bookmark_borderO que é jerivá

jerivá | s. m.
je·ri·vá
(do tupi )
nome masculino

O mesmo que jeribá.


substantivo masculino [Botânica] Planta da família das Palmáceas (Coccos romanzoffiana), frequente nas matas sul-brasileiras, que produz frutinhos amarelos, comestíveis; jerivazeiro, baba-de-boi, coco-de-cachorro, coqueiro-do-rio-grande, palmito-amargoso.
Fruto dessa planta.
Jerivá-sem-folha, Reg (Rio Grande do Sul): pessoa alta e magra. Variação de jeribá.
Etimologia (origem da palavra jerivá). Do tupi ieriuá.


O jerivá (Syagrus romanzoffiana), também chamado baba-de-boi, coco-catarro, coqueiro, coqueiro-jerivá, coquinho-de-cachorro, coquinho-meleca, jeribá, coqueiro-pindoba, coco-juvena, coqueiro-pindó, gerivá, juruvá, jiruvá, jurubá, é uma palmeira nativa da Mata Atlântica, no Brasil, podendo ser encontrada também em seus ecossistemas associados, como restingas, florestas ombrófilas densas, florestas estacionais semideciduais, florestas estacionais deciduais, ou outras formações florestais como matas ciliares, matas paludosas, e cerrado.


bookmark_borderO que é guariroba

Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição. garrota guarida guarita garriria gabiroba (norma brasileira) Guabiruba (norma brasileira) guarir oba (norma brasileira) guarira (norma brasileira) guarirá (norma brasileira) guariria (norma brasileira) guarirobais (norma brasileira) guarirobal (norma brasileira)
Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.


substantivo feminino [Botânica] 1 Palmácea (Barbosa pseudococos).
Variedade de palmeira que fornece um palmito ligeiramente amargo, também denominada coqueiro-amargoso (Coccos oleracea) ou gararoba. Variação de gabiroba, guarirova.
Etimologia (origem da palavra guariroba). Do tupi uariróua.


A guariroba (Syagrus oleracea) é uma palmeira nativa do Brasil.
Outros nomes populares: gueiroba, gueroba, gariroba, gairoba, palmito-amargoso, catolé, coco-babão, pati-amargoso, coco-amargoso, coqueiro-amargoso.


bookmark_borderO que é pau-marfim

Palavra não encontrada. Sugerir a inclusão no dicionário da palavra pesquisada.



Pau-Marfim é um nome usado para indicar pelo menos duas variedades de madeiras, oriundas da árvore Agonandra brasiliensis e, menos frequentemente, Balfourodendron riedelianum, que também é conhecida por Farinha Seca. O pau-marfim é uma espécie longeva, pertencente ao grupo sucessional secundária tardia (Durigan & Nogueira), frequente em capoeirões e em floresta secundária, podendo surgir também em pastagens e, nesse caso, apresenta comportamento de espécie antrópica.
As principais regiões fitossociológicas onde ocorre o pau-marfim são Floresta Estacional Semidecidual, formação Submontana e Floresta Estacional Decidual. Entretanto, essa espécie pode ser encontrada, em menor frequência, na Floresta Ombrófila Mista (Floresta com araucária) e Floresta Ombrófila Densa, no alto da bacia do rio Ribeira.


bookmark_borderO que é jequitibá

jequitibá | s. m.
je·qui·ti·bá
nome masculino

Nome de várias árvores brasileiras, e de uma espécie de líquen.


substantivo masculino [Brasil] Árvore da família das lecitidáceas que ocorre do Nordeste até a região Sul, especialmente junto ao litoral.
Muito alta e de tronco grosso, possui folhas pontiagudas, flores pequenas e brancas, e fruto em forma de cápsula. Fornece madeira leve, de cor róseo-acastanhada ou bege-rosado, muito usada em carpintaria.


Jequitibá é uma árvore com troncos grandes, tanto em comprimento como em diâmetro, da família das lecitidáceas.
As duas espécies mais conhecidas de jequitibá são:

Cariniana legalis, o jequitibá-rosa e
Cariniana estrellensis, o jequitibá-branco ou somente jequitibá,às quais se pode ainda acrescentar:

Cariniana rubra, o jequitibá-vermelho,
Cariniana parvifolia, o jequitibá-cravinho.
Cariniana ianeirensis, conhecido apenas como jequitibá, e
Couratari pyramidataAs designações populares desses tipos de árvores não são, no entanto, muito conclusivas. Efetivamente, muitas espécies são designadas, em regiões diferentes, por nomes iguais. A correlação apresentada no Dicionário Aurélio, por exemplo, é contraditória com a utilizada por muitos especialistas, como o botânico brasileiro Harri Lorenzi.


bookmark_borderO que é seringueira

seringueira | s. f. fem. sing. de seringueiro
se·rin·guei·ra
(seringa + -eira )
nome feminino

[Botânica]   [Botânica]   Árvore euforbiácea que produz borracha. = ÁRVORE-DA-BORRACHA, CAUCHU
se·rin·guei·ro se·rin·guei·ro
(seringa + -eiro )
nome masculino

[Brasil]   [Brasil]   Aquele que extrai o látex da seringueira para o converter em borracha. = BORRACHEIRO


substantivo feminino Nome dado a várias espécies de árvores cujo látex é usado na produção de borracha.
Dessas espécies, a mais notável é a seringueira legítima ou árvore-da-borracha.


Hevea brasiliensis L., conhecida pelos nomes comuns de seringueira e árvore-da-borracha, é uma árvore da família das Euphorbiaceae. Apresenta folhas compostas, flores pequeninas e reunidas em amplas panículas. Sua madeira é branca e leve e, de seu látex, se fabrica a borracha. Seu fruto encontra-se em uma grande cápsula com sementes ricas em óleo, que pode servir de matéria-prima para resinas, vernizes e tintas. Por serem ricas em nutrientes, as sementes são usadas na produção de suplementos alimentares. Na atualidade, índios da região amazônica ainda alimentam-se com suas sementes.O profissional que retira o látex da seringueira chama-se seringueiro.
A seringueira é uma árvore originária da bacia hidrográfica do Rio Amazonas, onde existia em abundância e com exclusividade, características que geraram o extrativismo e o chamado ciclo da borracha, período da história brasileira de muita riqueza e pujança para a região amazônica. A espécie foi introduzida no estado da Bahia, no Brasil, por volta de 1906.O ciclo brasileiro da borracha entrou em declínio quando grandes hortos foram plantados por ingleses, para fins de exploração, no continente africano tropical, na Malásia e no Sri Lanka.


bookmark_borderO que é bacupari

Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição. bacu pari bacilar maculara macular macularei maculará macularia maculai bacelai (norma brasileira) bacelara (norma brasileira) bacelará (norma brasileira) bacelarei (norma brasileira) bacelaria (norma brasileira) bacuri (norma brasileira)
Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.


substantivo masculino [Botânica] 1 Planta da família das Hipocrateáceas (Salacia laevigata), de frutos comestíveis, que ocorre do Pará ao Orinoco; laranjinha-do-campo.
Árvore média, da família das Gutíferas, subfamília das Calofilóideas (Rheedia gardneriana), abundante nas matas da costa atlântica brasileira. Seus frutos são de cor alaranjada quando maduros, e de paladar muito apreciado; bacupari-miúdo.
Bacupari-açu: rubiácea também denominada bacupari-grande, jasmim-do-mato, limão-do-mato (Gardenia suaveolens).
Bacupari-cipó: trepadeira também denominada cipó-carijó, cipó-de-copacabana, saputá, tapicuru (Salacia silvestris).
Bacupari-da-baía: arbusto da família das Hipocrateáceas (Salacia glomerata).
Bacupari-de-capoeira: árvore hipocrateácea, pequena (Salacia crassifolia).
Bacupari-do-amazonas: arbusto da família das Hipocrateáceas (Salacia corymbosa).
Bacupari-do-campo: arbusto baixo e lenhoso, também denominado capicuru, japicuru, laranjinha-do-campo, tapicuru, uvacupari (Salacia campestris).
Bacupari-do-mato: o fruto do bacuparizeiro.
Bacupari-grande: Variação de bacupari-açu.
Bacupari-miúdo: a) árvore rubiácea, também denominada fruta-de-macaco, pau-de-macaco (Posoqueria acutifolia); O mesmo que bacupari, acepção 2; b) arbusto da família das Hipocrateáceas (Salacia micrantha).
Etimologia (origem da palavra bacupari). Do tupi yuakuparí.


Bacupari (Garcinia gardneriana (Planchon et Triana) Zappi; Clusiaceae)
Sinonímia: Bacopari, Baacuri-mirim, Bacoparé, Bacopari-miúdo, Bacuri-miúdo, Escropari, Limãozinho, Mangostão-amarelo, Remelento, Manguça
Sinonímia botânica: Calophyllum madruno Kunth, Garcinia madruno (Kunth) Hammel, Rheedia acuminata (Ruiz & Pav.) Planch. & Triana, Rheedia gardneriana Planch. & Triana, Rheedia kappleri Eyma, Rheedia madruno (Kunth) Planch. & Triana, Rheedia spruceana Engl., Verticillaria acuminata Ruiz & Pav

O fruto do Bacupari pode ser encontrado no Brasil da região Amazônica ao Rio Grande do Sul. Hoje em dia é muito difícil encontrar uma árvore dessa fruta, principalmente em regiões urbanas. O viveiro Manequinho Lopes, do Parque do Ibirapuera em São Paulo, recebeu em julho de 2008 a doação de duas mudas com aproximadamente 1,0m de altura e 2,5 anos. Recentemente foi pesquisado pela especialista Maria das Graças Lins Brandão, professora da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que a fruta tem alto valor de ingredientes anti-oxidantes e anti-cancerígenos.


bookmark_borderO que é carandá

carandá | s. f.
ca·ran·dá
nome feminino

1. [Brasil]   [Brasil]   Palmeira do mato virgem chamada carnaúba em alguns lugares.

2. Palmito dessa palmeira empregado em culinária.


substantivo feminino [Botânica] 1 Planta palmácea que fornece cera semelhante à da carnaúba, também chamada carandá-muruti, carandaú, carandaúba e coqueiro-carandá (Copernicia australis).
O mesmo que carandá, acepção 3.
Carandá-guaçu: buriti.
Carandá-muruti: O mesmo que buriti.
Carandá-piranga: o mesmo que buriti, acepção 3.
Etimologia (origem da palavra carandá). Do tupi karandá.


O Carandá (Copernicia australis Becc.; Arecaceae ou Palmae) é uma planta da família das arecáceas, nativa da ecorregião de Chaco na Bolívia, Paraguai, Brasil (nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul) e Argentina (especialmente na província de Formosa). De rápida germinação e abundante na forma silvestre, se aproveita pouco em jardinagem frente a outras palmeiras da região. É a mais resistente ao frio das espécies de Copernicia.


bookmark_borderO que é amarilho

amarilho | s. m.
a·ma·ri·lho
nome masculino

1. Árvore da família das combretáceas.

2. [Brasil]   [Brasil]   Ligadura ; atadura.

3. Diz-se do cavalo baio, com crina e cauda brancas.


substantivo masculino [Brasil] Ligadura, atadura.
Diz-se do cavalo baio de crina branca.


Amarilho (Terminalia australis) é uma árvore sul-americana que atinge até 12 m de altura e 40 cm de diâmetro. Ela habita as bacias do rio Paraná e do rio Uruguai na Argentina, Paraguai e Uruguai, e parte do rio da Prata e da região sul do Brasil.