bookmark_borderO que é apatia

apatia | s. f.
a·pa·ti·a
(grego apátheia, insensibilidade, apatia )
substantivo feminino

1. Ausência de interesse ou de resposta a um estímulo. = ATARAXIA, INDIFERENÇA

2. Falta de energia ou de ânimo. = INDOLÊNCIA, LASSIDÃO, MOLEZA

Antónimo Antônimo Geral: ENTREGA, ENTUSIASMO, PAIXÃO


substantivo feminino Condição de quem não se comove, não demonstra sentimentos nem interesses: tratou o assunto com apatia.
[Por Extensão] Falta de motivação, de vigor físico, de entusiasmo; prostração.
[Filosofia] Condição de insensibilidade, ou perda dos sentimentos, ocasionada pela extensão do entendimento filosófico.
[Psicologia] Estado definido pelo desânimo ou pela ausência de energia.
Etimologia (origem da palavra apatia). Do grego apátheia; pelo latim apathia.


A apatia é a falta de emoção, motivação ou entusiasmo. É um termo psicológico para um estado de indiferença, no qual um indivíduo não responde aos estímulos da vida emocional, social ou física. A apatia clínica é considerada depressão no nível mais moderado e diagnosticada como transtorno dissociativo de identidade no nível extremo. O aspecto físico da apatia se associa ao desgaste físico, enfraquecimento dos músculos e a falta de energia chamada letargia, que tem muitas causas patológicas também.
O “Dicionário de termos técnicos de medicina e saúde”, de Luís Rey, registra a palavra “apatia” como termo psiquiátrico, com a seguinte definição: “Estado caracterizado pelo desinteresse geral, pela indiferença ou insensibilidade aos acontecimentos; falta de interesse ou de desejos”.


bookmark_borderO que é contentamento

contentamento | s. m. derivação masc. sing. de contentar
con·ten·ta·men·to
substantivo masculino

1. Estado de quem está contente.

2. Satisfação.
con·ten·tar con·ten·tar – Conjugar
verbo transitivo

1. Dar contentamento a.

2. Fazer a vontade a; satisfazer; agradar.

3. [Direito]   [Direito]   Indemnizar a parte lesada.verbo pronominal

4. Ficar contente; sentir prazer.


adjetivo Alegria; estado da pessoa contente, feliz, satisfeita: o seu filho era puro contentamento.
Júbilo; sensação de regozijo, de prazer, de felicidade: foi um contentamento assistir ao filme.
Ação ou efeito de se contentar, de se tornar contente.
Etimologia (origem da palavra contentamento). Contentar + mento.


Não se pode classificar completamente o contentamento, mas se sabe que pode-se ligá-lo a uma expectativa “completada”, a uma sensação de prazer, satisfação e alegria.


bookmark_borderO que é inveja

inveja | s. f. 3ª pess. sing. pres. ind. de invejar 2ª pess. sing. imp. de invejar
in·ve·ja |â| ou |ê| ou |âi| in·ve·ja |ê|
(latim invidìa, -ae )
nome feminino

1. Desgosto pelo bem alheio.

2. Desejo de possuir o que outro tem, geralmente acompanhado de ódio pelo possuidor.

não ter inveja a • Não ser somenos; não ficar atrás de.

Sinónimo Sinônimo Geral: INVÍDIA, ZELOTIPIA
in·ve·jar in·ve·jar – Conjugar
verbo transitivo

1. Ter inveja de.

2. Olhar com inveja.


substantivo feminino Sentimento de cobiça à vista da felicidade, da superioridade de outrem: ter inveja de alguém.
Sensação ou vontade indomável de possuir o que pertence a outra pessoa: ela tem inveja do marido da outra; ele tem inveja do seu chefe.
O objeto, os bens, as posses que são alvos de inveja: seu carro importado era a inveja dos vizinhos todos.
Etimologia (origem da palavra inveja). Do latim invidia.


Inveja ou invídia, é um sentimento de angústia, ou mesmo raiva, perante o que o outro tem. Este sentimento pode gerar o desejo de ter exatamente o que o outro tem (tanto coisas materiais como qualidades inerentes ao ser), sendo isso uma possível consequência da inveja e não a inveja em si, podendo essa ter outras demais consequências ou não. Esse sentimento é comum na espécie humana e pode ser encontrado em outros animais além deste, demonstrando ter um marco biológico por trás de sua evolução através das espécies.A inveja pode ser definida como o sentimento de frustração e rancor gerado perante uma vontade não realizada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pois aquele que deseja tais virtudes é incapaz de alcançá-la, seja pela incompetência e limitação física, seja pela intelectual. Além disso, pode ser considerada um sintoma em certos transtornos de personalidade, como no Transtorno de Personalidade Borderline, no Transtorno de Personalidade Passivo-Agressiva e no Transtorno de Personalidade Narcisista.A inveja é um dos sete pecados capitais na tradição católica (CIC, número 1866).


bookmark_borderO que é alegria

alegria | s. f.
a·le·gri·a
(alegre + -ia )
substantivo feminino

1. Sentimento de grande contentamento, que geralmente se manifesta por sinais exteriores. = FELICIDADE, GÁUDIO, JÚBILO, REGOZIJO ≠ TRISTEZA

2. O que está na origem desse sentimento.

3. Acontecimento feliz.

4. Divertimento, festa.

5. [Botânica]   [Botânica]   O mesmo que gergelim.

6. [Botânica]   [Botânica]   Árvore liliácea do México.


substantivo feminino Estado de satisfação extrema; sentimento de contentamento ou de prazer excessivo: a alegria de ser feliz.
Circunstância ou situação feliz: é uma alegria tê-los em casa.
Condição de satisfação da pessoa que está contente, alegre.
Aquilo que causa contentamento ou prazer: seu projeto foi uma grande alegria para ele.
Ação de se divertir, de se entreter ou de alegrar alguém; divertimento.
[Botânica] Designação comum de gergelim (erva).
[Botânica] Aspecto comum de certas plantas, da família das amarantáceas, geralmente utilizadas como ornamentais ou para o consumo de suas folhas.
substantivo feminino plural [Popular] Alegrias. Designação comum atribuída aos testículos de animais.
Etimologia (origem da palavra alegria). Alegre + ia.


A alegria é um sentimento de contentamento, de prazer de viver, júbilo, satisfação, exultação. Nas pessoas, costuma ser expressa através de sorrisos.


bookmark_borderO que é ódio

ódio | s. m.
ó·di·o
(latim odium, -ii, ódio, aversão, ressentimento, má vontade, animosidade, irritação, desagrado, insolência )
substantivo masculino

1. Sentimento de intensa animosidade relativamente a algo ou alguém, geralmente motivado por antipatia, ofensa, ressentimento ou raiva. = AVERSÃO, REPULSA ≠ AMIZADE, AMOR

2. Objecto desse sentimento.


substantivo masculino Sentimento de profunda inimizade.
Aversão instintiva direcionada a; antipatia, repugnância.
Paixão que conduz ao mal que se faz ou se deseja a outrem.
Ira contida; rancor violento e duradouro.
Sentimento de repulsão; horror.
expressão Ódio mortal ou ódio figadal. Sentimento de ódio muito intenso e leva uma pessoa a desejar a morte de outra.
Etimologia (origem da palavra ódio). Do latim odium.


O ódio (do latim odiu), também chamado de execração, raiva, rancor e ira, é um sentimento intenso de raiva e aversão. Traduz-se na forma de antipatia, aversão, desgosto, rancor, inimizade ou repulsa contra uma pessoa ou algo, assim como o desejo de evitar, limitar ou destruir o seu objetivo. O ódio pode se basear no medo, justificado ou não. É descrito com frequência como o contrário do amor ou da amizade; outros, no entanto, como Elie Wiesel, consideram a indiferença como o oposto do amor.


bookmark_borderO que é ira

ira | s. f. 3ª pess. sing. pres. ind. de irar 2ª pess. sing. imp. de irar Será que queria dizer irá?
i·ra
substantivo feminino

1. Cólera; raiva, indignação; fúria, violência.

2. Castigo, vingança (da divindade).
i·rar i·rar – Conjugar
verbo transitivo

1. Encolerizar, irritar.verbo pronominal

2. Encher-se de ira.


substantivo feminino Raiva, sentimento intenso e permanente de ódio, mágoa e rancor que, normalmente contra uma ou algumas pessoas, é gerado por uma ofensa, dando origem a uma situação agressiva.
Manifestação desse sentimento ou o que é causado por ele: sua ira acabou causando o fim do seu casamento.
[Por Extensão] Indignação agressiva, violenta: a ira do povo!
[Por Extensão] Vingança ou sentimento impulsionado pelo desejo de se vingar: não se deve brincar com a ira dos deuses.
Etimologia (origem da palavra ira). Do latim ira.ae.


A Ira (do latim Ira ) ou raiva (do latim rabia, em vez de rabie) é uma das emoções mais intensas e frequentes sentidas cotidianamente. Para muitos psicólogos e neurocientistas atuais, a raiva é considerada uma emoção básica que pode ser definida em termos gerais como uma pretensão de causar dano e hostilizar alguém. Sua expressão é associada a diversas psicopatologias, tais como Transtorno de Personalidade Borderline, Transtorno de personalidade antissocial e Transtorno Explosivo Intermitente. Em indivíduos saudáveis, a raiva é desencadeada quando uma meta significativa é frustrada por ações impróprias de agentes externos.
Pode se expressar em um comportamento passageiro ou prolongado, podendo se manifestar comportamentalmente através da agressão. Outros nomes utilizados como sinônimo desse comportamento e sentimento são: fúria, cólera, ódio, rancor etc., que aplicam-se às distintas formas de expressão ou modulações desse sentimento. Enquanto manifestação do instinto de agressão, é extensível aos demais vertebrados.


bookmark_borderO que é arrogância

arrogância | s. f.
ar·ro·gân·ci·a
nome feminino

1. Sobranceria menosprezadora.

2. Altivez que deixa ver o pouco caso que se faz do adversário.

3. Insolência.


substantivo feminino Prepotência; atitude de quem se sente superior aos demais ou da pessoa que assume um comportamento prepotente, desprezando os outros.
[Por Extensão] Ousadia; comportamento insolente, atrevido; ação desrespeitosa.
Ação ou efeito de arrogar, de atribuir a si próprio um benefício, direito ou poder.
Etimologia (origem da palavra arrogância). Do latim adrogantia; arrogantia.ae.


Arrogância é um forte orgulho ou atitude de extrema auto-importância, em particular, uma perda de contato com a realidade e superestima das próprias competências ou capacidades. A arrogância também está associada à falta de humildade e amor a si mesmo, as crianças criadas em torno da arrogância podem se tornar arrogantes.É uma atitude geralmente considerada prejudicial e que promove uma cultura negativa, algumas fontes, no entanto, também indicam que a arrogância significa se orgulhar e tomar autoria pelo trabalho de outro. A arrogância é diferente de autoconfiança ou autoestima sendo uma “proteção” para a insegurança.Segundo o psicanalista Abrão Slavutzky, a arrogância é um opositor dos opositores do humor, “o indivíduo arrogante não discute, não escuta, pois acredita, sinceramente, ter razão. Olha o mundo numa perspectiva de guerra, em que ou se está com ele ou contra ele” e que “a arrogância da certeza é típica de uma atitude persecutória”.


bookmark_borderO que é simpatia

simpatia | s. f.
sim·pa·ti·a
substantivo feminino

1. Sentimento de atracção moral que duas pessoas sentem uma pela outra.

2. Tendência natural para uma coisa.

3. [Fisiologia]   [Fisiologia]   Relação que existe entre as acções e afecções de dois ou mais órgãos mais ou menos afastados entre si.

4. [Patologia]   [Patologia]   Influência mórbida que um órgão lesado exerce sobre outros órgãos que não são directamente atacados.

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Forma amistosa de tratamento (ex.: tudo bem, simpatia?).

6. [Brasil]   [Brasil]   Acto ou prática rituais que, por superstição, se faz para conseguir aquilo que se deseja (ex.: as simpatias para o amor são as mais procuradas).Confrontar: simpatria.


substantivo feminino Atração que algo ou alguém é capaz de provocar em outra pessoa.
Quem tem o hábito de ser muito delicado e agradável.
Sentimento de reconhecimento ou consentimento que se desperta em outra pessoa: obteve a simpatia do chefe.
Estado sentimental que se assemelha ao amor.
Capacidade de dar atenção aos sentimentos de uma outra pessoa.
Afeto que faz com que duas ou mais pessoas se mantenham unidas.
[Popular] Tipo de ritual ou ato supersticioso que se faz com o objetivo de obter aquilo que se deseja: simpatia para arrumar esposa.
Tendência para se solidarizar com: tinha simpatia por causas populares.
[Medicina] Compatibilidade entre corpos, estados ou humores (substâncias líquidas presentes num organismo).
[Medicina] Particularidade semelhante entre dois estados mórbidos, que ocasiona o desenvolvimento de sintomas.
[Gramática] Também utilizado como interlocutório pessoal: simpatia, pode trazer o cardápio para mim?
Etimologia (origem da palavra simpatia). Do latim sympathia.ae.


Simpatia (do grego sypatheia: syn, “junto” + pathos, “sentimento”) é a percepção, compreensão e reação ao sofrimento ou necessidade de outra forma de vida. Essa preocupação empática é impulsionada por uma mudança de ponto de vista, de uma perspectiva pessoal para a perspectiva de outro grupo ou indivíduo que está necessitado. David Hume explicou que este é o caso porque “as mentes de todos os homens são semelhantes em seus sentimentos e operações” e que “o movimento de um se comunica com o resto” de modo que as afetações passam prontamente de uma pessoa para outra, gerando movimentos correspondentes.


bookmark_borderO que é crueldade

crueldade | s. f.
cru·el·da·de
nome feminino

1. Qualidade de cruel.

2. Acto próprio de pessoa cruel.

3. Desumanidade.

4. Barbaridade.

5. Excessivo rigor.


substantivo feminino Perversidade; qualidade ou condição da pessoa cruel, de quem age com maldade, tirania, fazendo o mal.
Barbaridade; comportamento ou ação impiedosa, bárbara, sem piedade: não sei quem teve coragem de fazer essa crueldade.
Rigor; falta de clemência; ação implacável ou comportamento rigoroso: a crueldade do frio.
Etimologia (origem da palavra crueldade). Do latim crudelitas.atis.


A crueldade (do termo latino crudelitate) é a qualidade do que é cruel. Se define como uma resposta emocional de indiferença ou mesmo prazer diante do sofrimento e dor de outros. É considerada como um sinal de distúrbio psicológico pela Associação de Psiquiatria dos Estados Unidos. É observada tanto em crianças como em adultos. É um sinal clínico incluído em nosologia psiquiátrica, estando relacionado a desordens antissociais e de conduta. A propensão à crueldade se associa com a patologia sadomasoquista.


bookmark_borderO que é fanatismo

fanatismo | s. m.
fa·na·tis·mo
nome masculino

1. Paixão religiosa do fanático.

2. Facciosismo partidário.

3. Adesão cega e inconsiderada a um partido, uma opinião, uma pessoa.

4. [Figurado]   [Figurado]   Paixão excessiva.


substantivo masculino Sentimento de cuidado excessivo que pode levar a intolerância religiosa: fanatismo religioso.
[Por Extensão] Excesso de admiração (cega e veemente) demonstrada por algo ou por alguém (sistema, doutrina, partido político, religião, ídolos etc.).
Etimologia (origem da palavra fanatismo). Do francês fanatisme.


Fanatismo (do francês “fanatisme”) é o estado psicológico de fervor excessivo, irracional e persistente por qualquer coisa ou tema, historicamente associado a motivações de natureza religiosa ou política. É extremamente frequente em paranoides, cuja apaixonada adesão a uma causa pode avizinhar-se do delírio.
Em Psicologia, os fanáticos são descritos como indivíduos dotados das seguintes características:

1. Agressividade excessiva ;
2. Preconceitos variados;
3. Estreiteza mental;
4. Extrema credulidade quanto a um determinado “sistema”
5. Ódio;
6. Sistema subjetivo de valores;
7. Intenso individualismo;
8. Demora excessivamente prolongada em determinada situação/circunstância.O apego e cultivo, mesmo quando desmesurado, por determinados gostos e práticas (como costuma ocorrer com colecionadores de selos, revistas, etc) não configura, necessariamente, fanatismo. Para tanto, faz-se preciso que a conduta da pessoa seja marcada pelo radicalismo e por absoluta intolerância para com todos os que não compartilhem suas predileções.
De um modo geral, o fanático tem uma visão-de-mundo unilateral, rígida, cultivando a dicotomia bem/mal, onde o mal reside naquilo e naqueles que contrariam seu modo de pensar, levando-o a adotar condutas irracionais e agressivas que podem, inclusive, chegar a extremos perigosos, como o recurso à violência para impor seu ponto de vista.