meio-termo

o que e meiotermo

meio-termo | s. m. mei·o·-ter·mo |ê| mei·o·-ter·mo |ê| nome masculino 1. Termo que se encontra a igual distância de dois extremos. 2. [Figurado]   [Figurado]   Solução ou decisão que estabelece equilíbrio entre posições divergentes. 3. [Figurado]   [Figurado]   Comedimento, eclectismo , moderação.Plural: meios-termos. Plural: meios-termos. Na lógica, um meio-termo é um termo que … Ler mais

refutação

o que e refutacao

refutação | s. f. derivação fem. sing. de refutar re·fu·ta·ção nome feminino 1. Discurso com o qual se prova a não razão de outro. 2. [Retórica]   [Retórica]   Discurso com que se responde a objecções . re·fu·tar re·fu·tar – Conjugar (latim refuto, -are, repelir, reprimir, conter, refutar, desmentir ) verbo transitivo 1. Destruir com … Ler mais

recíproca

o que e reciproca

recíproca | s. f. fem. sing. de recíproco reciproca re·cí·pro·ca substantivo feminino 1. Reciprocidade. 2. [Matemática]   [Matemática]   O inverso. re·cí·pro·co re·cí·pro·co (latim reciprocus, -a, -um ) adjectivo adjetivo 1. Que se dá ou faz em recompensa de coisa equivalente. = MÚTUO 2. [Gramática]   [Gramática]   Diz-se do verbo pronominal que indica acção … Ler mais

senso comum

substantivo masculino Conjunto de ideias e opiniões que é aceito pela maioria das pessoas de um grupo ou sociedade, geralmente imposto e desprovido de valor crítico; consenso, senso habitual: comentários de senso comum.Etimologia (origem de senso comum). Senso “juízo” + comum. Senso comum ou conhecimento vulgar é a compreensão do mundo resultante da herança fecunda … Ler mais

inferência

o que e inferencia

inferência | s. f. in·fe·rên·ci·a (inferir + -ência ) substantivo feminino 1. Acto ou efeito de inferir. 2. Dedução, conclusão. substantivo feminino Raciocínio concluído ou desenvolvido a partir de indícios: a dedução é um tipo de inferência.Processo intelectual segundo o qual é possível chegar a uma conclusão a partir de premissas.Raciocínio através do qual uma … Ler mais

sofisma

o que e sofisma

sofisma | s. m. 3ª pess. sing. pres. ind. de sofismar 2ª pess. sing. imp. de sofismar so·fis·ma nome masculino 1. Argumento capcioso com que se pretende enganar ou fazer calar o adversário. 2. [Popular]   [Popular]   Engano; logro. so·fis·mar so·fis·mar – Conjugar (sofismar + -ar ) verbo transitivo e intransitivo 1. Torcer (argumento … Ler mais

contingência

o que e contingencia

contingência | s. f. con·tin·gên·ci·a (latim contingentia, -ae, plural neutro de contingens, -entis, particípio presente de contingo, -ere, tocar, atingir, chegar a, ser vizinho de, encontrar, achar, acontecer ) nome feminino 1. Qualidade de contingente. 2. Facto possível, mas incerto. = EVENTUALIDADE 3. Possibilidade de algo acontecer (ex.: o ministério tem um plano de contingência … Ler mais

axioma

o que e

axioma | s. m. a·xi·o·ma |acsi| a·xi·o·ma |acsi| (latim axioma, -atis, do grego axíoma, -atos ) substantivo masculino Proposição tão evidente que não precisa ser demonstrada. substantivo masculino Evidência cuja comprovação é dispensável por ser óbvia; princípio evidente por si mesmo.Expressão que contém um sentido moral ou geral; provérbio, máxima ou sentença.[Matemática] Noção comum; afirmação … Ler mais

certeza

certeza | s. f. cer·te·za |ê| cer·te·za |ê| (certo + -eza ) substantivo feminino 1. Qualidade do que é certo. ≠ INCERTEZA 2. Coisa certa. 3. Adesão absoluta e voluntária do espírito a um facto , a uma opinião. 4. Ausência de dúvida. = CONVICÇÃO 5. Estabilidade. 6. Habilidade ou firmeza em trabalhos manuais. com … Ler mais

escopo

o que e escopo

escopo | s. m. es·co·po |ô| es·co·po |ô| (latim scopus, -i, do grego skopós, -oú, observador, espião, vigilante ) substantivo masculino 1. Local bem determinado a que se aponta para atingir. = ALVO, MIRA 2. Objectivo que se pretende atingir. = DESÍGNIO, FIM, INTUITO, PROPÓSITO 3. Limite ou abrangência de uma operação (ex.: ainda não … Ler mais