bookmark_borderO que é declive

declive | s. m. | adj. 2 g.
de·cli·ve
(latim declivis, -e, inclinado )
substantivo masculino

1. Grau de inclinação de uma superfície. = DECLÍVIO, PENDOR

2. Terreno inclinado, especialmente em relação a quem desce. = LADEIRA, RAMPAadjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

3. Que forma ladeiras. = ACLIVE, INCLINADO, ÍNGREME

4. [Figurado]   [Figurado]   Que está em decadência. = DECADENTEConfrontar: aclive.


adjetivo, substantivo masculino Leve inclinação para baixo percebida num terreno e/ou solo; declividade.
Diz-se do que se situa numa altura que vai diminuindo quando é percorrida: esta estrada possui um declive.
[Por Extensão] Que ou aquilo que está em declínio: nação em declive.
Geografia. Numa superfície, o grau de inclinação; declividade.
Etimologia (origem da palavra declive). Do latim declivis.e.


Em matemática, o declive mede a inclinação de uma reta face ao eixo das abcissas. Coincide com a tangente do ângulo formado pela reta e por esse eixo. Dada uma reta representada por y = ax + b, diz-se que a representa o seu declive. Em geografia fala-se de nivelamento.


bookmark_borderO que é paralelismo

paralelismo | s. m.
pa·ra·le·lis·mo
nome masculino

1. Estado de duas linhas ou de duas superfícies paralelas.

2. [Figurado]   [Figurado]   Simetria, correspondência.

paralelismo do eixo da Terra • Propriedade que tem o eixo da Terra de se conservar sensivelmente paralelo a si mesmo em todos os pontos da curva que a Terra descreve anualmente em volta do Sol.


substantivo masculino Estado do que é paralelo (equidistante, semelhante).
[Figurado] Correspondência entre duas coisas ou situações.
[Gramática] Identidade, similitude ou correspondência entre estruturas frasais, quanto ao ritmo, ao valor sintático, ao significado.
[Literatura] Repetição simétrica de palavras ou de versos, especialmente encontrada em textos do trovadorismo.
Etimologia (origem da palavra paralelismo). Paralelo + ismo.


Em geometria, paralelismo é uma noção que indica se dois objetos (retas ou planos) estão na mesma direção.


bookmark_borderO que é convexo

convexo | adj.
con·ve·xo |cs| con·ve·xo |cs|
adjectivo adjetivo

1. Que tem saliência curva.

2. Arredondado exteriormente; curvo.


adjetivo Cuja forma é relativamente arredondada para fora; de exterior curvo; arredondado: a parte externa de uma esfera é convexa.
Ver também: côncavo.
Etimologia (origem da palavra convexo). Do latim convexus.a.um.


Um conjunto de pontos, isto é, uma figura ou uma região, é convexo se, para todos os pares de pontos do conjunto, os segmentos formados estiverem inteiramente contidos no conjunto.A necessidade de se distinguir figuras convexas de não convexas prende-se ao fato de que estas raramente podem ser estudadas com formulações gerais, ou seja, não se conseguem para figuras não convexas fórmulas genéricas no cálculo ou relacionamento de seus elementos.
Curva convexa: Aquela na qual qualquer segmento de recta unindo dois de seus pontos está mais afastado do observador que o trecho da curva entre esses pontos.
Superfície convexa: Aquela na qual qualquer segmento de reta unindo dois de seus pontos está mais afastado do observador que a curva projetada por essa recta na superfície.
Polígono convexo: Aquele em que se unirmos dois pontos quaisquer, eles jamais passarão pelo lado de fora do polígono. Para um polígono ser convexo, quaisquer dos pontos tem que estar dentro dessa regra.


bookmark_borderO que é côncavo

côncavo | adj. | s. m. Será que queria dizer concavo?
côn·ca·vo
(latim concavus, -a, -um )
adjectivo adjetivo

1. Cuja superfície tem uma concavidade. = CAVADO, CAVO, COVO, FUNDO ≠ CONVEXO, SALIENTEsubstantivo masculino

2. Concavidade.

3. Forma côncava.


adjetivo Cuja superfície é mais profunda no centro do que na extremidade, ou borda: espelho côncavo.
Enfunado; que apresenta um desnível na superfície.
substantivo masculino Concavidade; o que apresenta essa parte mais funda no centro.
Ver também: convexo.
Etimologia (origem da palavra côncavo). Do latim concavus.


Curva côncava: Aquela na qual qualquer segmento de reta unindo dois de seus pontos está mais próximo do observador que o trecho da curva entre esses pontos.
Superfície côncava: Aquela na qual qualquer segmento de reta unindo dois de seus pontos está mais próximo do observador que a curva projetada por essa reta na superfície.
Polígono côncavo:Quando, num polígono, dois pontos quaisquer que estão dentro do polígono se unem tendo que passar pelo lado de fora do polígono. Um polígono só será côncavo desde que ao menos dois pontos estejam dentro dessa norma.


bookmark_borderO que é aresta

aresta | s. f.
a·res·ta |é| a·res·ta |é|
(latim arista, -ae, barba de espiga, espiga )
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]   Prolongamento fino e pontiagudo da inflorescência das gramíneas. = ARISTA, BARBA, PRAGANA

2. Palhinha, argueiro.

3. A menor porção possível.

4. Saliência com forma angulosa (ex.: aresta da pedra; aresta do móvel). = ESQUINA, QUINA

5. [Geometria]   [Geometria]   Intersecção de dois planos.

6. [Geometria]   [Geometria]   Encontro de duas faces de um sólido (ex.: o cubo tem 12 arestas iguais).

7. Linha divisória das vertentes.


substantivo feminino Interseção de duas vertentes de uma montanha.
[Arquitetura] Ângulo saliente.
[Botânica] A pragana da espiga do trigo etc.
Matemática Linha de interseção de dois planos ou duas superfícies que se cortam: um cubo possui doze arestas.
[Figurado] Aparar as arestas, superar as dificuldades, as divergências (entre pessoas, grupos etc.).


Na geometria, um aresta é um tipo específico de segmento de reta que liga dois vértices de um polígono, poliedro, ou polítopo de dimensão maior. Em um polígono, uma aresta é um segmento de reta em sua borda, e é frequentemente chamado de lado. Em um poliedro, ou de forma mais geral em um polítopo, uma aresta é um segmento de reta em que duas faces se intersectam. Um segmento que liga dois vértices mas que passa pelo interior ou pelo exterior não é uma aresta e, em vez disso é chamado de diagonal.


bookmark_borderO que é foco

foco | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de foçar Será que queria dizer foço?
fo·co |ó| fo·co |ó|
(latim focus, -i, lar, lareira, braseiro, casa, chama, pira )
substantivo masculino

1. Ponto onde se concentram os raios luminosos que passam por uma superfície transparente.

2. Ponto de convergência ou donde saem emanações. = CENTRO

3. Ponto ou lugar onde se concentram certos factos ou fenómenos . = CENTRO, SEDE

4. Candeeiro que concentra a luz num feixe estreito e que se pode orientar em várias direcções .

5. Ponto ou espaço onde se concentra um feixe de luz.

6. Lugar onde arde o combustível nos fornos. = FOGALHA

7. Recipiente de cachimbo onde arde o tabaco. = CHAMINÉ, FORNILHA, FORNILHO

8. [Geometria]   [Geometria]   Cada um dos dois pontos que, situados no eixo maior da elipse, estão equidistantes das extremidades deste eixo.

9. [Geometria]   [Geometria]   Ponto situado no eixo da parábola, distante do vértice um quarto do parâmetro.

10. [Geometria]   [Geometria]   Ponto no interior da hipérbole, tão distante do centro quanto vai deste ao ponto em que a assimptota é cortada pela tangente que sai do vértice da hipérbole.

em foco • Em destaque ou em discussão.
fo·çar fo·çar – Conjugar
(latim vulgar *fodiare, do latim fodio, -ere, cavar, escavar )
verbo transitivo e intransitivo

1. Revolver com o focinho.

2. Escavar (a terra ou o que a reveste.)Confrontar: fossar.

fo·car fo·car – Conjugar
(foco + -ar )
verbo transitivo

1. Pôr em foco. = ENFOCAR

2. Tomar por foco.

3. [Física]   [Física]   Fazer convergir para um ponto ou foco.

4. [Fotografia]   [Fotografia]   Ajustar um sistema óptico para obter uma imagem mais nítida.verbo transitivo e pronominal

5. Concentrar ou concentrar-se.

Sinónimo Sinônimo Geral: FOCALIZAR


substantivo masculino Ponto mais importante ou principal de: o foco da pesquisa.
Ponto central que dá origem a; centro: o foco das manifestações.
Ponto que recebe a convergência, que é alvo, de: foco das atenções.
[Ótica] Num sistema óptico, o ponto que faz convergirem os raios luminosos ou o feixe de ondas eletromagnéticas e sonoras.
[Medicina] Ponto que, sendo geográfico ou situado num organismo, identifica a localização de uma doença e assinala o local de sua propagação.
Aparelho usado para refletir a luz; refletor, spot.
Etimologia (origem da palavra foco). Do latim focus.i.


Foco em geral é tomado como o centro de e é nessa asserção que é tomada como o ponto onde se concentram os raios luminosos que passam por uma superfície transparente. Alternativamente é o ponto de convergência ou donde saem emanações.


bookmark_borderO que é centro

centro- | elem. de comp. centro | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de centrar
centro-
(latim centrum, -i, centro )
elemento de composição

Exprime a noção de centro ou de posição central (ex.: centroavante, centrossoma).
cen·tro cen·tro
(latim centrum, -i )
substantivo masculino

1. Ponto central equidistante de todos os pontos da circunferência ou da superfície de uma esfera.

2. Parte central.

3. Linha que divide uma superfície em duas partes iguais.

4. Lugar de maior movimento e onde de ordinário se tratam certos negócios.

5. Actor que representa personagens de idade.

6. Agrupamento dos principais influentes de um partido.

7. Casa em que se reúnem.

8. [Política]   [Política]   Conceito genérico que designa um conjunto de partidos, agentes políticos e população que partilha doutrinas, ideologias, orientações ou princípios considerados como estando, espectro político, entre a direita e a esquerda.

centro caliginoso • O inferno.

centro comercial • Espaço comercial onde se encontra um conjunto heterogéneo de lojas.

centro de terapia intensiva • [Brasil]   • [Brasil]   • [Medicina]   • [Medicina]   Sector de uma unidade hospitalar preparado para atender doentes que requerem atenção e vigilância especiais, por estarem em situação de alto risco (sigla: CTI).
cen·trar cen·trar – Conjugar
(centro + -ar )
verbo transitivo

1. Pôr no centro ou numa posição central. = CENTRALIZAR

2. [Mecânica]   [Mecânica]   Determinar um centro em.

3. Fazer coincidir numa série de centros para formar eixo.

4. Restabelecer o centro.

5. [Desporto]   [Esporte]   Atirar a bola para o centro ou para o grande eixo do terreno de jogo.verbo transitivo e pronominal

6. Tornar ou tomar como centro ou como foco (ex.: é preciso centrar a atenção no nosso objetivo ; centrou-se no trabalho).

Antónimo Antônimo Geral: DESCENTRAR


substantivo masculino Meio de um espaço qualquer: o centro da cidade.
[Figurado] O ponto principal: o centro dos negócios.
O tema principal: o centro da questão.
Conjunto de membros de uma assembléia política que se colocam igualmente distantes das opiniões extremas: um deputado do centro; governo do centro.
Nos esportes de equipe, jogador que se coloca no meio da linha de ataque.
[Brasil] Local de reunião de praticantes da umbanda e de outras seitas espíritas.
Matemática Ponto situado a igual distância de todos os pontos de uma linha ou de uma superfície curva: centro de um círculo.
Centro de figura, ponto situado de tal modo que todos os demais pontos da figura estejam situados simetricamente dois a dois em relação a ele: o ponto de encontro das diagonais de um retângulo é o centro da figura.


O centro, em geometria, é o ponto que está no meio de uma figura geométrica. É um conceito que varia em sua definição, dependendo da figura de que estamos tratando. Tal figura pode ter duas ou três dimensões.
Em um segmento, o centro é o ponto que se encontra na metade deste. No círculo, o centro é o ponto a partir do qual equidistam todos os pontos pertencentes à circunferência. Já na esfera, é o ponto do qual equidistam todos os pontos que pertencem à superfície.
Um triângulo, em particular, possui vários centros, entre eles: ortocentro, baricentro, incentro e circuncentro. Nos polígonos e nos poliedros, o centro é o ponto em que todas as diagonais que passam por ele são divididas em duas partes iguais.
Em uma figura qualquer, o centro é o ponto que equidista, aproximadamente, de qualquer ponto pertencente ao perímetro. O centro de uma figura plana ou de um sólido corresponde ao seu centro de gravidade.


bookmark_borderO que é pantógrafo

pantógrafo | s. m.
pan·tó·gra·fo
(panto- + -grafo )
nome masculino

1. Instrumento articulado, usado para transferir e copiar mecanicamente qualquer espécie de desenho ou gravura, podendo ser regulado para as mesmas ou para outras dimensões. = PENTÁGRAFO

2. Dispositivo articulado existente na parte superior de locomotivas, automotoras, eléctricos ou outros meios de transporte eléctrico para receber a corrente eléctrica da catenária.


substantivo masculino Instrumento composto de quatro réguas dispostas sob forma de paralelogramo articulado que permite reproduzir mecanicamente um desenho, em escala maior ou menor do que o original.
Conjunto de várias réguas ou lâminas que se articulam da mesma forma.
[Eletricidade] Dispositivo articulado de captação de corrente numa locomotiva elétrica, pelo atrito sob o fio de contato da catenária.


O pantógrafo (do grego pantos = tudo + graphein = escrever) é um aparelho utilizado para transferir e redimensionar figuras e que pode ser regulado de modo a executar também ampliações e reduções nas proporções desejadas.
O pantógrafo foi inventado em 1603 pelo astrónomo e jesuíta alemão Christoph Scheiner. É constituído por quatro barras (geralmente de madeira) articuladas, duas maiores e duas menores, que se mantêm paralelas duas a duas. As duas réguas menores estão por baixo e são articuladas entre si (sendo essa intersecção o pivô que traça por cima da imagem original) e às maiores nas extremidades; as maiores são colocadas sobre estas, com as articulações às menores situadas ao longo do seu comprimento (podendo ser regulada a sua posição para obter as proporções desejadas), e articuladas uma à outra numa das extremidades, conforme pode ser visto na imagem. A extremidade oposta de uma das barras maiores é fixa num ponto, e a outra é onde fica o lápis que vai desenhar a reprodução da imagem.


bookmark_borderO que é transversal

transversal | adj. 2 g. | s. f. | s. m.
trans·ver·sal
(transverso + -al )
adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

1. Que corta, que atravessa. = OBLÍQUO, TRANSVERSO

2. [Jurídico, Jurisprudência]   [Jurídico, Jurisprudência]   Colateral.substantivo feminino

3. Linha que corta ou que atravessa outra linha ou um plano.

4. Rua que cruza ou entronca noutra.substantivo masculino

5. Músculo transversal.


adjetivo Cujo caminho é obliquo tendo algo como referente: avenida transversal.
Que atravessa algo tendo alguma coisa como referente, não obrigatoriamente, na oblíqua.
Diz-se de uma rua que atravessa uma via principal ou nesta termina.
[Jurídico] Diz-se de relações de parentesco colaterais – sem vínculo linear: parentes transversais.
[Botânica] Que passa de modo perpendicular pelo eixo simétrico de crescimento de um órgão.
substantivo masculino [Anatomia] Designação dada aos diversos músculos que atravessam de modo transversal uma parte do corpo: o transversal do pescoço.
substantivo feminino Geometria. Designação comum da linha transversal: traçar uma transversal.
[Matemática] Reta que atravessa dois pontos de uma curva.
plural Transversais.
Etimologia (origem da palavra transversal). Transverso + al.


Um ente geométrico é transversal quando o seu sentido é oblíquo em relação a determinado referente.
Transversal é o nome dado à reta que cruza um par ou um feixe de retas paralelas. A reta transversal gera diferentes tipos de ângulos.Um plano pode ser transversal a uma superfície plana.


bookmark_borderO que é semelhança

semelhança | s. f.
se·me·lhan·ça
(semelhar + -ança )
substantivo feminino

1. Parecença.

2. Conformidade; analogia.

3. Imitação; confronto.

à semelhança de • De maneira idêntica ou análoga a; da mesma forma que (ex.: o prédio novo será feito à semelhança dos outros).

Sinónimo Sinônimo Geral: SIMILITUDE


substantivo feminino Característica do que é semelhante.
Em que há ou demonstra haver relação ou afinidade entre seres, coisas, pontos de vista; que possui algo em comum; analogia: estão casados, mas não demonstram semelhança alguma.
Que apresenta uma relação de conformidade entre o modelo e o resultado imitado: há semelhança entre o verdadeiro e a cópia.
Aquilo que pode ser visto no exterior; aparência ou aspecto.
Em que pode haver comparação entre uma ou mais coisas; confronto: não há relação de semelhança entre as obras.
Etimologia (origem da palavra semelhança). Semelhar + ança.


Em geometria, duas figuras são semelhantes se uma pode ser obtida a partir da outra por meio de isometrias e homotetias. Tanto em isometrias como em homotetias preserva-se os ângulos, duas figuras semelhantes têm a mesma forma, diferindo apenas pela sua posição e tamanho.