas de bico pequeno, crista carnuda e asas curtas e largas.
Macho da galinha doméstica.
Elevação produzida por contusão ou pancada, especialmente na cabeça.
Uma das categorias de boxeadores.
Designação comum a vários peixes.
Ao cantar do galo, de madrugada.
Missa do galo, a primeira missa de Natal, que se diz à meia-noite de 24 de dezembro.
[Popular] Cantar de galo, considerar-se superior ao vitorioso.


O galo (Gallus gallus) é o macho da galinha, comumente tratado como um animal heráldico. Estes animais, ao longo da história, também foram utilizados num esporte, atualmente ilegal em diversos países, denominado rinha. Um galo juvenil é chamado de frango, galeto ou galispo. Algumas espécies de galo são criadas como aves ornamentais, por suas penas coloridas e brilhantes.


bookmark_borderO que é gato

gato | s. m. | adj. s. m.
ga·to
(latim cattus, -i )
nome masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]   Mamífero (Felis catus) digitígrado, da ordem dos carnívoros, tipo da família dos felídeos, de que há várias espécies, uma das quais é o gato doméstico.

2. Vergalhão de ferro com espigões (grampo) para manter unidas as pedras das paredes.

3. Pedacinho de arame com que se conserta louça partida.

4. Peça de ferro em forma de grampo, entre a qual e a madeira da porta joga a tranqueta da aldraba.

5. Utensílio de tanoeiro para arquear as vasilhas.

6. Peça de ferro com que se endireitam as aduelas.

7. [Caça]   [Caça]   Ferro com um gancho para caçar.

8. Excesso de carne na parte superior do pescoço das cavalgaduras. (Também se diz gato carnoso.)

9. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]   Erro, engano.

10. Troca de uma palavra ou de uma letra por outra, num texto escrito.

11. [Portugal: Alentejo]   [Portugal: Alentejo]   Pele preparada, em forma de odre, para levar vinho.

12. Pedaço de fazenda que o alfaiate furta ao freguês.

13. [Marinha]   [Marinha]   Gancho de que se dependura um moutão.

14. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]   Mentira.

15. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Desvio ou prolongamento ilegal de um ponto de fornecimento de energia eléctrica (ex.: fazer um gato). = GAMBIARRAadjectivo e nome masculino adjetivo e nome masculino

16. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Que ou o que é fisicamente atraente (ex.: ela é muito gata; o namorado é um gato).

aqui há gato • Expressão que indica suspeitas ou dúvidas relativamente a alguma coisa. = AQUI HÁ COISA

como gato por brasas • Ao de leve, superficialmente.

gato escondido com o rabo de fora • [Informal]   • [Informal]   Coisa que se quer escondida, mas que é descoberta por um pormenor, um descuido.

não poder com um gato pelo rabo • [Informal]   • [Informal]   Estar exausto, sem força física. = NÃO PODER COM UMA GATA PELO RABO


substantivo masculino Nome comum dado ao pequeno mamífero da família dos felídeos Felis Catus, carnívoro e doméstico, muito popular como animal de estimação; gato caseiro: meu gato adora se aninhar no meu colo.
[Popular] Homem muito bonito, de boa aparência; gatão, galã: meu namorado é um gato.
[Gíria] Ligação clandestina e ilegal de serviços como energia elétrica, internet e tevê a cabo; gambiarra.
[Construção] Peça que serve para unir dois blocos de pedra; grampo.
[Construção] Peça de metal que fica embutida na alvenaria e serve como elemento de fixação para corrimões e caixilhos; grapa.
[Gíria] Indivíduo que realiza pequenos furtos; gatuno, ladrão.
Peça de metal que serve para unir as partes de uma louça espedaçada.
[Náutica] Gancho de aço preso a uma corrente e que serve para suspender e movimentar cargas.
[Tipografia] Erro tipográfico com a troca de uma palavra por outra; erro, lapso.
[Popular] Serviço feito por fora durante o horário do expediente, sem autorização do chefe.
[Esporte] Goleiro muito hábil, muito flexível; goleiraço.
[Esporte] Nas corridas de cavalo, o cavalo sem pedigree que é colocado irregularmente entre os puros-sangues.
[Esporte] Cavalo de corrida que, por erro de registro, é tido como tendo sangue inferior ao que de fato tem.
[Brasil: NE] Mulher que vive com um homem como se fosse casada com ele, mas não o sendo perante a lei; concubina.
Etimologia (origem da palavra gato). Do latim cattus.


O gato (Felis silvestris catus), também conhecido como gato caseiro, gato urbano ou gato doméstico, é um mamífero carnívoro da família dos felídeos, muito popular como animal de estimação. Ocupando o topo da cadeia alimentar, é predador natural de diversos animais, como roedores, pássaros, lagartixas e alguns insetos. Segundo pesquisas realizadas por instituições norte-americanas, os gatos consistem no segundo animal de estimação mais popular do mundo, estando atrás apenas dos peixes de aquário. Dados censitários apontam que nos Estados Unidos existem mais gatos domésticos do que cachorros.A primeira associação com os humanos da qual se tem notícia ocorreu há cerca de 9.500 anos, período superior ao estimado anteriormente, que oscilava entre 3500 e 8000 anos. A subfamília Felinae, que agrupa os gatos domésticos, surgiu há cerca de 12 milhões de anos, expandindo-se a partir da África subsariana até alcançar as terras do atual Egito. Acredita-se que o gato-selvagem-africano (Felis silvestris lybica) era seu antepassado imediato e evidencias genéticas assinalam que os gatos domésticos atuais partilham uma procedência direta com os gatos selvagens do Oriente Médio.
Existem cerca de 250 raças de gato doméstico, cujo peso variável entre 2.5 a 12 kg classifica a espécie como animal doméstico de pequeno a médio porte. Assim como ocorre com as raças de cães que apresentam esta mesma faixa de peso, o gato doméstico pode viver entre quinze e vinte anos. Devido à sua personalidade independente, tornou-se um animal de companhia em diversos lares ao redor do mundo, agradando pessoas dos mais variados estilos de vida. Na cultura humana, figura da mitologia às superstições, passando por personagens de desenhos animados, tiras de jornais, filmes e contos de fadas. Entre suas mais conhecidas representações, estão os gatos: Tom, Frajola, Manda-Chuva, Gato Félix, Gaturro, O Gato de Botas e Garfield.


bookmark_borderO que é periquito

periquito | s. m.
pe·ri·qui·to
(espanhol periquito, alteração de perico, espécie de papagaio )
nome masculino

1. [Ornitologia]   [Ornitologia]   Designação dada a diversas aves da família dos psitacídeos, semelhantes ao papagaio, mas mais pequenas .

2. [Figurado]   [Figurado]   Topete.

3. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Nódoa que fica na pele como resultado de extravasamento de sangue numa área onde alguém chupou. = CHUPÃO

4. [Brasil: Nordeste]   [Brasil: Nordeste]   Pequeno candeeiro de petróleo. = MEXERIQUEIRO
Ver também dúvida linguística: pronúncia de periquito.


substantivo masculino Ave trepadora da família dos psitacídeos, que vive em todas as regiões quentes, muito procurada como ave de viveiro ou de gaiola por seu valor decorativo.
Pequeno candeeiro de folha-de-flandres, com uma torcida de algodão que, embebida em querosene, alimenta a luz; bibiano, fifó.
[Botânica] Planta ornamental da família das amarantáceas, de folhas estreitas, amarelas e matizadas de outras cores, utilizada em canteiros.


Periquito é o nome comum de várias espécies pertencentes à família Psittacidae que se alimenta essencialmente de sementes. O nome não corresponde a nenhuma classe taxonómica e é usado para referir as aves menores deste grupo.No livro ” Parrots of the World” -“Papagaios do Mundo” de Joseph M.Forshaw, é citado o nome científico Melopsittacus undulatus para os periquitos de acordo com a taxonomia. Na classe taxonômica, têm-se a ordem Psittaciformes,para a família Psittacidae que corresponde a uma grande família de mais de 350 espécies ( entre elas, papagaios, araras, lóris).


bookmark_borderO que é coelho

coelho | s. m.
co·e·lho |â| ou |ê| co·e·lho |ê|
(latim cuniculus, -i )
nome masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]   Designação dada a diversos mamíferos lagomorfos da família dos leporídeos, muito prolíferos, de cauda curta, orelhas e patas longas, cuja raça selvagem, ou coelho bravo, escava luras nos terrenos arenosos e arborizados, e é a origem do coelho doméstico.

2. [Culinária]   [Culinária]   Carne desse animal, usada na alimentação.

3. [Ictiologia]   [Ictiologia]   Peixe parecido ao ruivo.

4. [Regionalismo]   [Regionalismo]   Cada um dos dois pedaços compridos de carne que se tiram dos lados do lombo do porco. = LOMBELO

matar dois coelhos de uma (só) cajadada • Conseguir dois resultados ao mesmo tempo ou com a mesma acção .


substantivo masculino Mamífero roedor da família dos leporídeos, grandemente prolífico. (O coelho selvagem, do qual descende o coelho doméstico, cava tocas nos terrenos arenosos e cobertos de árvores; pode pesar 1,5 kg; tem anualmente três ou quatro ninhadas com 4 a 10 filhotes cada uma. O coelho doméstico atinge às vezes 10 kg e tem seis ou sete ninhadas anuais, de 10 a 15 filhotes cada uma.).
Carne comestível do coelho: comer um guisado de coelho.
Ter dente de coelho, encerrar mistério.
Matar dois coelhos com (de) uma (só) cajadada, tirar dois proveitos de um só esforço.


Os coelhos são mamíferos lagomorfos da família dos leporídeos, em geral dos gêneros Oryctolagus e Sylvilagus. Caracterizam-se pela cauda curta, as orelhas e patas compridas. Esses pequenos mamíferos encontram-se facilmente em muitas regiões do planeta. O termo é utilizado para referir as espécies de oito géneros, incluindo o coelho-de-amami (Pentalagus), os coelhos-americanos (Sylvilagus) e o coelho-pigmeu (Brachylagus). Alguns autores[1] incluem o género Caprolagus no grupo dos coelhos (coelho-asiático), mas a maioria classifica-o como pertencente às lebres. A espécie mais comum é a Oryctolagus cuniculus, ou coelho-europeu.
O ser humano introduziu o coelho-europeu na Austrália no século XIX, em um episódio que perturbou o meio ambiente naquele país. Ao chegar na Austrália, o coelho-europeu multiplicou-se com uma taxa muito elevada por não ter predador natural, e se transformou num empecilho que prejudicou economicamente a agricultura. A totalidade dos esforços para o controle da situação não tiveram utilidade. Mas um dia chegou a disseminação da mixomatose infecciosa. A mixomatose infecciosa é uma doença endêmica entre os coelhos brasileiros. Porém, o índice provável de fatalidade no coelho-europeu foi de infelizmente 99% dos casos.
As orelhas e pernas dos coelhos são compridas. Apesar disso, o tamanho das orelhas e das pernas dos coelhos é pequeno em relação ao das lebres verdadeiras. O comprimento das caudas dos coelhos é curta. Porém, os coelhos são animais que correm muito. Os dois gêneros a que pertencem os coelhos são o Oryctolagus e o Sylvilagus, Oryctolagus é o gênero que representa o coelho europeu comum. Já, o Sylvilagus tem uma grande quantidade de espécies dos Estados Unidos. Ao gênero Sylvilagus pertence o tapiti ou coelho-do-mato brasileiro. A maioria de suas espécies é acostumada a iniciar abertura de galerias no subsolo. No subsolo, uma diversidade de gerações são sucedidas nos ninhos. O corpo do coelho também tem um tamanho sempre pequeno em relação ao das lebres.

De acordo com a classificação científica, os coelhos são pertencentes, ao reino Animalia, ao filo Chordata, ao subfilo Vertebrata, à classe Mammalia, à ordem Lagomorpha, à família Leporidae.Os coelhos são mamíferos com a maior taxa de metais pesados dentre todos os animais comuns na dieta humana.


bookmark_borderO que é cavalo

cavalo | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de cavalar
ca·va·lo
(latim caballus, -i )
substantivo masculino

1. Quadrúpede equídeo .

2. [Jogos]   [Jogos]   Peça do jogo de xadrez.

3. Unidade de um corpo de cavalaria.

4. [Desporto]   [Esporte]   Aparelho de ginástica destinado a saltos, que consiste num corpo de forma rectangular ou oval, estofado ou forrado. = MESA

5. [Tanoaria]   [Tanoaria]   Banco de tanoeiro.

6. Ferro com que se movem as peças quentes dos fogões de cozinha a lenha.

7. [Agricultura]   [Agricultura]   Tronco em que se coloca o enxerto. = PORTA-ENXERTO

8. Cancro sifilítico.

9. [Física, Metrologia]   [Física, Metrologia]   Unidade dinâmica (equivalente a uma força que num segundo de tempo levanta a um metro de altura 75 kg de peso). = CAVALO-VAPOR

10. [Ictiologia]   [Ictiologia]   Designação comum de vários peixes teleósteos frequentes na costa portuguesa. = PEIXE-GALO

11. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Droga opióide , alcalóide sucedâneo da morfina, com propriedades analgésicas e narcóticas, e que causa elevada dependência física. = HEROÍNA

12. [Figurado]   [Figurado]   Pessoa grosseira, sem modos. = ANIMAL, BESTA, CAVALGADURA

13. [Figurado]   [Figurado]   Pessoa que revela falta de inteligência. = BESTA, BURRO, CAVALGADURA

14. [Popular]   [Popular]   [Jogos]   [Jogos]   Cada uma das cartas de jogar representativas de um pajem. = VALETE

15. [Brasil]   [Brasil]   [Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]   Parte central da calça desde a cintura até ao entrepernas. = GANCHO

a cavalo dado não se olha o dente • Não se reclama de ou põe defeito a coisa ou situação oferecida.

aguentar os cavalos • [Informal]   • [Informal]   Controlar uma situação difícil.

cair do cavalo • Ter uma grande surpresa.

cavalo cerrado • Cujos dentes estão rasos e já não denunciam a idade.

cavalo com alças • [Brasil]   • [Brasil]   • [Desporto]   • [Esporte]   Aparelho de ginástica que consiste num corpo de forma rectangular ou oval, assente sobre quatro pés e dotado de duas pegas. (Equivalente no português de Portugal: cavalo de arções.)

cavalo com arções • [Portugal]   • [Portugal]   • [Desporto]   • [Esporte]   O mesmo que cavalo de arções.

cavalo da sela • O que fica à mão esquerda do cocheiro.

cavalo de arções • [Portugal]   • [Portugal]   • [Desporto]   • [Esporte]   Aparelho de ginástica que consiste num corpo de forma rectangular ou oval, assente sobre quatro pés e dotado de duas pegas. (Equivalente no português do Brasil: cavalo com alças.)

cavalo de batalha • [Antigo]   • [Antigo]   • [Militar]   • [Militar]   Cavalo adestrado à guerra.

• Argumento valioso e habitual.

cavalo de cem moedas • [Informal]   • [Informal]   Pessoa muito vistosa.

cavalo de cobrição • Garanhão.

cavalo de estado • Cavalo que vai num cortejo sem cavaleiro.

cavalo de sela • Cavalo próprio para ser montado.

cavalo de Tróia • [História]   • [História]   Grande cavalo de madeira levado pelos troianos para dentro das suas muralhas, que permitiu aos guerreiros gregos, escondidos no seu interior, entrar e conquistar a cidade de Tróia .

• Meio de traição através de uma infiltração.

cavalo pastor • Garanhão.

de cavalo para burro • De uma situação ou estado para outro pior ou menos favorável.

tirar o cavalo da chuva • [Informal]   • [Informal]   Desistir de uma pretensão ou objectivo . = TIRAR O CAVALINHO DA CHUVA
ca·va·lar ca·va·lar
(cavalo + -ar )
adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

1. Relativo a cavalo (ex.: espinhaço cavalar).

2. Da raça do cavalo (ex.: gado cavalar).

3. [Informal]   [Informal]   Que é muito grande (ex.: porção cavalar; ignorância cavalar). = COLOSSAL, DESCOMUNAL, ENORMEverbo intransitivo

4. [Informal]   [Informal]   Correr ou dar saltos como os cavalos. = CAVALOAR


substantivo masculino Mamífero doméstico da ordem dos ungulados, família dos equídeos, perfeitamente adaptado à corrida; podem viver, normalmente, até os 30 anos; são nativos da Europa e Ásia.
Nome de uma peça do jogo de xadrez.
Designação comum no jogo do bicho.
[Popular] Homem rude e brutal.
[Popular] Designação comum para o câncer sifilítico.
[Figurado] Cavalo de batalha. Assunto predileto, argumento principal.
Ictiologia. Designação de vários peixes como: o cavalo-marinho ou hipocampo cuja cabeça se assemelha à de um cavalo.
Cavalo de tiro. Animal apropriado para tração de cargas pesadas.
Cavalo de sela. Animal de boa andadura, utilizado exclusivamente para o transporte de cavaleiros.
Cavalo de Troia. Gigantesco cavalo construido em madeira que, introduzido em Troia, levava no seu interior alguns soldados gregos, facilitando a tomada dessa cidade.
Tirar o cavalo da chuva. Acabar com as expectativas de alguém; dizer a verdade.
Etimologia (origem da palavra cavalo). Do latim caballos.


Cavalo (nome científico: Equus ferus caballus) é um mamífero herbívoro da ordem dos ungulados, uma das três subespécies modernas da espécie Equus ferus. A denominação para as fêmeas é égua, para os machos não castrados é garanhão, para os machos castrados é capão, e para os filhotes é potro. Esse grande ungulado é membro da mesma família dos asnos e das zebras, a dos equídeos. Todos os sete membros da família dos equídeos são do mesmo gênero, Equus, e podem relacionar-se e produzir híbridos, não férteis, como as mulas. Pertencem a ordem dos perissodáctilos, sendo por isso parentes dos rinocerontes e dos tapires, ou antas.
Esses animais dependem da velocidade para escapar de predadores. São animais sociais, que vivem em grupos liderados por matriarcas. Os cavalos usam uma elaborada linguagem corporal para comunicar uns com os outros, a qual os humanos podem aprender a compreender para melhorar a comunicação com esses animais. Seu tempo de vida varia de 25 a 40 anos.
O cavalo teve, durante muito tempo, um papel importante no transporte; fosse como montaria, ou puxando uma carruagem, uma carroça, uma diligência, um bonde, etc.; também nos trabalhos agrícolas, como animal para a arar, etc. assim como comida. Até meados do século XX, exércitos usavam cavalos de forma intensa em guerras: soldados ainda chamam o grupo de máquinas que agora tomou o lugar dos cavalos no campo de batalha de “unidades de cavalaria”, algumas vezes mantendo nomes tradicionais (Cavalo de Lord Strathcona, etc.)
Como curiosidade, a raça mais rápida de cavalo, o famoso thoroughbred (puro-sangue inglês ou PSI) alcança em média a incrível velocidade de 17 m/s (~60 km/h).


bookmark_borderO que é porco

porco | s. m. | adj. s. m.
por·co |ô| por·co |ô|
(latim porcus, -i )
substantivo masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]   Mamífero da família dos suídeos.

2. Carne desse animal, usada na alimentação.adjectivo e substantivo masculino adjetivo e substantivo masculino

3. [Informal, Depreciativo]   [Informal, Depreciativo]   Que ou quem tem pouca higiene ou apresenta sujidade. = BADALHOCO, JAVARDO

4. [Informal, Depreciativo]   [Informal, Depreciativo]   Que ou quem faz as coisas atabalhoadamente. = TRAPALHÃO

5. [Informal, Depreciativo]   [Informal, Depreciativo]   Que ou quem é indecente, obsceno ou grosseiro. = BADALHOCO, JAVARDO

ir com os porcos • [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Morrer (ex.: o gajo já foi com os porcos há muito tempo). = IR DESTA PARA MELHOR

• [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Ser eliminado (ex.: se a equipa empatar, vai com os porcos). = PERDER

• [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Não ser bem-sucedido ou não se concretizar (ex.: a alternativa foi com os porcos).

• [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Desaparecer (ex.: as telhas foram com os porcos).Plural: porcos |ó|. Plural: porcos |ó|.


substantivo masculino Quadrúpede mamífero doméstico da família dos suídeos, ordem dos artiodáctilos.
[Por Extensão] A carne desse animal: comer porco no jantar.
[Figurado] Indivíduo sujo, imundo.
[Popular] O diabo.
[Popular] Espírito de porco, espírito de contradição; sujeito de má índole que tende a contrariar os demais.
adjetivo Sujo, imundo.
[Figurado] Obsceno.


Porco é a denominação dada às diferentes espécies de mamíferos bunodontes, artiodáctilos, não ruminantes da subordem dos suiformes, a que pertence o porco-doméstico e outras espécies e gêneros.
O porco foi introduzido no Brasil na década de 1550 por Martim Afonso de Souza. Domesticados, os porcos são usados como animais de companhia, ou criados para fim de abate.


bookmark_borderO que é cão

cão | s. m. cão | s. m. cão | adj. cão | s. m.
cão 4
(turco han, título de chefe )
nome masculino

[Antigo]   [Antigo]   Príncipe ou senhor oriental.
cão cão 3
(persa khán, estalagem )
nome masculino

[Antigo]   [Antigo]   Mercado ou estalagem no Oriente.
cão cão 2
(latim canus, -a, -um )
adjectivo adjetivo

[Antigo]   [Antigo]   Que tem cabelos brancos.Feminino: cã. Plural: cãos. Feminino: cã. Plural: cãos.
cão cão 1
(latim canis, -is )
nome masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]   Mamífero (Canis lupus familiaris) quadrúpede carnívoro digitígrado e doméstico.

2. [Zoologia]   [Zoologia]   Qualquer mamífero da família dos canídeos.

3. [Armamento]   [Armamento]   Peça de percussão nas armas de fogo portáteis.

4. Cada um dos dois ferros que ladeiam o lume na chaminé.

5. Pedra de ressalte nas paredes para suster balcões, etc.

6. Peça de madeira que vem da calha à mó do moinho.

7. [Informal]   [Informal]   Indivíduo desprezível.

8. [Informal]   [Informal]   Indivíduo muito severo.

9. [Informal]   [Informal]   Diabo.

10. [Popular]   [Popular]   Dívida que não foi paga por falta de vontade ou por má-fé. = CALOTE

11. [Antigo]   [Antigo]   [Armamento]   [Armamento]   Certa peça de artilharia.

cão chupando manga • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Algo ou alguém extremamente feio, horrendo (ex.: depois da cirurgia plástica ficou pior do que cão chupando manga).

• [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Alguém muito mau ou muito zangado (ex.: o cara vira um cão chupando manga quando é acordado).

• [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Algo difícil de realizar (ex.: a cola é boa mas depois é o cão chupando manga para remover dos dedos).

cão de fila • O mesmo que cão de guarda.

• [Informal]   • [Informal]   Pessoa que defende algo ou alguém de maneira servil.

cão de guarda • Cão , geralmente agressivo e de grande porte, que se destina à protecção de pessoas e bens. = CÃO DE FILA

cão e gato • [Informal]   • [Informal]   Duas pessoas que estão em conflito permanente (ex.: eles são cão e gato).

de cão • [Informal]   • [Informal]   Muito difícil de suportar (ex.: foi um dia de cão).Plural: cães. Plural: cães.


substantivo masculino Animal mamífero doméstico da família dos canídeos, do gênero Canis familiaris, da qual existem diversas raças adestradas; cachorro.
[Por Extensão] Nome dado comumente a várias espécies dos canídeos que se assemelham ao cão.
[Figurado] Indivíduo mau, vil; perverso.
[Popular] Designação popular dada ao demônio.
Designação dada a uma pessoa por desprezo.
Peça das armas de fogo portáteis.
Peça de madeira através da qual os grãos são inseridos no moinho.
Armação que impede que a lenha caia em lareiras; trasfogueiro.
Etimologia (origem da palavra cão). Do latim cane,m.


O cão (nome científico: Canis lupus familiaris), no Brasil também chamado de cachorro, é um mamífero carnívoro da família dos canídeos, subespécie do lobo, e talvez o mais antigo animal domesticado pelo ser humano. Teorias postulam que surgiu do lobo cinzento no continente asiático há mais de 100 000 anos. Ao longo dos séculos, através da domesticação, o ser humano realizou uma seleção artificial dos cães por suas aptidões, características físicas ou tipos de comportamentos. O resultado foi uma grande diversidade de raças caninas, as quais variam em pelagem e tamanho dentro de suas próprias raças, atualmente classificadas em diferentes grupos ou categorias. As designações vira-lata (no Brasil) ou rafeiro (em Portugal) são dadas aos cães sem raça definida ou mestiços descendentes.
Com expectativa de vida que varia entre dez e vinte anos, o cão é um animal social que, na maioria das vezes, aceita o seu dono como o “chefe da matilha” e possui várias características que o tornam de grande utilidade para o homem. Possui excelente olfato e audição, é bom caçador e corredor vigoroso, relativamente dócil e leal, inteligente e com boa capacidade de aprendizagem. Deste modo, o cão pode ser adestrado para executar um grande número de tarefas úteis, como um cão de caça, de guarda ou pastor de rebanhos, por exemplo. Assim como o ser humano, também é vítima de doenças como o resfriado, a depressão e o mal de Alzheimer, bem como das características do envelhecimento, como problemas de visão e audição, artrite e mudanças de humor.
A afeição e a companhia deste animal são alguns dos motivos da famosa frase: “O cão é o melhor amigo do homem”, já que não há registro de amizade tão forte e duradoura entre espécies distintas quanto a de humano e cão. Esta relação figura em filmes, livros e revistas, que citam, inclusive, diferentes relatos reais de diferentes épocas e em várias nações. Entre os cães mais famosos que viveram e marcaram sociedades estão Balto, Laika e Hachiko. Na mitologia, o Cérbero é dito um dos mais assustadores seres. No cinema, Lassie é um dos mais difundidos nomes e, na animação, Pluto, Snoopy e Scooby-Doo há décadas fazem parte da infância de várias gerações.


bookmark_borderO que é dromedário

dromedário | s. m.
dro·me·dá·ri·o
(latim dromedarius, -ii )
substantivo masculino

[Zoologia]   [Zoologia]   Mamífero ruminante da família dos camelídeos (Camelus dromedarius), com apenas uma corcova no dorso. = CAMELO


substantivo masculino Espécie do gêneo do camelo, ligeiro, de corpo leve, usado para viagens em certas regiões da Índia, Arábia e na África. Às vezes alcança 2m de altura. O dromedário tem somente uma corcova. Pode viver com pequenas porções de alimento e água, e só precisa de pequenos períodos de descanso. O dromedário anda em trote balançado, e desloca-se com a velocidade de cerca de 15km/h. Pode percorrer 160km por dia. Seu pêlo é usado para tecido e a fêmea produz leite gordo. Não existem verdadeiros dromedários selvagens.


O dromedário (Camelus dromedarius) é um animal mamífero nativo da região nordeste da África e da parte ocidental da Ásia, pertencente à família Camelidae, sendo um parente próximo dos camelos.


bookmark_borderO que é zebu

zebu | s. m.
ze·bu
(francês zébu )
substantivo masculino

[Zoologia]   [Zoologia]   Mamífero ruminante da Ásia e da África, parecido com o boi, que tem no cachaço uma giba. = GEBO


substantivo masculino Espécie de boi doméstico, originário da Índia, e que tem uma corcova adiposa sobre a cernelha.
Os zebus descendem provavelmente do uru ou do auroque. Foram domesticados há pelo menos seis mil anos. A principal característica do zebu é uma grande corcova gordurosa, ou às vezes uma dupla corcova, nas espáduas.


O zebu (nome científico: Bos taurus indicus)(zebú) ou gado índico, é uma subespécie asiática da espécie Bos taurus conhecida como gado-doméstico. O zebu é às vezes tratado, não como uma subespécie de Bos taurus, mas sim como uma espécie autônoma de nome Bos indicus. O zebu diferencia-se do gado taurino em algumas características principalmente físicas.
É, geralmente, corpulento, e apresenta uma grande corcova cheia de reservas nutritivas. Por este motivo, é apelidado, de boi de corcova ou Bos gibosus. A corcova é também chamada giba ou cupim no Brasil, país onde a subespécie demonstrou grande potencial de adaptação.
Originário da Índia, onde o grande rebanho não tem utilização para abate, o gado foi objeto de diversos cruzamentos em dezenas de países, devido a sua natural predisposição para a adaptação e resistência.
Contabilizando as raças puras de zebu, como Sindi, Nelore, Gir, Kangayam e Guzerá e as raças neozebuínas, como Indubrasil, Tabapuã e Brahman, o zebu constitui, hoje, mais de 80 por cento dos animais criados no Brasil – sendo um dos maiores rebanhos bovinos do mundo. Sua principal virtude econômica é a resistência ao clima quente, produzindo animais mestiços adequados para a produção de carne e leite. Seu habitat, então, está dentro da faixa intertropical.
A subespécie foi introduzida no Brasil no século XIX. A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu é a entidade que controla a Registro Genealógico e as Provas Zootécnicas entre os criadores, sendo, ainda, responsável pela realização, em Uberaba, a Capital Mundial do Zebu, da Expozebu. Este evento, considerado uma das maiores feiras agropecuárias do mundo, acontece entre 1 e 10 de maio, e movimenta mais de 150 milhões de reais, reunindo normalmente mais de 40 países.


bookmark_borderO que é pedigree

pedigree | s. m.
pedigree |pèdigrí|
(palavra inglesa )
substantivo masculino

1. Genealogia de um animal considerado de raça.

2. Registo dessa genealogia.

3. [Informal]   [Informal]   Proveniência familiar ou social. = ESTIRPE


substantivo masculino Genealogia de um animal de raça.
Etimologia (origem da palavra pedigree). Do ingles.


Pedigree ou gráfico de linhagem é o nome dado ao diagrama genealógico de um animal doméstico ou pessoa (também conhecido como árvore genealógica, neste caso) e pode ser utilizado para um aconselhamento genético. Refere-se também ao certificado de registro genealógico de um animal doméstico de raça pura, emitido por um clube especializado. O certificado de registro genealógico tem por finalidade principal mostrar os ancestrais do animal em questão, tanto da linhagem paterna como materna.