bookmark_borderO que é cemitério

cemitério | s. m.
ce·mi·té·ri·o
substantivo masculino

1. Terreno delimitado em que se enterram ou depositam os mortos. = CAMPO-SANTO

2. [Figurado]   [Figurado]   Lugar onde morreu muita gente.

3. Local onde se depositam coisas velhas ou inúteis (ex.: cemitério de carros).


substantivo masculino Lugar onde se enterram os mortos ou se guardam cadáveres.
[Figurado] Lugar onde ocorre muita mortandade, massacre, matança.
[Figurado] Lugar deserto e silencioso: meu bairro é um cemitério!
[Figurado] Local usado como depósito de coisas velhas e usadas.
Etimologia (origem da palavra cemitério). Do grego koimeterion; pelo latim coemeterium.


Cemitério, necrópole ou sepulcrário é o lugar onde são sepultados os cadáveres. Na maioria dos casos, os cemitérios são lugares de prática religiosa.
Por analogia, chama-se cemitério um lugar onde se enterram ou acumulam produtos, tipicamente resíduos e detritos (por exemplo, cemitério de resíduos nucleares).
A palavra “cemitério” (do termo latino tardio coemeterium, derivado do grego κοιμητήριον [kimitírion], a partir do verbo κοιμάω [kimáo], “pôr a jazer” ou “fazer deitar”) foi dada pelos primeiros cristãos aos terrenos destinados à sepultura de seus mortos. Os cemitérios ficavam, geralmente, longe das igrejas, fora dos muros da cidade: a prática do sepultamento nas igrejas e respectivos adros era desconhecida nos primeiros séculos da era cristã. A partir do século XVIII, criou-se um sério problema com a falta de espaço para os enterramentos nos adros das igrejas ou mesmo nos limites da cidade; os esquifes se acumulavam, causando poluição e doenças mortais, o que tornava altamente insalubres as proximidades dos templos. Uma lei inglesa de 1855 veio regular os sepultamentos, passando estes a serem feitos fora do centro urbano. A prática da cremação, cada vez mais frequente, permitiu dar destino aos corpos de maneira mais compatível com as normas sanitárias.

Em muitas cidades, existem cemitérios onde os ritos funerários são cumpridos de acordo com a respectiva religião (católica, protestante, judaica, islâmica) ou fraternidade (maçônica). Criaram-se, também, cemitérios nacionais para o sepultamento de chefes militares e figuras notáveis da vida pública, como o Cemitério Nacional de Arlington, perto de Washington DC, nos Estados Unidos.
Alguns cemitérios modernos rompem com a imagem tradicional das necrópoles com jazigos e monumentos de mármore, substituindo-os por parques arborizados (memorial parks), onde simples chapas de metal assinalam o local da sepultura.
Outra prática comum, pela questão espacial, é a verticalização dos cemitérios, onde os túmulos são dispostos uns sobre os outros e em andares para as visitações.


bookmark_borderO que é lápide

lápide | s. f. Será que queria dizer lapide?
lá·pi·de
(latim lapis, -idis, pedra )
nome feminino

1. Pedra com inscrição.

2. Laje sepulcral.


substantivo feminino Pedra que contém uma inscrição, ou epitáfio, em homenagem e em memória de alguém falecido, geralmente colocada sobre o seu túmulo.
Laje que se coloca sobre a sepultura, sobre o túmulo.
Etimologia (origem da palavra lápide). Do latim lapis.idis.


Lápide ou lápida é uma pedra que contém uma inscrição (epitáfio) gravada para registrar a morte de uma pessoa, normalmente localizada sobre o túmulo ou anexa a ele. Podem ter também o formato de uma placa de bronze (ou outro metal).


bookmark_borderO que é noviciado

noviciado | s. m.
no·vi·ci·a·do
(noviço + -ado )
nome masculino

1. Tempo que dura a preparação para professar em religião.

2. Estado de noviço ou de noviça.

3. Aprendizagem.


substantivo masculino Tempo de provação a que estão sujeitos os noviços, antes dos votos.
Conventos ou locais em que habitam os noviços.
[Figurado] Aprendizagem em geral.


Noviciado é o período da formação de um religioso ou de uma religiosa que precede a emissão de seus votos. O termo designa também o prédio e a comunidade onde se realiza este período. Noviço ou noviça é a designação dada à pessoa que se prepara, no noviciado, sob a direção de um mestre ou mestra, para a sua consagração religiosa.Na Igreja Católica, o Direito Canônico define que “o noviciado, com o qual se começa a vida no instituto, destina-se a que os noviços conheçam melhor a vocação divina, a vocação própria do instituto, façam experiência do modo de viver do instituto, conformem com o espírito dele a mente e o coração e comprovem sua intenção e idoneidade” (Cân. 646).Segundo a norma canônica o noviciado deve ter um tempo mínimo de duração de um ano e máximo de dois anos. O superior ou superiora do noviciado chama-se “mestre dos noviços” ou “mestre de noviças” e tem a responsabilidade de formá-los. O mestre deve, segundo o direito canônico, “ser membro do instituto, tenha professado os votos perpétuos e seja legitimamente nomeado”.Em muitas ordens e congregações religiosas o noviciado é precedido pelo postulantado e seguido pelo juniorado.


bookmark_borderO que é seminário

seminário | s. m.
se·mi·ná·ri·o
(latim seminarium, -ii )
nome masculino

1. [Pouco usado]   [Pouco usado]   Viveiro de plantas. = ALFOBRE, CRIADOURO, SEMENTEIRA

2. [Religião]   [Religião]   Estabelecimento onde recebem instrução os jovens que se destinam à carreira eclesiástica.

3. Reunião científica ou cultural para expor e discutir determinado assunto ou problema. = COLÓQUIO, CONGRESSO, SIMPÓSIO

4. Turma ou disciplina, geralmente do ensino superior, para estudo ou discussão de um tema ou tópico.

5. [Figurado]   [Figurado]   Centro de criação de algo. = VIVEIRO

seminário maior • [Religião]   • [Religião]   Estabelecimento onde os seminaristas recebem os primeiros anos de escolaridade ou a escolaridade obrigatória.

seminário menor • [Religião]   • [Religião]   Estabelecimento onde os seminaristas recebem os estudos escolares mais avançados.


substantivo masculino Estabelecimento em que se preparam pessoas que se querem dedicar à vida eclesiástica, religiosa.
Congresso científico ou cultural, com exposição seguida de debates.
Aula de nível universitário com exposição e discussão de temas específicos.
Mesa-redonda; simpósio, colóquio, congresso.
[Religião] Departamento eclesiástico em que se ensaiam os elementos de um coro.
[Religião] Instituição religiosa de preparação para quem deseja ser padre; alunos e corpo docente dessa instituição.
[Pouco Uso] Local usado para cultivar plantas; viveiro de plantas.
Etimologia (origem da palavra seminário). Do latim seminarium.ii, “viveiro de plantas”.


O seminário é uma instituição educacional dedicada à formação de seus candidatos ao cargo de ministro do evangelho. Os estudantes são os “seminaristas” e recebem preparação cultural e Teológica, bem como filosófica, e espiritual. Há os seminários católicos, que preparam os futuros padres e os seminários evangélicos que preparam os futuros Pastores de suas respectivas denominações.