bookmark_borderO que é desprezo

desprezo | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de desprezar
des·pre·zo |ê| des·pre·zo |ê|
(derivação regressiva de desprezar )
substantivo masculino

1. Acto ou efeito de desprezar.

2. Falta de apreço ou de consideração por algo ou alguém; sentimento de superioridade em relação a algo ou alguém. = DESCONSIDERAÇÃO, DESDÉM ≠ APREÇO, CONSIDERAÇÃO, ESTIMA

3. Sentimento de repulsa ou aversão.
des·pre·zar des·pre·zar – Conjugar
(des- + prezar )
verbo transitivo

1. Dar ao desprezo.

2. Não fazer caso de.

3. Rejeitar.verbo pronominal

4. Rebaixar-se, aviltar-se; envergonhar-se.

5. Ter por indigno de si.


substantivo masculino Ação ou efeito de desprezar; ausência de consideração; sem apreço nem estima; desdém: tratava as funcionárias com desprezo.
Sensação que eleva o espírito, fazendo com que o indivíduo não sinta medo, inveja, cobiça, desejo etc; desapego: desprezo pelos bens materiais; desprezo de altura.
Sensação de repulsa.
Etimologia (origem da palavra desprezo). Forma regressiva de desprezar.


Desprezo é um sentimento forte emocional, com base na convicção da inutilidade das pessoas afectadas ou suas instituições.
O desprezo surge a partir da avaliação de outra pessoa como inferior.
O principal impacto do desprezo é uma persistente desvalorização da pessoa ou da instituição em todas as áreas possíveis e uma consequente não-conformidade com a pessoa ou grupo social.


bookmark_borderO que é nictofobia

nictofobia | s. f.
nic·to·fo·bi·a
(nicto- + -fobia )
nome feminino

Medo patológico da noite.


substantivo feminino Medo mórbido da noite, da escuridão.


Nictofobia ou Noctifobia consiste no medo do escuro ou da noite.
O medo do escuro nem sempre diz respeito à própria escuridão; também pode ser um medo de perigos possíveis ou imaginários ocultados pela escuridão. Algum grau de medo do escuro é natural, especialmente como uma fase do desenvolvimento infantil. A maioria dos observadores relata que o medo do escuro raramente aparece antes dos dois anos de idade. Quando o medo da escuridão atinge um grau que é severo o suficiente para ser considerado patológico, às vezes é chamado escotofobia (de σκότος – “escuridão”), ou ligofobia (de λυγή – “crepúsculo”).
Alguns pesquisadores, começando com Sigmund Freud, consideram o medo do escuro como uma manifestação de transtorno ligado à angústia de separação.


bookmark_borderO que é namoro

namoro | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de namorar
na·mo·ro |ô| na·mo·ro |ô|
substantivo masculino

1. Acto de namorar. = NAMORAÇÃO, NAMORAMENTO

2. Galanteio.

3. Pessoa que alguém namora. = NAMORADOPlural: namoros |ô|. Plural: namoros |ô|.
na·mo·rar na·mo·rar – Conjugar
verbo transitivo

1. Andar de namoro com; requestar.

2. Seduzir, encantar.

3. Cobiçar.verbo intransitivo

4. Fazer namoro.

5. Ser namorador.verbo pronominal

6. Sentir amor; apaixonar-se.


substantivo masculino Relacionamento amoroso: meu namoro começou ontem.
A pessoa com quem se mantém essa relação; namorado(a): não tive muitos namoros antes de me casar.
Ação de namorar, de se sentir atraído por alguém ou de manter um relacionamento com essa pessoa; galanteio, corte.
Etimologia (origem da palavra namoro). Forma regressiva de namorar.


O namoro é uma instituição de relacionamento interpessoal não moderna, que tem como função a concretização do sentimental e/ou ato sexual entre duas pessoas em troca de conhecimentos e uma vivência com um grau de comprometimento inferior à do matrimônio. A grande maioria utiliza o namoro como pré-condição para o estabelecimento de um noivado ou casamento, definido este último ato antropologicamente como o vínculo estabelecido entre duas pessoas mediante o reconhecimento governamental, religioso e social.


bookmark_borderO que é pessimismo

pessimismo | s. m.
pes·si·mis·mo |è| pes·si·mis·mo |è|
(péssimo + -ismo )
nome masculino

1. Sistema, opinião das pessoas que acham tudo mau ou mal, ou que vêem sempre as coisas pelo lado pior.

2. Tendência para julgar tudo mau.

Antónimo Antônimo Geral: OPTIMISMO


substantivo masculino Tendência natural para ver tudo pelo pior lado; quem tende a enxergar as coisas pelo lado desfavorável.
[Filosofia] Arthur Schopenhauer, 1788-1860. Doutrina de acordo com a qual o mal se sobressai ao bem, sendo o comportamento individual tomado pelo conformismo, pelo escapismo ou pelo imobilismo.
Etimologia (origem da palavra pessimismo). Péssimo + ismo.


O pessimismo é um estado de espírito contrário ao otimismo, que se caracteriza por ver as coisas sempre pelo lado negativo.
Segundo o dicionário Aurélio, em sua versão eletrônica, pessimismo é a “disposição de espírito que leva o indivíduo a encarar tudo pelo lado negativo, a esperar de tudo o pior”. No âmbito filosófico, segundo a mesma fonte, refere-se a um “caráter das doutrinas metafísicas ou morais que afirmam a supremacia do mal sobre o bem e costumam levar à adoção de uma atitude geral de escapismo, imobilismo ou conformismo, quer seja o mal considerado a privação dos meios de conservação da vida (alimentação, abrigo etc.), quer seja considerado a privação dos meios de expansão e desenvolvimento espiritual.”

O dicionário Houaiss, por sua vez, caracteriza o pessimismo filosófico como “caráter de doutrina metafísica ou moral segundo a qual os aspectos maus ou negativos da existência superam os bons ou positivos, concepção que teve uma de suas expressões mais radicais no pensamento do filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788-1860) e em seus seguidores”.


bookmark_borderO que é sósia

sósia | s. 2 g.
só·si·a |ózi| só·si·a |ózi|
(latim Sosia, -ae, antropónimo [personagem da peça Anfitrião, de Plauto] )
nome de dois géneros

Pessoa muito parecida com outra (ex.: houve um concurso de sósias do cantor). = MENECMA


substantivo masculino e feminino Pessoa muito parecida com outra; quem é extremamente parecido com alguém, sendo realmente confundido com essa pessoa.
Etimologia (origem da palavra sósia). Do latim sosia.ae.


O termo sósia é frequentemente usado para identificar qualquer pessoa que, fisicamente ou comportamentalmente, assemelha-se a outra pessoa, principalmente personalidades que são amplamente conhecidas.
Existem festivais espalhados pelo mundo com a intenção de juntar sósias de ídolos mundiais ou promover uma competição para a escolha do sósia perfeito, como o Evento Days que ocorre em Madri, na Espanha (sem competição, só a oportunidade dos visitantes tirarem fotos com os sósias), o campeonato europeu de sósias de Elvis Presley, que ocorre em Londres, na Inglaterra, ou o festival de sósias de Ernest Hemingway, que ocorre em Cuba.