bookmark_borderO que é presunto

presunto | s. m.
pre·sun·to
(latim *presunctum, alteração de *persunctum, derivado de sunctum, alteração de suctus, -a, -um, particípio passado de sugo, -ere )
nome masculino

1. Perna ou espádua posterior do porco, depois de salgada e curada.

2. [Brasil]   [Brasil]   Carne de porco, geralmente de presunto cozido, preparada para ser comida fria. = FIAMBRE

3. [Informal]   [Informal]   Corpo de pessoa morta, geralmente assassinada. = CADÁVER

4. [Agricultura]   [Agricultura]   Variedade de pêra de Lamego.

5. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Coxa ou perna.

6. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Pé grande.

virar presunto • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Morrer, geralmente sendo assassinado.


substantivo masculino Parte da perna traseira (quarto traseiro) do porco que vai do joelho ao quadril. O presunto contém substâncias alimentícias essenciais ao corpo humano. Cerca de 100g de presunto sem osso, cozido, possuem aproximadamente 21g de proteína e 461 calorias. O presunto contém também vitaminas como a tiamina, a riboflavina e a niacina.


Presunto é um produto alimentar do ramo da charcutaria, formado pela perna inteira do porco, que é curada, por vezes apenas com sal, outras vezes temperada com condimentos e até fumada. Dependendo do tipo de cura, do grau de secagem e das condições de armazenagem, o presunto pode manter-se com boas características organolépticas durante períodos longos e ser consumido, tanto fatiado em sanduíches ou como aperitivo duma refeição, ou ainda fazendo parte de outra preparação culinária.


bookmark_borderO que é azeite

azeite | s. m. 1ª pess. sing. pres. conj. de azeitar 3ª pess. sing. imp. de azeitar 3ª pess. sing. pres. conj. de azeitar
a·zei·te
(az-zait, azeite, óleo, essência )
nome masculino

1. Líquido oleoso que se extrai da azeitona.

2. Óleo extraído de outros frutos ou de certos animais.

3. [Portugal, Informal, Depreciativo]   [Portugal, Informal, Depreciativo]   Falta de qualidade estética; mau gosto (ex.: reparem bem naquele estilo, é só azeite!).

azeite de palma • Substância gorda extraída de várias palmeiras . = DENDÊ, ÓLEO DE PALMA

azeite de dendê • O mesmo que azeite de palma . = DENDÊ, ÓLEO DE PALMA

com os azeites • [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Com mau humor ou grande irritação (ex.: torna-se insuportável quando anda com os azeites; não falem sobre isso enquanto ele estiver com os azeites).

estar nos azeites • [Brasil: Nordeste, Popular]   • [Brasil: Nordeste, Popular]   Estar irritado, de mau humor.
a·zei·tar a·zei·tar – Conjugar
(azeite + -ar )
verbo transitivo

1. Embeber de azeite ou óleo.

2. Deitar azeite em.

3. Untar com azeite ou com outro óleo. = LUBRIFICAR

4. Temperar com muito azeite.


substantivo masculino Óleo de oliva ou azeitona, muito usado em culinária.
Óleo extraído de outros frutos, de plantas ou da gordura de certos animais.
Estar com (ou nos) seus azeites, estar de mau humor, estar aborrecido.


Azeite é um produto alimentar extraído da azeitona, o fruto da oliveira. plantado em pleno calor. Trata-se de um alimento antigo, clássico da culinária contemporânea, regular na dieta mediterrânea e nos dias atuais presente em grande parte das cozinhas. Além dos benefícios para a saúde o azeite adiciona à comida um sabor e aroma peculiares.
A região mediterrânea, atualmente, é responsável por 95% da produção mundial de azeite, favorecida pelas suas condições climáticas, propícias ao cultivo das oliveiras, com bastante sol e clima seco.


bookmark_borderO que é sarrabulho

sarrabulho | s. m.
sar·ra·bu·lho
(origem obscura )
nome masculino

1. Sangue coagulado de porco (ex.: arroz de sarrabulho).

2. [Culinária]   [Culinária]   Prato típico minhoto, feito com esse sangue, miúdos de porco e condimentos (ex.: sarrabulho limiano). = SARRABULHADA

3. [Regionalismo]   [Regionalismo]   Matança dos porcos nas aldeias e actos decorrentes.

4. [Informal, Figurado]   [Informal, Figurado]   Grande confusão ou desordem (ex.: mas que sarrabulho é este?). = BALBÚRDIA, BARAFUNDA, REBULIÇO


substantivo masculino Sangue coagulado de porco.
O mesmo que sarapatel.
[Figurado] Confusão, desordem.
[Brasil] Discussão, altercação, bate-boca.


O sarrabulho ou sarrabulhada é um prato típico da culinária portuguesa que se caracteriza actualmente por ser um guisado com os miúdos do porco e cabrito com sangue. Usam-se também restos de pão ou farinha de milho se forem papas de sarrabulho.
A sua origem remonta à idade media durante a crise do século XIV, onde devido ao enorme impacto da peste negra nos séculos anteriores, a produção de alimento era praticamente nula. Durante esta crise, grande parte da população recorria ao pão como único alimento. Uma vez ser uma alimentação pobre, as pessoas que não tinham acesso a outros recursos, começaram a juntar-lhe sangue que lhes era oferecido por outros, sempre que se matava um animal. Criando assim as papas de Sarrabulho, que consistia na cozedura lenta de pão em sangue.
Mais tarde, foram-se criando várias formas mais elaboradas de confeccionar este prato. Entre as quais o guisado de sarrabulho (com pedaços de carne), e o doce de sarrabulho (feito da mesma forma que as papas mas juntando-lhe açúcar, mel e canela).
Em Corumbá – Mato Grosso do Sul, devido a imigrantes portugueses, o prato de sarrabulho ou sarravulho, como dizem os mais antigos, é um prato regional, servido em grandes festividades ou mesmo em almoços realizados por entidades filantrópicas. O prato é feito com fígado, rim, coração (de boi), paio, calabresa, bacon e temperos como alho, pimentão, cebola e cheiro-verde. O guisado é cozido com vinho tinto.


bookmark_borderO que é feijoada

feijoada | s. f.
fei·jo·a·da
(feij[ã]o + -ada )
nome feminino

1. Grande quantidade de feijões.

2. [Culinária]   [Culinária]   Prato em que o feijão é o principal ingrediente.

3. [Brasil]   [Brasil]   [Culinária]   [Culinária]   Guisado de feijão com carne seca.


substantivo feminino Prato de feijões; porção de feijões.
[Brasil] Prato típico de feijões, preparado com toucinho, linguiça, carne-seca, paio, carne de porco etc.
[Brasil] Pop. Balbúrdia, confusão, trapalhada.


Feijoada é uma designação comum dada a pratos da culinária de regiões e países lusófonos como Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Timor-Leste e Macau.
Consiste num guisado de feijão, normalmente com carne, e quase sempre acompanhado com arroz.É um prato com origem no Norte de Portugal, e que hoje em dia constitui um dos pratos mais típicos das cozinhas portuguesas, com as versões à transmontana, à poveira, portuguesa, dentre outras, e do Brasil, com a chamada feijoada à brasileira, feita com feijões pretos.


bookmark_borderO que é folar

folar | s. m.
fo·lar
(origem obscura )
nome masculino

1. Bolo ou pão cozido, cujos ingredientes variam de região para região.

2. Bolo ou presente que os padrinhos dão aos afilhados ou os paroquianos ao pároco, pela Páscoa. = FOGAÇA

3. Direito paroquial de receber esse bolo ou esse presente.


substantivo masculino Bolo ou outro objeto que os padrinhos oferecem a seus afilhados no dia de Páscoa.
Direito paroquial cobrado por ocasião da Páscoa.
Bolo, fogaça.


O folar é tradicionalmente o pão da Páscoa em Portugal, confecionado na base da água, sal, ovos e farinha de trigo. A forma, o conteúdo e a confecção varia conforme as regiões de Portugal e vai desde o normal ao salgado, nas mais diversas formas. Nalgumas receitas é encimado por um ovo cozido com casca. Noutros sítios fazem folar doce.


bookmark_borderO que é empadão

empadão | s. m.
em·pa·dão
(empada + -ão )
nome masculino

1. [Culinária]   [Culinária]   Grande empada. = PASTELÃO

2. [Portugal]   [Portugal]   [Culinária]   [Culinária]   Prato feito no forno, composto geralmente por duas camadas de puré de batata ou arroz, entremeadas de um recheio variado (carne, peixe, etc.) (ex.: empadão de atum e espinafres).


substantivo masculino [Culinária] Empada grande em que entram vários produtos alimentares.
Etimologia (origem da palavra empadão). Empada + ão.


Empadão é um prato tradicional da culinária de Portugal e também popular no Brasil, é uma preparação feita no forno, em que se coloca um recheio, que pode ser de carne, frango, atum, bacalhau ou mariscos, entre camadas de puré de batata, arroz, pão, ou dentro duma massa de farinha de trigo. Desta forma, é uma variante da preparação que se chama torta no Brasil. A versão com carne de vaca moída e puré de batata é a versão portuguesa mais tradicional, equivalente ao pastel de papa da América do Sul, do hachis parmentier de França, ou da cottage pie inglesa.
O recheio é normalmente feito refogando carne moída, ou cortada em pedaços, ou o bacalhau partido em lascas, com cebola e alho; por vezes, usa-se tomate, cogumelos, milho verde, ervilha e requeijão. Numa receita, o empadão leva apenas pão ralado e ovos e é cozido no forno como se fosse um pudim, coberto por folha de alumínio e com a forma dentro dum tabuleiro com água.


bookmark_borderO que é croquete

croquete | s. m. cróquete | s. m.
cro·que·te |é| cro·que·te |é|
(francês croquette )
nome masculino

[Culinária]   [Culinária]   Pequeno bolo salgado, geralmente cilíndrico, feito de ingredientes picados e aglomerados que são depois panados e fritos (ex.: croquetes de carne, croquetes de soja). = BOLINHOConfrontar: cróquete.

cró·que·te cró·que·te
(inglês croquet )
nome masculino

[Desporto]   [Esporte]   Jogo em que se procura fazer passar bolas de madeira ou de plástico, impulsionadas por um maço ou macete, por baixo de pequenos arcos fincados num terreno relvado , num percurso específico. = CROQUÉ, TOQUE-EMBOQUEConfrontar: críquete, croquete.


substantivo masculino Bolinho de carne moída, peixe, legumes etc., coberto de massa de farinha de trigo ou pó de rosca com gema de ovo e fritado.


O croquete é um tipo de salgado ou acepipe recheado de carne desfiada, normalmente bovina, mas pode ser preparado com aves ou peixes. Muito popular no Brasil e em Portugal, de origem provavelmente holandesa[carece de fontes?] é encontrado em suas variações em vários lugares do mundo. São encontradas receitas com carne moída, frango, camarão, bacalhau, sardinha, atum, salmão, entre outros. Também são encontradas variações com queijo e vegetais como aspargos, batata e cenoura.


bookmark_borderO que é caldeirada

caldeirada | s. f.
cal·dei·ra·da
nome feminino

1. Guisado de peixe à moda dos pescadores.

2. Líquido contido em caldeira.

3. Pancada de água.

4. Porção de líquido que se despeja de um vaso.

5. [Figurado]   [Figurado]   Misturada.


substantivo feminino O conteúdo de um caldeirão.
Porção de líquido que se coloca em uma caldeira para cozinhar.
Guisado de peixe em caldeira, como costumam fazer os pescadores.
[Figurado] Misturada; prato que se prepara com sobras de outros pratos.


Tradicionalmente, a caldeirada, em Portugal e na Galiza, é um cozido, ou seja, uma preparação que não passa pelo refogado, cujos componentes básicos são diversas variedades de peixe, batata, cebola, tomate e pimentão. O tempero deste prato pode incluir apenas sal de cozinha e azeite, ou vários outros condimentos, como pimenta, salsa ou outros. A caldeirada pode ser mais ou menos líquida: por vezes, é servida como uma sopa, noutras regiões é frequente servi-la sobre fatias de pão ou com pedacinhos de pão torrado.
Em Angola e Moçambique, é frequente fazer-se caldeirada de cabrito, em que a forma de preparar é semelhante à indicada para peixe.
No Brasil a Caldeirada é feita à base de Azeite de Dendê, Leite de Coco, Coentro, Salsinha ou Cheiro Verde, Pimenta, Tomate, Pimentão, Postas de Peixe tipo Namorado, Robalo ou Cação, e Frutos do Mar tipo: Mexilhão, Polvo, Lula acrescidos de Sal. A Caldeirada Brasileira é na verdade uma Moqueca acrescida de vários Frutos do Mar.


bookmark_borderO que é empada

empada | s. f. fem. sing. part. pass. de empar
em·pa·da
nome feminino

1. [Culinária]   [Culinária]   Pastel de massa folhada com recheio de carnes, peixe, marisco, etc.

2. [Figurado]   [Figurado]   Pessoa que não presta para nada; importuno.
em·par em·par – Conjugar
(origem duvidosa )
verbo transitivo

Sustentar com estacas ou empas (ex.: empar a vinha).


substantivo feminino [Culinária] Iguaria de massa quebradiça, com recheio de camarão, carne, palmito, queijo etc., assada em fôrmas circulares ao forno.
[Figurado] Indivíduo desagradável, que causa estorvo, importuno.
Etimologia (origem da palavra empada). Do português antigo empanada.


A empada ou empadinha é uma espécie de salgado popular em Portugal e no Brasil. Normalmente consiste numa caixa de massa de farinha de trigo com um recheio, muitas vezes uma tampa da mesma massa, e se assam no forno.Provavelmente tem origem nos pastelões portugueses, que consistiam em grandes tortas salgadas, com recheios diversos, com forte influência medieval. No século XIX os pastelões pequenos eram conhecidos como “empadas de caixa”. Uma outra razão do sucesso das empadas e empadões era de que serviam como refeições para os seguidores da Igreja Católica nos dias de abstinência de consumo de carne de vaca ou suína. Em Portugal, as empadas de frango são hoje as mais populares, sendo possível encontrá-las na maior parte dos cafés e pastelarias, assim como adquiri-las em supermercados.
O salgado é feito de massa podre (massa preparada de farinha com gordura para assar), com recheios variados: carne, carne-seca, frango, requeijão (catupiry), camarão, palmito, entre outros.
A etimologia da palavra empada é uma simplificação para a palavra empanada (também usada no idioma espanhol), com origem no latim panis, que significa pão. O significado mais próximo seria de iguaria de massa com recheio de carne (normalmente), com fechamento (tampa) da própria massa. Nos Estados Unidos da América pode-se encontrar uma empada de frango, chamada “chicken pie”, e na Inglaterra encontra-se uma empada de frango e cogumelos; é a famosa Melton Mowbray Pie, recheada com carne de porco picada e colágeno.


bookmark_borderO que é azeitona

azeitona | s. f.
a·zei·to·na |ô| a·zei·to·na |ô|
(árabe az-zaitunâ )
nome feminino

[Botânica]   [Botânica]   Fruto da oliveira. = OLIVA


substantivo feminino Fruto da oliveira, do qual se extrai um óleo denominado azeite.


A azeitona ou oliva é o fruto da oliveira (Olea europaea). É de grande importância agrícola na região mediterrânea como fonte de azeite.