bookmark_borderO que é vértebra

substantivo feminino [Anatomia] Cada um dos vinte e quatro ossos que constituem a espinha dorsal do homem.
Cada um dos ossos análogos às vértebras em outros animais.
Vértebra basilar. A última das lombares.
Vértebra proeminente. A sétima vértebra cervical cuja apófise espinhosa excede em comprimento todas as outras que lhe estão próximas.
Vértebras cervicais. As sete vértebras que ocupam a região cervical da coluna vertebral.
Vértebras coccigianas. Vértebras rudimentares (quatro ou cinco, soldadas) que formam o cóccix.
Vértebras dorsais ou vértebras toráxicas. As doze vértebras que ocupam a região dorsal da coluna vertebral.
Vértebras livres. Nome dado coletivamente às vértebras cervicais, dorsais e lombares.
Vértebras lombares. As cinco vértebras que ocupam a região lombar da coluna vertebral.
Vértebras pelvianas. Nome dado coletivamente às nove ou dez vértebras que constituem o cóccix e o sacro.
Vértebras sagradas. As cinco vértebras cuja soldadura forma o sacro.
Etimologia (origem da palavra vértebra). Do latim vertebra.ae.


As vértebras são os ossos que compõem a coluna vertebral dos vertebrados. Normalmente o ser humano possui um total de 33 vértebras, incluindo nesse número as cinco que se encontram fundidas e formam o sacro, e as quatro coccígeas.
As três regiões superiores compreendem 24 vértebras e são classificadas em: cervicais (7 vértebras), torácicas (12 vértebras) e lombares (5 vértebras), de acordo com a zona em que se encontram.
Este número é por vezes aumentado por uma vértebra adicional numa região, ou diminuído numa região, sendo que esta deficiência é frequentemente compensada por uma vértebra extra noutra região. O número de vértebras cervicais é, no entanto, muito raramente aumentado ou diminuído. Cada par de duas vértebras é separado por duas aberturas chamadas incisuras superior e inferior. A articulação dessas vértebras forma o forame intervertebral, de onde saem os nervos espinhais.


bookmark_borderO que é sacro

sacro | adj. | adj. s. m.
sa·cro
(latim sacer, -cra, -crum, sagrado, divino )
adjectivo adjetivo

1. Venerável; sagrado.

2. Que é relativo a ritos e ofícios religiosos (ex.: música sacra).adjectivo e nome masculino adjetivo e nome masculino

3. [Anatomia]   [Anatomia]   Relativo a ou osso triangular que está no fundo da coluna vertebral.


adjetivo De teor religioso; relativo à religião e aos rituais religiosos: arte sacra.
[Figurado] Que merece respeito, veneração; sagrado: sacro ofício.
[Anatomia] Relativo ao osso sacro; sacral.
substantivo masculino Osso piramidal situado na coluna vertebral, na região inferior ao cóccix; osso sacro.
expressão Sacro Colégio. Colégio de cardeais.
Etimologia (origem da palavra sacro). Do latim sacer, cra, crum.


O sacro (plural: sacra ou sacrums) é um osso grande e triangular localizado na base da coluna vertebral e na porção superior e posterior da cavidade pélvica, onde está inserido como uma fatia entre os dois ossos do quadril. Sua parte superior se conecta com a última vértebra lombar, e sua parte inferior com o osso da cauda ou cóccix (S1 a S5) entre 18 e 30 anos de idade.


bookmark_borderO que é osso

osso | s. m. | s. m. pl.
os·so |ô| os·so |ô|
(latim ossum, -i )
substantivo masculino

1. Parte dura e sólida que forma a armação do corpo dos vertebrados.

2. Cada um dos fragmentos ou partes dessa armação.

3. [Figurado]   [Figurado]   Dificuldade, contrariedade.

4. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Namorada, amante ou esposa.

5. O que há de desagradável em alguma coisa.
ossossubstantivo masculino plural

6. Restos mortais.

7. [Informal]   [Informal]   As mãos (ex.: deixe-me apertar esses ossos).

8. [Informal]   [Informal]   O corpo.

em osso • Em pêlo ; sem arreios.

• Que só tem as paredes.

osso da sorte • [Informal]   • [Informal]   Osso em forma de forquilha pequena, que corresponde, no esqueleto das aves, à fusão das duas clavículas. = FÚRCULA

osso de correr • Osso de tutano.

osso duro de roer • Coisa ou pessoa muito difícil.

osso inominado • Osso ilíaco.

osso marsupial • [Anatomia]   • [Anatomia]   Lâmina óssea no fundo da cavidade cotilóide do osso ilíaco.

ossos da suã • Os ossos do espinhaço do porco.

ossos do ofício • Conjunto dos problemas ou desvantagens inerentes a uma função ou a uma actividade .

osso zigomático • [Anatomia]   • [Anatomia]   Cada um dos dois ossos salientes da face, abaixo dos olhos, que forma a zona da bochecha e parte da órbita ocular; cada um dos dois ossos das maçãs do rosto. = MALAR, ZIGOMAPlural: ossos |ó|. Plural: ossos |ó|.


substantivo masculino Parte dura e sólida que forma o esqueleto do corpo do homem e dos animais vertebrados: o corpo humano é composto por 206 ossos.
Parte que compõe esse esqueleto: osso do braço.
[Figurado] Algo muito complicado, trabalhoso: o projeto vai ser osso de fazer.
[Figurado] Alguém de personalidade difícil, desagradável: meu chefe é osso.
[Figurado] Aquilo que impede a evolução ou a realização de algo; empecilho.
expressão Osso duro de roer. Coisa que apresenta grandes dificuldades.
Ossos do ofício. Dificuldades inerentes ao exercício de uma profissão.
Até à medula dos ossos. De modo profundo; profundamente.
Em carne e osso. Em pessoa; pessoalmente.
Moer ou quebrar os ossos de alguém. Bater, dar uma surra em alguém.
Roer os ossos. Desfrutar apenas os restos; ter só os incômodos, sem auferir nenhuma vantagem ou lucro.
Ficar pele e osso; estar pele e osso. Ser ou estar muito magro.
Etimologia (origem da palavra osso). Do latim ossum.


O osso (do latim ossu) é cada uma das peças formadas por tecido rígido que compõe os esqueletos dos vertebrados. O conjunto dos ossos de um animal é o esqueleto, que sustenta o corpo e serve de apoio para os músculos, permitindo, assim, o movimento, principalmente pelo princípio da alavanca. Certos conjuntos de ossos protegem alguns órgãos internos, como o crânio, que protege o cérebro.
Nem todos os animais vertebrados possuem ossos em seu esqueletoː por exemplo, o tubarão possui esqueleto exclusivamente cartilaginoso.
Os ossos também possuem relação com o metabolismo do cálcio, e a medula óssea está relacionada com a formação das células do sangue. O estudo dos ossos chama-se osteologia. O esqueleto humano adulto tem normalmente 206 ossos com sua identificação própria, mais um número variável de ossos sesamoides (pequenos ossos de diversas partes do corpo – o nome faz alusão à semente de sésamo, pela semelhança no formato).


bookmark_borderO que é clavícula

clavícula | s. f.
cla·ví·cu·la
(latim clavicula, -ae, pequena chave )
substantivo feminino

[Anatomia]   [Anatomia]   Osso do ombro que articula com o esterno e o úmero.


substantivo feminino [Anatomia] Cada um dos dois ossos logos e recurvados que (localizados na região superior do tórax) une o tórax aos ombros.
[Anatomia] Nos insetos, refere-se à coxa de suas pernas anteriores.
Etimologia (origem da palavra clavícula). Do latim clavicula.ae.


A clavícula, do latim clavicula (pequena chave), é um osso par presente no esqueleto humano que liga os membros superiores ao tronco. É palpável em toda a sua extensão, e classificada como osso longo, porém sem cavidade medular (medula óssea), consistindo de osso esponjoso (trabecular) com revestimento de osso compacto. O formato dela é de um “S” suave, com os dois terços mediais dela sendo convexos anteriormente e o terço lateral sendo côncavo anteriormente (a junção do terço medial com o terço lateral é onde mais ocorre fraturas nesse osso)[carece de fontes?]. Junto com os músculos deltóide e peitoral maior, dá forma ao trígono clavipeitoral, onde pode ser palpado o processo coracóide da escápula.


bookmark_borderO que é exosqueleto

exosqueleto | s. m.
e·xos·que·le·to |zò…ê| e·xos·que·le·to |zò…ê|
(exo- + esqueleto )
substantivo masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]   Estrutura externa que suporta o corpo de certos invertebrados.

2. [Zoologia]   [Zoologia]   Revestimento ósseo ou córneo de alguns vertebrados.

Sinónimo Sinônimo Geral: EXOESQUELETO


substantivo masculino Zoologia Formação esqueletal externa de certos animais (a concha dos moluscos, a carapaça dos artrópodes etc.); exoesqueleto.


Em zoologia, chama-se exoesqueleto (literalmente significa “externo/exterior”) à cutícula resistente, mas flexível, que cobre o corpo de muitos animais e protistas, fornecendo proteção para os órgãos internos, suporte para os músculos e evita também a perda de água.
As asas e outros apêndices dos artrópodes são formadas por expansões do exoesqueleto. Apesar das vantagens, o exoesqueleto configura-se como fator limitante ao crescimento dos animais, que necessitam realizar a ecdise, o processo no qual o animal deixa o seu exoesqueleto para aumentar de tamanho.


bookmark_borderO que é fabela

fabela | s. f.
fa·be·la |é| fa·be·la |é|
nome feminino

Pequena fábula.


substantivo feminino Pequena fábula.
[Anatomia] Pequena fibrocartilagem no tendão do músculo gastrocnêmio.
Etimologia (origem da palavra fabela). Do latim fabella.


Fabela, no contexto da medicina, é um osso sesamoide situado na cabeça lateral do músculo gastrocnêmio nos membros inferiores.
Em 1918, a fabela estava presente em 11% da população mundial, o que fazia os cientistas acreditarem que o osso estava desaparecendo com a evolução humana. Em 2018, porém, 39% da população mundial apresentava este osso.
A sua função ainda é um mistério para a ciência. Já sua importância se deve, principalmente, por este ser bastante confundido com um fragmento ósseo ou um corpo estranho em radiografias da área. Segundo o pesquisador Michael Berthaume, do departamento de bioengenharia do Imperial College de Londres, “a fabela pode se comportar como outros ossos sesamoides, ajudando a reduzir o atrito nos tendões e redirecionando as forças dos músculos ou, como no caso da rótula, aumentando a força mecânica do músculo”.


bookmark_borderO que é escápula

escapula | s. f. escápula | s. f. Será que queria dizer escapula?
es·ca·pu·la
nome feminino

Escapadela; escapatória.Confrontar: escápula.

es·cá·pu·la es·cá·pu·la
(latim scapulae, -orum, espáduas, ombros, dorso, costas )
nome feminino

1. Prego de cabeça revirada.

2. Espaço entre o vazamento de um cunhal e a quina da primeira pedra do mesmo cunhal.

3. [Anatomia]   [Anatomia]   Osso que forma a parte posterior do ombro. = OMOPLATAConfrontar: escapula.


substantivo feminino Espádua ou omoplata; osso de forma triangular que, juntamente com a clavícula e o úmero, compõe a articulação do ombro.
[Zoologia] Aspecto comum a variadas estruturas anatômicas presentes nos insetos que se assemelham à omoplata.
[Figurado] Esteio; o que se usa para apoiar, dar apoio.
Prego cuja cabeça dobrada é usada como base para a elevação de um objeto.
Etimologia (origem da palavra escápula). Do latim scapula; scapulae.arum.


A escápula, espádua ou omoplata é um osso grande, par e chato, localizado na porção póstero-superior do tórax, que juntamente com a clavícula forma a cintura escapular ou espádua, permitindo a união de cada membro superior ao tronco. É classificado como osso plano(chato) e tem uma parte translúcida.
No plano coronal ou frontal, tem formato triangular, e possui três ângulos(ângulo inferior, ângulo lateral e ângulo superior), duas faces (anterior e posterior) e três bordos (superior, interno e externo).
Na sua face posterior, encontra-se a espinha da omoplata, que pode ser facilmente apalpada, e que termina numa Apófise volumosa,o acrômio, em cujo bordo interno apresenta uma faceta articular para a clavícula. Possui também um processo coracoide, que tem o formato de um dedo flectido, e localiza-se inferior ao acrômio, e que serve para inserção muscular; o processo coracoide pode ser apalpado no trígono clavipeitoral.
O ângulo externo da omoplata apresenta a Cavidade glenoidal, é uma escavação da escápula , localizada póstero-lateralmente, que se articula com a cabeça do úmero. Há também uma incisura escapular e três fossas: subescapular (localiza-se em posição inferior nos quadrúpedes), infraespinhal e supraespinhal.
Os principais músculos que inserem (distal ou proximalmente) na escápula são:

músculo peitoral menor (processo coracoide)
músculo subescapular (fossa supescapular)
músculo infraespinhal e músculo supraespinhal
músculo romboide maior e músculo romboide menor (borda medial posterior)
músculo serrátil anterior (borda lateral anterior)
músculo redondo maior e músculo redondo menor (borda lateral posterior)
músculo levantador da escápula (borda superior posterior)
músculo bíceps braquial
músculo coracobraquial


bookmark_borderO que é falange

falange | s. f.
fa·lan·ge
(latim phalanx, -angis, do grego fálagks, -aggos, linha de batalha )
substantivo feminino

1. Corpo de infantaria, na antiga milícia grega.

2. [Linguagem poética]   [Linguagem poética]   Qualquer corpo de tropa.

3. [Figurado]   [Figurado]   Multidão, legião, bando, partido.

4. [Anatomia]   [Anatomia]   Cada um dos ossos que formam os dedos das mãos e dos pés.

5. [Anatomia]   [Anatomia]   Osso dos dedos da mão que se articula com o metacarpo. = FALANGE PROXIMAL

6. [Anatomia]   [Anatomia]   Osso dos dedos do pé que se articula com o metatarso. = FALANGE PROXIMAL

7. [Filosofia, Sociologia]   [Filosofia, Sociologia]   Sistema comunal de famílias operárias imaginado por Charles Fourier.

falange distal • [Anatomia]   • [Anatomia]   Cada uma das falanges dos dedos mais afastadas do centro da mão ou do pé e que têm unha. = METAFALANGE

falange média • [Anatomia]   • [Anatomia]   Osso médio dos dedos que têm três falanges, entre a falange proximal e a falange distal. = FALANGE MEDIAL, FALANGINHA, MESOFALANGE

falange medial • [Anatomia]   • [Anatomia]   O mesmo que falange média.

falange proximal • [Anatomia]   • [Anatomia]   Cada uma das falanges dos dedos mais próximas do centro da mão ou do pé. = FALANGEConfrontar: flange.


substantivo feminino Cada um dos pequenos ossos que compõe os dedos das mãos e dos pés.
[Militar] Formação de combate usada pelos antigos gregos, composta por tropas de infantaria fortemente armadas que se agrupavam em filas cerradas para o ataque, possuía grande capacidade ofensiva, mas nenhuma flexibilidade.
[Por Extensão] Corpo de tropas; tropa de infantaria.
[Figurado] Agrupamento numeroso de pessoas; multidão.
[História] Organização política espanhola que se pauta em ideais fascistas italianos.
[Religião] Reunião das entidades que se encontra dentro de uma mesma linha ou da faixa de vibração; essa linha ou faixa de vibração.
Etimologia (origem da palavra falange). Do grego phalágx, “batalhão de infantaria”; pelo latim phalange.


As falanges são os ossos que formam os dedos das mãos e pés dos vertebrados. Também se dá esta designação aos artículos dos tarsos dos insetos. Nos hominídeos, cada dedo tem três falanges, excepto o polegar e o hálux (o “dedo grande do pé”), que têm apenas duas. As falanges têm nomes diferentes, conforme sua posição:

Falange proximal, articulam com os metacarpais ou metatarsais,
Falange média (ou “falanginha”) e
Falange distal (ou “falangeta”), nas extremidades dos dedos.
A principal função das falanges é da mobilidade as dedos.Nos outros vertebrados, principalmente nos ungulados, o número de falanges pode estar reduzido, ou algumas falanges fundidas.


bookmark_borderO que é sínfise

sínfise | s. f.
sín·fi·se
nome feminino

1. [Anatomia]   [Anatomia]   Conjunto das estruturas que mantêm dois ou mais ossos numa união semimóvel, geralmente com tecido fibrocartilaginoso ou ligamentos periféricos (ex.: sínfise intervertebral; sínfise mandibular; sínfise púbica).

2. [Medicina]   [Medicina]   Aderência patológica de duas estruturas anatómicas , geralmente dois folhetos de uma membrana serosa.


substantivo feminino [Anatomia] Articulação de pouca mobilidade, formada de tecido conjuntivo elástico: sínfise pubiana.
[Patologia] Aderência anormal de dois folhetos de uma serosa: sínfise pleural, pericardíaca.


Uma sínfise é um tipo de articulação permanente, do tipo anfiartrose, em que a cartilagem fibrosa une dois ossos e permite pouca movimentação. As superfícies adjacentes são unidas por cartilagem do tipo fibrosa (fibrocartilagem). Não contem membrana sinovial.As sínfises do corpo humano são:

Discos intervertebrais (entre vértebras);
Sínfise púbica (entre os púbis no osso da cintura pélvica);
Sínfise manúbrio-esternal (entre o manúbrio e o corpo do esterno);
Sínfise xifoesternal;
Sínfise sacrococcígea (entre o sacro e o cóccix);
Sínfise Mentoniana (entre as duas hemipartes da mandíbula)..Permitem pouco movimento e tem pouca elasticidade, porém são resistentes, estáveis e permitem certa flexibilidade.


bookmark_borderO que é cóccix

cóccix | s. m. 2 núm.
cóc·cix |csis| cóc·cix |csis|
(latim coccyx , -ygis, do grego kokkuks, -ugos, cuco )
nome masculino de dois números

[Anatomia]   [Anatomia]   Pequeno osso que remata inferiormente a coluna vertebral, constituído por quatro vértebras soldadas, e que articula com o osso sacro. = COCCIGE
Ver também dúvida linguística: plural de pneumotórax.


substantivo masculino Osso formado por três ou quatro vértebras situado na extremidade inferior da coluna vertebral.


O cóccix (pronuncia-se “cók-sis”) é um pequeno osso da parte inferior da coluna vertebral. É constituído por quatro vértebras coccígeas, soldadas entre si, sendo as inferiores progressivamente menores. A vértebra superior apresenta uma faceta elíptica que se articula com o sacro. Atrás desta localizam-se duas saliências verticais denominadas pequenos cornos do cóccix. De cada lado encontram-se dois prolongamentos transversais denominados grandes cornos do cóccix.
O cóccix articula-se com o sacro através dos seguintes ligamentos:

O ligamento interósseo é uma fibrocartilagem localizada entre as respectivas superfícies articulares.
O ligamento sacro-coccígeo posterior une a extremidade inferior da crista sagra às faces posteriores das 2ª ou 3ª vértebras coccígeas
Os ligamentos sacro-coccígeos laterais são constituídos por dois feixes, um medial unindo o sacro aos pequenos cornos do cóccix, e outro lateral unindo o sacro aos grandes cornos do cóccix.