bookmark_borderO que é estaminódio

estaminódio | s. m.
es·ta·mi·nó·di·o
(latim stamen, -inis, fio + -ódio )
substantivo masculino

[Botânica]   [Botânica]   Estame natural e rudimentar das orquídeas.


sm (lat stamen+ódio) Bot Estame estéril, desprovido de antera.


Estaminódio ou estaminoide é um termo botânico para estame de tamanho reduzido, rudimentar ou modificado, sem antera ou, raramente, antera sem pólen, não tendo a função original de produzir pólen, ou seja, é estéril. Às vezes tem a forma de uma pétala, sendo vistoso.
Os estaminódios estão frequentemente dissimulados e parecem estames. Normalmente ocorre no verticilo interior da flor.
Por vezes, os estaminódios estão modificados para produzir néctar, como no género Hamamelis.
Os estaminódios podem ser uma característica decisiva para diferenciar espécies, especialmente em orquídeas do género Paphiopedilum.


bookmark_borderO que é infrutescência

infrutescência | s. f.
in·fru·tes·cên·ci·a
substantivo feminino

[Botânica]   [Botânica]   Reunião de frutos provenientes das flores de uma inflorescência agrupada.


substantivo feminino [Botânica] Forma de frutificação resultante do desenvolvimento de uma inflorescência.


Assim como os frutos são resultado da fecundação das flores, as infrutescências (um cacho de uvas, por exemplo) são, a rigor, o resultado da fecundação de flores de uma inflorescência. Entretanto, um uso mais corrente do termo “infrutescência” é associado a conjuntos compactos de frutos, onde cada fruto situa-se contíguo ou aderente ao outro, de forma que o conjunto se assemelhe a um grande fruto. Apesar da aparência externa coesa, essas infrutescências podem ser reconhecidas pela sua estrutura interna, apresentando um eixo central ao longo de todo o seu comprimento, com os frutos (semelhantes a “gomos”) inseridos neste.

Algumas infrutescências são conhecidas popularmente e vendidas como frutas, a exemplo do abacaxi e da jaca; mas os verdadeiros frutos são os pequenos gomos encontrados nestas estruturas.
Infrutescências (que em Inglês se denominam multiple fruits ou collective fruits) não devem ser confundidas com frutos múltiplos: a infrutescência é um conjunto de frutos pequenos originados de várias flores separadas; os frutos múltiplos, como o morango a fruta-do-conde, a framboesa ou a amora da silva, originam-se de uma única flor cujo ovário é formado por diversos carpelos livres ou ligeiramente aderentes entre si. Assim, o morango é um fruto múltiplo de aquénios, a framboesa e a amora da silva são frutos múltiplos de drupas (ou drupéolas). .


bookmark_borderO que é racemo

racemo | s. m.
ra·ce·mo
(latim racemus, -i, cacho de uvas )
substantivo masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Conjunto de bagos de uva unidos pelo pedúnculo à mesma haste.

2. [Botânica]   [Botânica]   Conjunto de flores ou frutos dispostos em torno de um eixo comum.

Sinónimo Sinônimo Geral: CACHO, RACIMO


substantivo masculino [Botânica] Tipo de inflorescência em cacho.
Cada flor de uma planta racemosa possui uma haste própria e curta chamada pedicelo. Todos esses pedicelos crescem em uma mesma haste floral ou pedúnculo. Não há flor ou botão terminal na ponta do pedúnculo. A medida que o pedúnculo cresce, brotam também mais flores. Portanto, não há um número definido de flores em uma planta racemosa. Esse tipo de inflorescência é chamado inflorescência indefinida. O pedicelo de cada uma das flores brota na axila de folhinhas modificadas chamadas brácteas. O lírio-do-vale é um exemplo de planta racemosa.


Rácemo, racemo, racimo ou cacho é um tipo de inflorescência em que os pedicelos das flores se inserem em diversos níveis no eixo comum, a ráquis, atingindo diferentes alturas, e cujas flores se abrem sucessivamente na extremidade do ramo, conforme este vai crescendo, de maneira que as flores mais velhas ficam mais afastadas do ápice. Seu crescimento é indeterminado. Em alguns casos, quando o racemo é conspícuo, tal pode refletir-se no nome científico da planta, por exemplo a Cimicifuga racemosa.


bookmark_borderO que é inflorescência

inflorescência | s. f.
in·flo·res·cên·ci·a
substantivo feminino

[Botânica]   [Botânica]   Disposição geral das flores nos vegetais.


substantivo feminino Modo de agrupamento das flores numa planta; cacho, espiga, umbela, capítulo, cimo.
Conjunto dessas flores que se apresentam agrupadas.
[Botânica] Flor ou ramificação com flores definida pela presença de pedúnculo.
Etimologia (origem da palavra inflorescência). Do latim inflorescentia.ae.


Inflorescência é a parte da planta onde se localizam as flores, caracterizada pela forma como as das imagens, se dispõem umas em relação às outras. Normalmente consiste em um prolongamento semelhante ao caule, ou raque, provido de folhas modificadas chamadas brácteas. Nas axilas destas brácteas localizam-se as flores. Muitas famílias botânicas distinguem-se facilmente pelo seu tipo de inflorescência, como o espádice das Araceae, as umbelas das Apiaceae ou os capítulos das Asteraceae.


bookmark_borderO que é ressupinação

ressupinação | s. f.
res·su·pi·na·ção
(ressupinar + -ção )
substantivo feminino

1. Acto ou efeito de ressupinar.

2. [Botânica]   [Botânica]   Estado de uma flor em que a pétala inferior toma o lugar da superior.

3. [Botânica]   [Botânica]   Estado de uma folha que, podendo normalmente estar voltada para baixo, se volta para cima.


substantivo feminino [Botânica] Estado da flor cuja pétala inferior se torna superior, e da folha que, devendo estar voltada para baixo, se voltou para cima.


Ressupinação é o nome dado à torção de um órgão em 180º, ficando invertido em relação à posição “natural”.
É o caso do botão floral da maioria das orquídeas, em que, por torção do pecíolo, a pétala dorsal (neste caso o labelo) assume a posição ventral.
Como excepção, a flor da orquídea Zygopetalum frequentemente não ressupina.


bookmark_borderO que é endosperma

endosperma | s. m.
en·dos·per·ma |é| en·dos·per·ma |é|
nome masculino

[Botânica]   [Botânica]   Parte nutritiva do embrião dos vegetais.


substantivo masculino [Botânica] Tecido de substâncias nutritivas que envolve o embrião e constitui a massa principal das gramíneas; albume. (Var.: endospermo.).


O endosperma (albume ou albúmen) é um tecido vegetal que se encontra nas sementes de muitas angiospermas, e também nas gimnospermas (gênero Ephedra, do filo Gnetophyta com características mais próximas das angiospermas).
É um tecido de natureza triploide (com três conjuntos cromossómicos = 3n), no caso das angiospérmicas ou haploide, no caso das gimnospérmicas. Em alguns casos também poderá ser diploide, em angiospérmicas.


bookmark_borderO que é pseudobulbo

Palavra não encontrada. Sugerir a inclusão no dicionário da palavra pesquisada.


substantivo masculino [Botânica] Espécie de tubérculo situado nos entrenós de várias orquídeas e que contém substância aquosa.
Etimologia (origem da palavra pseudobulbo). Pseudo + bulbo.


Pseudobulbo (português brasileiro) ou pseudobolbo (português europeu) é a designação para uma forma especial de caule aéreo presente em orquídeas.
São estruturas espessadas, preenchidas por parênquima aqüífero, com funções de armazenamento de água e regulação do metabolismo de síntese de carboidratos. Assumem as mais diversas formas e tamanhos (desde os pequeninos pseudobulbos de Sophonitis cernua, do tamanho de grãos de milho, ao pseudobulbo de Cyrtopodium gigas, uma estrutura alongada com cerca de 1 metro de comprimento), que podem ser usadas para identificar algumas espécies de orquídeas.


bookmark_borderO que é caliptra

caliptra | s. f.
ca·lip·tra
substantivo feminino

1. [Botânica]   [Botânica]   Cápsula de certas plantas, como os musgos.

2. Espécie de touca das mulheres da antiga Roma.


substantivo feminino [Botânica] 1 Arquegônio de uma hepática ou de um musgo, quando distendido e modificado pelo crescimento do esporófito incluído.
Esse arquegônio quando forma uma coifa delgada sobre a cápsula de um musgo.
Coifa de raiz.
[Entomologia] Peça membranosa, em forma de concha, que se encontra na base das asas de certos insetos dípteros, especialmente dos do grupo Muscóideos ou Caliptrados.
Etimologia (origem da palavra caliptra). Do grego kalýptra.


Caliptra (do grego clássico καλύπτρα (kalúptra); “véu”) é o termo científico utilizado em botânica (morfologia vegetal) para descrever as estruturas em forma de coifa ou boné presentes na região apical de algumas flores e do esporófito dos briófitos. O nome é também por vezes aplicado à coifa terminal das raízes.


bookmark_borderO que é epifitismo

Palavra não encontrada (na norma europeia, na grafia pré-Acordo Ortográfico).

Será que queria dizer epifitismo?

Outras sugestões: espiritismo epicurismo epicíssimo eremitismo epigonismo espiritismos ineditismo epidídimo epifitismos (norma brasileira)
Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.


substantivo masculino Qualidade, estado de epífito.
Etimologia (origem da palavra epifitismo). Epi + fito + ismo.


Epifitismo é uma relação de inquilinismo entre duas plantas ou algas, na qual uma planta (epífita) vive sobre a outra (forófito), utilizando-se apenas de apoio e sem dela retirar nutrientes e sem estabelecer contato com o solo. O epifitismo é muito comum nas florestas tropicais e abundante em comunidades de algas. Nas florestas, sua evolução teve como característica marcante a conquista de melhores espaços, em termos de insolação, acompanhada por condições de maior estresse para aquisição de água e nutrientes. Em ambientes aquáticos, deve-se apenas a existência de substrato sólido e fixo disponível para colonização.


bookmark_borderO que é raiz

raiz | s. f.
ra·iz |a-í| ra·iz |a-í|
(latim radix, -icis )
substantivo feminino

1. [Botânica]   [Botânica]   Parte inferior das plantas, que geralmente cresce na direcção contrária à do crescimento do caule, com que elas se fixam ao solo e com que dele extraem água e sais minerais. = ESTIRPE

2. Parte inferior de algo. = BASE

3. Parte oculta, enterrada ou fixada noutra coisa.

4. [Anatomia]   [Anatomia]   Qualquer extremidade anatómica implantada num tecido ou num órgão (ex.: raiz do cabelo, raiz dos dentes, raiz das unhas).

5. [Anatomia]   [Anatomia]   Parte de um membro que está mais próxima do tronco (ex.: raiz do braço).

6. [Gramática]   [Gramática]   Parte de uma palavra que mantém sua significação básica e à qual se podem juntar afixos e desinências para formar flexões ou derivações. = RADICAL

7. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]   Segmento nuclear mínimo e irredutível que é comum às palavras da mesma família (ex.: as palavras elucidar, lucerna, lucidez, luz e translúcido têm a mesma raiz luc-).

8. Vínculo ou ligação moral (ex.: mudou de país e criou raízes).

9. Causa, origem ou fundamento de alguma coisa (ex.: queria descobrir a raiz do problema).

10. [Figurado]   [Figurado]   Princípio, germe.

11. [Matemática]   [Matemática]   Número que, multiplicado um certo número de vezes por si mesmo, produz o número que determina.

à raiz da carne • Junto ou ao rés da pele.

raiz cúbica • [Matemática]   • [Matemática]   Número ou expressão algébrica que, elevado ao cubo, produz aquele número (símbolo: ∛) [ex.: 3 é raiz cúbica de 27 porque 33=27].

raiz da unha • [Anatomia]   • [Anatomia]   Parte da cabeça do dedo onde a unha se encrava e adere. = SABUGO

raiz quadrada • [Matemática]   • [Matemática]   Número ou expressão algébrica que, multiplicado por si mesmo, produz aquele número (símbolo: √) [ex.: 3 é raiz quadrada de 9 porque 32=9].Plural: raízes. Plural: raízes.
Ver também dúvida linguística: acentuação de raiz, raízes e país.


substantivo feminino Órgão dos vegetais que fixa a planta no solo, absorvendo dele água e sais minerais indispensáveis à sua existência.
[Botânica] Parte por meio da qual um órgão é implantado em um tecido: raiz do dente, do cabelo etc.
Base de um objeto, geralmente enterrado no chão.
Parte situada na parte mais baixa de; base: raiz da montanha.
[Figurado] Princípio de; origem: cortar o mal pela raiz.
[Figurado] Algo que vincula; vínculo, elo: texto com raízes brasileiras.
[Figurado] Sentimento entre alguém e seu lugar de nascimento, sua cultura (mais usado no plural): lembrar de suas raízes.
[Odontologia] Parte do dente que está inserida no alvéolo dentário.
[Linguística] Morfema originário irredutível que contém o núcleo significativo comum a uma família linguística.
[Medicina] Aprofundação de certos tumores.
expressão Raiz de uma equação. Valor real ou complexo que satisfaz essa equação.
[Botânica] Raízes axiais (aprumadas). As que servem de eixo a outras raízes e radicelas: dente-de-leão, amor-dos-homens.
[Botânica] Raízes fasciculadas. Aquelas que saem em feixes do mesmo ponto; trigo.
Etimologia (origem da palavra raiz). Do latim radix.icis.


A raiz é o órgão da planta que tem duas funções principais: servir como meio de fixação ao solo e como órgão absorvente de água, compostos nitrogenados e outras substâncias minerais como potássio e fósforo (matéria bruta ou inorgânica). Quase sempre subterrânea. Há, no entanto, plantas dotadas de raízes especiais, como as figueiras com as suas raízes aéreas, e as plantas epífitas.