bookmark_borderO que é biotecnologia

biotecnologia | s. f.
bi·o·tec·no·lo·gi·a
(bio- + tecnologia )
nome feminino

[Biologia]   [Biologia]   Conjunto de processos e técnicas que visam utilizar os conhecimentos da área da biologia em diversas áreas científicas e tecnológicas, nomeadamente para aumentar e melhorar a produção no desenvolvimento agrícola e na indústria da alimentação.


substantivo feminino [Biologia] Análise e desenvolvimento de alguns organismos geneticamente modificados com o intuito de aumentar a produção.
Tecnologia ou conhecimento tecnológico desenvolvido para ser empregado em várias áreas biológicas, usualmente utilizado para fins de produção.
Etimologia (origem da palavra biotecnologia). Bio + tecnologia.


Biotecnologia (ciências biológicas aplicadas) é a tecnologia baseada nas ciências biológicas, qualquer que seja, em qualquer nível: molecular, celular, morfofisiológico, ecológico, biodiversidade, reprodução e genética. Ou seja, trata-se de olhar as diferentes ciências biológicas não pelo angulo da preservação e descrição, mas pelo angulo de riqueza e produção econômica, tal qual definido em A Convenção sobre Diversidade Biológica da ONU :
A biotecnologia clássica (fase 1) se baseia na utilização de organismos vivos da forma como são encontrados na natureza ou melhorados por genética estatística convencional. Nesse sentido, a biotecnologia clássica se baseia principalmente nos conceitos mais maduros da microbiologia e genética, envolvendo um conjunto de atividades como a produção de alimentos fermentados (pão, vinho, iogurte, cerveja).
Por outro lado a fase 2 da biotecnologia (biotecnologia moderna) faz uso intenso da genética molecular (DNA recombinante) e biologia molecular, a ponto de quase perder sua identidade ampla e se resumir a biologia molecular. Recentemente, temos a fase 3 da biotecnologia (biotecnologia moderna) no qual a multidisciplinaridade e a diversidade em tecnologias e ciências biológicas atinge o seu ápice, ou seja, ocorre a combinação dos conceitos biológicos da genética, biologia celular, zoologia, botânica, ecologia, evolução, fisiologia, imunologia, histologia, engenharia, tecnologia da informação, robótica, bioética e o biodireito, entre outras. Portanto, a fase 3 da biotecnologia busca também sair da dependência da tecnologia do DNA recombinante para poder gerar novas tecnologias baseadas em outros ramos da biologia, além de estabelecer uma identidade multidisciplinar e diversa, buscando não se deixar confundir e se reduzir a biologia molecular e bioquímica.
Os principais tópicos de importância da biotecnologia nesta fase 3 são melhoramento genético, transgenia e organismos geneticamente modificados, reprodução artificial, cultura de células, tecidos e órgãos de seres vivos, controle biológico, terapia gênica, terapia celular, novas terapias moleculares, ciências ômicas e biologia molecular, bioprocessos industriais, cuidados com a biodiversidade e meio ambiente, biomateriais e dispositivos tecnológicos (biorreatores, dispositivos médicos, órteses e próteses).A palavra Biotecnologia tem origem grega, onde Bio significa vida; técno, técnica; e logia, conhecimento ou estudo. Em função da amplitude da definição e por tentar ser um guarda chuva para inúmeras disciplinas já consolidadas, admite-se um carácter de marketing e de algo amorfo, sem identidade, á biotecnologia, o que vem dificultando o seu pleno entendimento pela sociedade.


bookmark_borderO que é organoide

organóide organoide organóide organoide | adj. 2 g. Será que queria dizer organóide?
or·ga·nói·de |ói| or·ga·noi·de |ói| or·ga·nói·de |ói| or·ga·noi·de |ói|
adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

Que tem forma de órgão ou de corpo organizado.• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: organoide. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:organóide. • Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990:organoide. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:organóide


substantivo masculino [Biologia] Organela.


Um organoide é um órgão-seminal tridimensional cultivado em laboratórios especializados em medicina regenerativa. A técnica para crescimento de organóides melhorou rapidamente desde o início dos ano 10, e foi eleita pela revista The Scientist como um dos maiores avanços científicos de 2013.


bookmark_borderO que é biorremediação

substantivo feminino Processo que utiliza microorganismos (fungos, bactérias etc.) para descontaminar, limpar e purificar áreas contaminadas: biorremediação de solos contaminados por petróleo.
Etimologia (origem da palavra biorremediação). Bio + remediação.


A Biorremediação é o processo pelo qual organismos vivos tais como, microrganismos, fungos, plantas, algas verdes ou suas enzimas são utilizados para reduzir ou remover – remediar – contaminações no ambiente, atividade ligada a Engenharia Ambiental. Utilizando processos biodegradáveis para tratamento de resíduos este processo é capaz de regenerar o equilíbrio do ecossistema original. O vantajoso é o fato de ser simples, barato e menos prejudicial que os processos não biológicos. A utilização de bactérias Pseudomonas spp. na descontaminação de ambientes contaminados por petróleo é um exemplo. Essas e outras bactérias similares oxidam vários compostos orgânicos perigosos, alterando-os em compostos não nocivos ao meio ambiente.Especificamente a biorremediação é um campo da engenharia ambiental que estudo de forma integrada e em todos os aspectos a atua através da introdução de processos biológicos adicionais para a decomposição dos resíduos que favorecem e incrementam a velocidade do processo natural de degradação.
Biorremediação: ato de remediar, consiste em recuperar águas ou solos contaminados. Emprega-se um produto novo, totalmente natural, provocando a extração para compostos voláteis, este possui o poder da oxidação lenta. Composto formado por bio-reação. Na atenuação natural a possibilidade de saturação do solo é muito ampla em se tratando de Hidrocarbonetos, portanto é bem provável que se utilize outras substâncias. As substâncias inorgânicas são nocivas ao meio ambiente, contaminando o subsolo com outros componentes que não existiram anteriormente.
A Biorremediação pode ser empregada para atacar contaminantes específicos no solo e águas subterrâneas, tais como a degradação de hidrocarbonetos do petróleo e compostos orgânicos clorados pelas bactérias. Um exemplo mais geral é a limpeza de derramamentos do óleo pela adição dos fertilizantes de nitrato ou de sulfato para facilitar a decomposição do óleo pelas bactérias presentes no meio.