bookmark_borderO que é pedante

pedante | adj. 2 g. s. 2 g.
pe·dan·te
(italiano pedante )
adjectivo de dois géneros e substantivo de dois géneros adjetivo de dois géneros e substantivo de dois géneros

1. Que ou quem se dá ares de sábio, de pessoa circunspecta.

2. Charlatão.

3. Que mostra modos de dizer ou de fazer forçados ou pouco naturais; que mostra afectação . = AFECTADO , EMPOLADO, POMPOSO, PRETENSIOSO


adjetivo Característica do que ou de quem ostenta certa cultura ou erudição.
substantivo masculino e feminino Pessoa que exibe conhecimentos os quais não possui.
Pessoa que se auto-valoriza mostrando conhecimentos ou qualidades superiores aos que realmente dispõe; pretensioso.
Etimologia (origem da palavra pedante). Do italiano pedante.


Um pedante é um formalista ou detalhista em pedagogia ou erudição. A palavra provém do italiano pedante (1535), significando “mestre-escola”, “professor”. A origem do termo italiano é incerto. O primeiro elemento é aparentemente o mesmo que em pedagogo (um professor) e tem sido sugerido que pedante é uma contração do latim medieval pædagogantem, particípio presente de pædagogare (“agir como pedagogo, ensinar”), mas não há evidência sólida disso.
A palavra é geralmente empregada numa conotação negativa, indicando alguém extremamente preocupado com minúcias e detalhes, e cujo tom é percebido como condescendente. Quando foi usado pela primeira vez por Shakespeare em Love’s Labour’s Lost (1588), significava simplesmente “professor”. Pouco depois, começou a ser usada em sentido negativo. Thomas Nashe escreveu em Have with you to Saffron-walden (1596), página 43: “O, tis a precious apothegmaticall [terse] Pedant, who will finde matter inough to dilate a whole daye of the first inuention [invention] of Fy, fa, fum”.


bookmark_borderO que é assertividade

assertividade | s. f.
as·ser·ti·vi·da·de
(assertivo + -idade )
nome feminino

Qualidade do que é assertivo.


substantivo feminino Particularidade ou condição do que é assertivo.
Etimologia (origem da palavra assertividade). Assertivo + (i)dade.


Em língua portuguesa esse termo tem um significado literal diferente do que possui em língua inglesa.


bookmark_borderO que é ídolo

ídolo | s. m.
í·do·lo
(latim idolum, -i, do grego eídolon, -ou, fantasma, imagem )
nome masculino

1. Imagem que é objecto de culto e representa uma divindade.

2. [Figurado]   [Figurado]   Pessoa que é objecto de grande paixão ou admiração.Feminino: ídola. Feminino: ídola.


substantivo masculino Celebridade por quem se tem grande admiração ou a quem se ama apaixonadamente: ele é o ídolo da juventude.
Figura, estátua que representa uma divindade que se adora.
[Religião] Pessoa a quem se atribui qualidades divinas ou representação de um ser fantástico, com atributos divinos.
Pessoa à qual se prodigam louvores excessivos.
Etimologia (origem da palavra ídolo). Do latim idolum.i; do grego eídolon.ou.


Um ídolo (do grego antigo εἴδωλον, “simulacro”, derivado de εἶδος, “aspecto”, “figura”) é, originalmente, um objeto de adoração que representa materialmente uma entidade espiritual ou divina, e frequentemente é associado a ele poderes sobrenaturais, ou a propriedade de permitir uma comunicação entre os mortais e o outro mundo. A idolatria é, portanto, a prática de adoração de ídolos.
Na atualidade, especialmente após os avanços tecnológicos do século XX que permitiram maior acesso da pessoa comum a trabalhos de artistas, políticos, e personalidades importantes, o termo “ídolo” expandiu-se da esfera divina para a esfera humana. É lugar comum a menção de pessoas famosas ou de destaque em sua área de atuação profissional como “ídolos”, personalidades que se tornam, ou através da aclamação popular espontânea, ou através da atuação direta da própria mídia, objeto de adoração e devoção não religiosa.


bookmark_borderO que é alegria

alegria | s. f.
a·le·gri·a
(alegre + -ia )
substantivo feminino

1. Sentimento de grande contentamento, que geralmente se manifesta por sinais exteriores. = FELICIDADE, GÁUDIO, JÚBILO, REGOZIJO ≠ TRISTEZA

2. O que está na origem desse sentimento.

3. Acontecimento feliz.

4. Divertimento, festa.

5. [Botânica]   [Botânica]   O mesmo que gergelim.

6. [Botânica]   [Botânica]   Árvore liliácea do México.


substantivo feminino Estado de satisfação extrema; sentimento de contentamento ou de prazer excessivo: a alegria de ser feliz.
Circunstância ou situação feliz: é uma alegria tê-los em casa.
Condição de satisfação da pessoa que está contente, alegre.
Aquilo que causa contentamento ou prazer: seu projeto foi uma grande alegria para ele.
Ação de se divertir, de se entreter ou de alegrar alguém; divertimento.
[Botânica] Designação comum de gergelim (erva).
[Botânica] Aspecto comum de certas plantas, da família das amarantáceas, geralmente utilizadas como ornamentais ou para o consumo de suas folhas.
substantivo feminino plural [Popular] Alegrias. Designação comum atribuída aos testículos de animais.
Etimologia (origem da palavra alegria). Alegre + ia.


A alegria é um sentimento de contentamento, de prazer de viver, júbilo, satisfação, exultação. Nas pessoas, costuma ser expressa através de sorrisos.


bookmark_borderO que é destreza

destreza | s. f.
des·tre·za |ê| des·tre·za |ê|
(destro + -eza )
nome feminino

1. Agilidade e facilidade no obrar, habilidade manual.

2. Sagacidade, jeito.


substantivo feminino Habilidade e agilidade na realização de algo, especialmente com as mãos.
Manifestação dessa habilidade ou capacidade: pintava com destreza.
Capacidade para realização movimentos ágeis, rápidos, eficazes.
Qualidade da pessoa destra que usa preferencialmente a mão e o pé direito.
Comportamento ou ato que denota delicadeza; fineza.
Etimologia (origem da palavra destreza). Destro + eza.


A Destreza pode ser qualificada quanto à proporcionalidade física ou não, tendo em conta que ainda temos no mesmo grupo, a velocidade, a força, a resistência e flexibilidade. Destreza também é uma maneira de dizer habilidade, agilidade, aptidão.
Destreza também pode ser entendida como a capacidade de percepção.
Ou seja destreza é a mesma coisa que agilidade.


bookmark_borderO que é respeito

respeito | s. m. | s. m. pl. 1ª pess. sing. pres. ind. de respeitar
res·pei·to
(latim respectus, -us, acção de olhar para trás, espectáculo , atenção )
substantivo masculino

1. Sentimento que nos impede de fazer ou dizer coisas desagradáveis a alguém.

2. Apreço, consideração, deferência.

3. Acatamento, obediência, submissão.

4. Medo, receio, temor.
respeitossubstantivo masculino plural

5. Cumprimentos, recomendações.

a respeito de • Relativamente a; no tocante a; quanto a.

com respeito a • O mesmo que a respeito de.

de respeito • Importante, respeitável.

dizer respeito a • Referir-se a.

em respeito de • Comparativamente.

no que diz respeito a • Relativamente a; no tocante a; quanto a.

salvo o respeito • Com licença.
res·pei·tar res·pei·tar – Conjugar
(latim respecto, -are, olhar para trás muitas vezes, esperar, prestar atenção )
verbo transitivo

1. Dar provas de respeito. = HONRAR, VENERAR

2. Poupar.

3. Tremer, recear.

4. Observar, cumprir, tolerar.verbo intransitivo

5. Estar na direcção de.

6. Dizer respeito, ser relativo, pertencer.verbo pronominal

7. Dar-se ao respeito.

8. Não cometer actos impróprios de seriedade.

no que respeita a • Relativamente a; quanto a.

pelo que respeita a • O mesmo que no que respeita a.


substantivo masculino Sentimento que leva alguém a tratar as outras pessoas com grande atenção e profunda deferência, consideração ou reverência: respeito pelas mulheres, respeitar os mais velhos.
Obediência, acatamento ou submissão: respeito às leis.
Apreensão ou sensação de medo: aquela é uma tempestade que impõe respeito.
Maneira de se tratar um assunto; ponto de vista.
Que ocasiona alguma coisa; motivo, razão.
substantivo masculino plural Homenagens ou cumprimentos: apresentar seus respeitos.
Dizer respeito a. Ter relação com: tudo isto diz respeito a um fato de suma importância.
locução prepositiva A respeito de; com respeito a; respeito a: relativamente a, no tocante a, com referência a.
Dizer respeito a: em relação a.
Etimologia (origem da palavra respeito). Do latim respectu; ação de olhar para trás.


O respeito demonstra um sentimento positivo por uma pessoa ou para uma entidade (como nação, religião, política, dentre outros) e também ações especificas e condutas representativas daquela estima. Respeito também pode ser um sentimento específico de consideração pelas qualidades reais do respeitado. Pode também ser conduzido de acordo com a moral específica de respeito. Ser rude é considerado falta de respeito (desrespeito), enquanto que ações que honram a alguém ou a alguma coisa são consideradas respeito.
Morais especificas de respeito são de importância fundamental para muitas culturas. Respeito por tradições e autoridades legítimas são identificadas por Jonathan Haidt como um dos cinco valores morais fundamentais compartilhados para um maior ou menor por sociedades diferentes e indivíduos diferentes.
Respeito não deve ser confundido com tolerância porque tolerância não diz necessariamente nenhum sentimento positivo.
A palavra respeito vem do latim respectus, particípio passado de respicere, “olhar outra vez”, de re-, “de novo”, mais specere, “olhar”. A ideia é de que algo que se tenha feito seja valorizado e reconhecido. A noção de respeito implica que pode ser aplicado para uma pessoa que fez algo certo, mas também para qualquer coisa afirmada no passado como uma promessa, lei, acordo, dentre outros.
Isto também é porque na maioria dos idiomas, é dito que o respeito deve ser merecido.
Outro uso do termo respeito é quando alguém fala sobre um tema específico com respeito, por exemplo, sobre diferentes crenças, condutas ou religiões. Isso quer dizer que o indivíduo debateu sobre o assunto de forma sensível e prudente.
A respeito de e com respeito a são duas expressões que servem para referenciar algo. Geralmente são substituídas por “relativamente a”.
Exemplos: “O presidente não falou a respeito de sua condenação.”
Outras expressões com a palavra respeito são:

Com todo o respeito – que sinaliza afirmar ou expressar uma opinião que está em desacordo com a de outra pessoa, mas de forma polida.
Salvo o respeito – que significa “com a licença”.
Em respeito de – que faz uma comparação à outra coisa.
De respeito – uma pessoa ou mesmo ocasião considerada importante e respeitável.
E diz respeito – que procura indicar algo que pertence ou é de responsabilidade de alguém.


bookmark_borderO que é ambivalência

ambivalência | s. f.
am·bi·va·lên·ci·a
nome feminino

Carácter do que tem dois aspectos radicalmente diferentes, até mesmo opostos.


substantivo feminino Caráter daquilo que possui dois aspectos muito diferentes.
Condição de ambivalente, do que apresenta simultaneamente valores opostos.
[Psicologia] Simultaneidade de dois sentimentos ou pontos de vista opostos, em relação a algo ou alguém: sentir amor e ódio ao mesmo tempo é ambivalência.
Etimologia (origem da palavra ambivalência). Do latim ambi-, “os dois” + valência.


Ambivalência é um estado de ter, simultaneamente, sentimentos conflitantes perante uma pessoa ou coisa.
De outro modo, ambivalência é a experiência de ter pensamentos e emoções simultaneamente positivas e negativas em relação a alguém ou alguma coisa.
Um exemplo comum de ambivalência é o sentimento de amor e ódio por uma mesma pessoa.
A palavra “ambivalente” deriva do latim prefixo ambi, que significa “ambos”, e valência, que é derivado do latim valentia, significando “força”. O termo foi proposto pelo psicanalista Eugen Bleuler (Vortrag über Ambivalenz, 1910) e foi depois redefinido por Freud.
É comum utilizar a palavra “ambivalente” para descrever a falta de sentimentos diante de questões ou circunstâncias. Mas a palavra mais específica e convencionalmente aceita para usar neste caso seria “indiferente”.
Uma boa maneira de efetuar a utilização correta é a de lembrar que o prefixo ambi significa “ambos”, por isso, se você é “ambivalente”, você tem sentimentos positivos e negativos por algo, ou sentimentos de ambos os lados de uma questão.
Ambivalência é vivida como psicologicamente desagradável quando os aspectos positivos e negativos de um assunto são presentes na mente de uma pessoa ao mesmo tempo.
Este estado pode levar à evasão, ou à deliberada tentativa de resolver a ambivalência. Quando a situação não requer uma decisão a ser tomada, as pessoas têm menos desconforto mesmo quando o sentimento é ambivalente.


bookmark_borderO que é obediência

obediência | s. f.
o·be·di·ên·ci·a
nome feminino

1. Cumprimento da vontade alheia.

2. Submissão.

3. Preito de homenagem.

4. Domínio, autoridade.

5. Priorado, igreja, mosteiro, granja, etc., dependentes de uma ordem religiosa.

obediência passiva • Submissão cega.


substantivo feminino Ação de quem obedece, de quem é submisso, dócil.
Disposição para obedecer; submissão completa; sujeição, vassalagem.
Ato pelo qual alguém se conforma com ordens recebidas.
Autoridade, mando, domínio.
[Religião] Licença dada por escrito a um religioso para passar de um convento a outro.
[Religião] Um dos três votos dos monges, que consiste em obedecer cegamente às ordens do superior eclesiástico.
[Jurídico] Esfera de atuação de uma jurisdição ou autoridade.
expressão Obediência passiva. Submissão cega às ordens recebidas.
Etimologia (origem da palavra obediência). A palavra obediência deriva do latim “obœdientĭa”, com o mesmo sentido.


A obediência (do latim oboedire = escutar com atenção, de OB, “atenção”, + AUDIRE, “escutar”) pode ser classificada como uma das virtudes e se define como um comportamento pelo qual um ser aceita as ordens dadas por outro.O termo obediência , tal como a ação de obedecer, conduz da escuta atenta à ação, que pode ser puramente passiva ou exterior ou, pelo contrário, provocar uma profunda atitude interna de resposta.
Obedecer a requisitos ou proibições realiza-se por meio de consequentes ações apropriadas ou omissões. Obedecer implica, em diverso grau, a subordinação da vontade a uma autoridade, o acatamento de uma instrução, o cumprimento de um pedido e a abstenção de algo que é proibido.
A figura da autoridade que merece obediência pode ser, ante todo, uma pessoa ou uma comunidade, mas também uma ideia convincente, uma doutrina ou uma ideologia e, em grau superior, a própria consciência e, para os cristãos, Deus.
Podem destacar-se vários tipos e níveis de obediência:


bookmark_borderO que é imaturidade

imaturidade | s. f.
i·ma·tu·ri·da·de
nome feminino

Estado de imaturo.


substantivo feminino Estado do que é imaturo (nos sentidos próprio e figurado).


A imaturidade é um padrão comportamental ocasionado pela permanência de um indivíduo em estágios anteriores de desenvolvimento intelectual, emocional ou moral.
A imaturidade também significa a falta de responsabilidade de um ser, em crescer em suas atividades emocional e intelectual, fazendo que o mesmo acabe se tornando uma pessoa sem maturidade.