bookmark_borderO que é prolapso

prolapso | s. m.
pro·lap·so
nome masculino

[Medicina]   [Medicina]   Deslocação de um órgão para fora da sua posição normal. = PROCIDÊNCIA


substantivo masculino [Medicina] Queda ou deslocamento de um órgão que sai de sua posição natural em consequência do relaxamento dos meios de fixação ou de outra causa qualquer: prolapso uterino.
Etimologia (origem da palavra prolapso). Do latim prolapsus.


Na medicina, o prolapso é uma condição em que os órgãos caem ou deslizam para fora do lugar. É usado para órgãos que se projetam através da vagina ou do reto ou para o desalinhamento das válvulas do coração. O prolapso literalmente significa “cair fora do lugar”, do latim prolabi que significa “deslize”.


bookmark_borderO que é porfiria

porfiria | s. f.
por·fi·ri·a
(grego porfúra, -as, púrpura + -ia )
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Doença hereditária causada por uma anomalia no metabolismo das porfirinas.


substantivo feminino [Medicina] Transtorno do metabolismo das porfirinas.
Etimologia (origem da palavra porfiria). Porfirina + ia.


Porfirias (do grego πορφύρα, púrpura) são um grupo de distúrbios herdados ou adquiridos que envolvem certas enzimas participantes do processo de síntese do heme. Esses distúrbios manifestam-se através de problemas na pele e/ou com complicações neurológicas. Existem diferentes tipos de porfirias, atualmente sendo classificadas de acordo com suas deficiências enzimáticas específicas no processo de síntese do heme.
As primeiras descrições da porfiria são atribuídas a Hipócrates, mas a doença só foi explicada bioquimicamente por Felix Hoppe-Seyler em 1874, e as porfirias agudas foram descritas pelo médico neerlandês Barend Joseph Stokvis em 1889.


bookmark_borderO que é gastroduodenite

gastroduodenite | s. f.
gas·tro·du·o·de·ni·te
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Inflamação simultânea do estômago e do duodeno.


substantivo feminino [Medicina] Inflamação do estômago e do duodeno.
Etimologia (origem da palavra gastroduodenite). Gastro + duodenite.


Gastroduodenite é o termo utilizado para designar a inflamação do estômago (gastrite) em associação com a inflamação do duodeno (duodenite).


bookmark_borderO que é gastroenterite

gastroenterite | s. f.
gas·tro·en·te·ri·te
(gastro- + enterite )
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Inflamação simultânea da mucosa do estômago e da dos intestinos. = GASTRENTERITE


substantivo feminino Gastrenterite.
Etimologia (origem da palavra gastroenterite). Gastro + entero + ite.


Gastroenterite é uma inflamação do trato gastrointestinal que afeta o estômago e o intestino delgado. Os sintomas mais comuns são diarreia, vómitos e dor abdominal. Outros possíveis sintomas incluem febre, falta de energia e desidratação. Geralmente os sintomas manifestam-se durante menos de duas semanas. Embora por vezes seja denominada “gripe intestinal”, a doença não tem relação com a gripe.A gastroenterite pode ser causada por infeções por vírus, bactérias, parasitas ou fungos. A causa mais comuns são vírus. Em crianças, o rotavírus é a causa mais comum dos casos graves da doença. Em adultos, os mais comuns são os norovírus e Campylobacter. A transmissão pode ter origem na ingestão de alimentos que não foram devidamente preparados, em beber água não potável ou pelo contacto direto com uma pessoa infetada. Geralmente não são necessários exames para confirmar o diagnóstico.As medidas de prevenção incluem lavar as mãos com sabonete, beber apenas água potável, saneamento e amamentar os bebés em vez de usar fórmula infantil. Em crianças está recomendada a vacina contra rotavírus. O tratamento consiste na ingestão de líquidos em quantidade suficiente. Em casos ligeiros ou moderados, isto é feito com solução de reidratação oral, que consiste numa combinação de água, sais e açúcar. Em bebés a ser amamentados, está recomendado continuar a amamentação. Em casos mais graves pode ser necessária a administração de líquidos por via intravenosa. Os líquidos podem ainda ser administrados por uma sonda nasogástrica. Em crianças, está recomendada a suplementção de zinco. Geralmente não são necessários antibióticos.Em 2015 ocorreram dois mil milhões de casos de gastroenterite que causaram 1,3 milhões de mortes em todo o mundo. A doença afeta sobretudo crianças nos países em vias de desenvolvimento. Em 2011, ocorreram cerca de 1,7 mil milhões de casos em crianças com menos de cinco anos de idade que causaram cerca de 700 000 mortes. Nos países em vias de desenvolvimento, é frequente que as crianças com menos de dois anos contraiam seis ou mais infeções por ano. A doença é menos comum em adultos, devido em parte ao desenvolvimento de imunidade adquirida.


bookmark_borderO que é obstipação

obstipação | s. f. derivação fem. sing. de obstipar
obs·ti·pa·ção
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Dificuldade em defecar. = CONSTIPAÇÃO, PRISÃO DE VENTRE
obs·ti·par obs·ti·par – Conjugar
verbo transitivo

Produzir obstipação em.


substantivo feminino [Medicina] Dificuldade para expelir os excrementos – prisão de ventre.
Constipação forte e persistente.
plural Obstipações.
Etimologia (origem da palavra obstipação). Do latim obstipatìo.onis.


Obstipação ou constipação intestinal, popularmente denominada prisão de ventre, é uma condição caracterizada por defecações pouco frequentes ou de difícil passagem. As fezes apresentam-se geralmente duras e secas. Entre outros sintomas estão dores abdominais, sensação de ventre inchado e uma sensação semelhante a não ter defecado por completo. As complicações mais comuns das obstipações são hemorroidas, fissura anal ou acumulação de fezes no intestino grosso. A frequência normal de defecações em adultos é entre três por dia e três por semana. Os bebés geralmente realizam três a quatro defecações por dia e as crianças duas a três.A obstipação tem várias causas. Entre as causas mais comuns estão a lentidão do movimento das fezes no cólon, síndrome do intestino irritável e distúrbios do soalho pélvico. Entre as possíveis doenças subjacentes estão o hipotiroidismo, diabetes, doença de Parkinson, doença celíaca, sensibilidade ao glúten não celíaca, cancro do cólon, diverticulite e doença inflamatória intestinal. Entre os medicamentos associados a obstipação estão os opioides, determinados antiácidos, bloqueadores dos canais de cálcio e anticolinérgicos. Cerca de 99% das pessoas que se encontram a tomar opioides desenvolvem obstipação. O organismo responde a estes fatores retendo as fezes por um período maior do que o normal. Em crianças a obstipação pode vir acompanhada de outros sintomas, como o escape fecal e encoprese, ou seja, o ato de sujar as roupas íntimas involuntariamente.O tratamento da obstipação depende da causa subjacente e de há quanto tempo está presente. Entre as medidas que podem ajudar estão beber bastantes líquidos, ingerir fibras dietéticas (a Organização Mundial de Saúde recomenda a ingestão diária de 25 a 30g de fibra, quantidade facilmente alcançável com o consumo regular de frutas, vegetais, cereais integrais, grãos e sementes) e praticar exercício físico. Quando estas medidas não são eficazes, podem ser prescritos laxantes formadores de volume, laxantes osmóticos, lexantes emolientes ou laxantes lubrificantes. Os laxantes estimulantes são geralmente reservados para situações em que os outros tipos não são eficazes. Entre outros possíveis tratamentos estão o biofeedback ou, em casos raros, cirurgia. A obstipação é motivo de preocupação quando está associada a perda de peso ou anemia, quando existe sangue nas fezes, quando existem na família casos de cancro do cólon ou doença inflamatória ou quando aparece em idade avançada.Na população em geral, a incidência de obstipação é de 2 a 30%. Entre idosos que vivem em lares, a incidência é de 50 a 75%. Estatisticamente, a prisão de ventre afeta mais as mulheres do que os homens devido a fatores hormonais e, no caso da gestação, pela compressão do útero sobre o intestino.


bookmark_borderO que é epiglotite

epiglotite | s. f.
e·pi·glo·ti·te
nome feminino

Inflamação da epiglote.


substantivo feminino [Medicina] Inflamação da epiglote.
Etimologia (origem da palavra epiglotite). Epiglote + ite.


A epiglotite é uma infecção bacteriana de evolução rápida dos tecidos supraglótidos que provoca a obstrução, por vezes fatal, das vias respiratórias. É uma emergência médica. Em 95% dos casos, o germe responsável é o Haemophilus influenzae.