bookmark_borderO que é selfie

selfie | s. f. ou m.
selfie |sélfi|
(palavra inglesa )
nome feminino ou masculino

[Informal]   [Informal]   Fotografia que alguém tira a si mesmo, geralmente para publicação numa rede social. = AUTOFOTO, AUTOFOTOGRAFIA,AUTO-RETRATOPlural: selfies. Plural: selfies.


substantivo masculino e feminino Fotografia que alguém tira de si mesmo, geralmente utilizando um celular, para divulgar em redes sociais; autorretrato, fotografia: técnico da seleção brasileira de futebol posta selfie com os jogadores.
Etimologia (origem da palavra selfie). Forma Red. do inglês self-portrait; self + ie.


Selfie é uma fotografia, geralmente digital, que uma pessoa tira de si mesma (autorretrato). As selfies que envolvem várias pessoas fotografadas são conhecidos como “selfies em (ou de) grupo”.A palavra vem da adição ao substantivo self (em inglês “eu”, “a própria pessoa”) do sufixo -ie (“-inho(a)”), resultando “euzinho(a)”. Foi considerada a palavra internacional do ano de 2013 pelo Oxford English Dictionary.


bookmark_borderO que é autoestima

auto-estima autoestima auto-estima autoestima | s. f.
au·to·-es·ti·ma au·to·es·ti·ma au·to·-es·ti·ma au·to·es·ti·ma
(auto- + estima )
nome feminino

Apreço ou valorização que uma pessoa confere a si própria, permitindo-lhe ter confiança nos próprios actos e pensamentos.Plural: auto-estimas.• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: autoestima. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:auto-estima. • Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990:autoestima. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:auto-estima


substantivo feminino Qualidade de quem se valoriza, está satisfeito com seu modo de ser, com sua forma de pensar ou com sua aparência física, expressando confiança em suas ações e opiniões.
Etimologia (origem da palavra autoestima). Auto + estima.


Em psicologia, autoestima (pré-AO 1990: auto-estima) inclui uma avaliação subjetiva que uma pessoa faz de si mesma como sendo intrinsecamente positiva ou negativa em algum grau. A autoestima envolve tanto crenças autossignificantes (por exemplo: “eu sou competente/incompetente”, “eu sou benquisto/malquisto”) e emoções autossignificantes associadas (por exemplo: triunfo/desespero, orgulho/vergonha). Também encontra expressão no comportamento (por exemplo: assertividade/temeridade, confiança/cautela).
Se define, como William James (1892), o “si mesmo” como o conhecimento que o indivíduo tem de si próprio, pode-se dividir esse conhecimento em dois componentes distintos: um descritivo, chamado autoimagem, e outro valorativo, que se designa autoestima. Outros dois termos são muitas vezes usados como sinônimos de autoestima: autoconfiança e autoaceitação. Uma análise mais aprofundada desses termos indicam, no entanto, uma sutil diferença de uso: autoconfiança refere-se quase sempre à competência pessoal e é definida por Potreck-Rose e Jacob (2006) como a convicção que uma pessoa tem de ser capaz de fazer ou realizar alguma coisa, enquanto autoestima é um termo mais amplo, incluindo, por exemplo, conceitos sobre as próprias qualidades etc. Autoaceitação, por outro lado, é um termo ligado ao conceito de “aceitação incondicional” da abordagem centrada na pessoa de Carl Rogers e indica uma aceitação profunda de si mesmo, das próprias fraquezas e erros. A autoestima, a autoconfiança e a autoaceitação tendem a estar intimamente ligadas e se influenciam mutuamente. O significado prático dessa inter-relação será tratado mais abaixo (ver abaixo “Psicoterapia para baixa autoestima”).
Entende-se por autoestima a avaliação que a pessoa faz de si mesma; expressa uma atitude de aprovação ou de repulsa e até que ponto ela se considera capaz, significativa, bem-sucedida e valiosa para si e para o meio em que vive. Conforme entendimento de Coopersmith (1967), trata-se tanto do juízo pessoal de valor expresso nas atitudes que o indivíduo tem consigo mesmo, quanto de uma experiência subjetiva que pode ser acessível às pessoas através de relatos verbais e comportamentos observáveis.
Segundo Branden (2000), autoestima é a disposição para experimentar a si mesmo como alguém competente para lidar com os desafios básicos da vida e ser merecedor da felicidade.


bookmark_borderO que é inveja

inveja | s. f. 3ª pess. sing. pres. ind. de invejar 2ª pess. sing. imp. de invejar
in·ve·ja |â| ou |ê| ou |âi| in·ve·ja |ê|
(latim invidìa, -ae )
nome feminino

1. Desgosto pelo bem alheio.

2. Desejo de possuir o que outro tem, geralmente acompanhado de ódio pelo possuidor.

não ter inveja a • Não ser somenos; não ficar atrás de.

Sinónimo Sinônimo Geral: INVÍDIA, ZELOTIPIA
in·ve·jar in·ve·jar – Conjugar
verbo transitivo

1. Ter inveja de.

2. Olhar com inveja.


substantivo feminino Sentimento de cobiça à vista da felicidade, da superioridade de outrem: ter inveja de alguém.
Sensação ou vontade indomável de possuir o que pertence a outra pessoa: ela tem inveja do marido da outra; ele tem inveja do seu chefe.
O objeto, os bens, as posses que são alvos de inveja: seu carro importado era a inveja dos vizinhos todos.
Etimologia (origem da palavra inveja). Do latim invidia.


Inveja ou invídia, é um sentimento de angústia, ou mesmo raiva, perante o que o outro tem. Este sentimento pode gerar o desejo de ter exatamente o que o outro tem (tanto coisas materiais como qualidades inerentes ao ser), sendo isso uma possível consequência da inveja e não a inveja em si, podendo essa ter outras demais consequências ou não. Esse sentimento é comum na espécie humana e pode ser encontrado em outros animais além deste, demonstrando ter um marco biológico por trás de sua evolução através das espécies.A inveja pode ser definida como o sentimento de frustração e rancor gerado perante uma vontade não realizada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pois aquele que deseja tais virtudes é incapaz de alcançá-la, seja pela incompetência e limitação física, seja pela intelectual. Além disso, pode ser considerada um sintoma em certos transtornos de personalidade, como no Transtorno de Personalidade Borderline, no Transtorno de Personalidade Passivo-Agressiva e no Transtorno de Personalidade Narcisista.A inveja é um dos sete pecados capitais na tradição católica (CIC, número 1866).


bookmark_borderO que é arrogância

arrogância | s. f.
ar·ro·gân·ci·a
nome feminino

1. Sobranceria menosprezadora.

2. Altivez que deixa ver o pouco caso que se faz do adversário.

3. Insolência.


substantivo feminino Prepotência; atitude de quem se sente superior aos demais ou da pessoa que assume um comportamento prepotente, desprezando os outros.
[Por Extensão] Ousadia; comportamento insolente, atrevido; ação desrespeitosa.
Ação ou efeito de arrogar, de atribuir a si próprio um benefício, direito ou poder.
Etimologia (origem da palavra arrogância). Do latim adrogantia; arrogantia.ae.


Arrogância é um forte orgulho ou atitude de extrema auto-importância, em particular, uma perda de contato com a realidade e superestima das próprias competências ou capacidades. A arrogância também está associada à falta de humildade e amor a si mesmo, as crianças criadas em torno da arrogância podem se tornar arrogantes.É uma atitude geralmente considerada prejudicial e que promove uma cultura negativa, algumas fontes, no entanto, também indicam que a arrogância significa se orgulhar e tomar autoria pelo trabalho de outro. A arrogância é diferente de autoconfiança ou autoestima sendo uma “proteção” para a insegurança.Segundo o psicanalista Abrão Slavutzky, a arrogância é um opositor dos opositores do humor, “o indivíduo arrogante não discute, não escuta, pois acredita, sinceramente, ter razão. Olha o mundo numa perspectiva de guerra, em que ou se está com ele ou contra ele” e que “a arrogância da certeza é típica de uma atitude persecutória”.


bookmark_borderO que é grandiosidade

grandiosidade | s. f.
gran·di·o·si·da·de
substantivo feminino

1. Qualidade de grandioso.

2. Magnificência, sumptuosidade .


substantivo feminino Imponência; característica de grandioso, imponente.
Suntuosidade; qualidade de suntuoso, pomposo, nobre.
[Figurado] Qualidade do que é extraordinário: a grandiosidade do seu talento.
Etimologia (origem da palavra grandiosidade). Grandioso + i + dade.


Grandiosidade refere-se a um senso irrealista de superioridade — uma visão sustentada de que o próprio é melhor do que os outros e que faz com que o narcisista trate os restantes com desdém ou como se fossem inferiores — além de um senso de singularidade: a crença de que poucos outros têm qualquer coisa em comum consigo próprio e que só pode ser compreendido por poucos ou por pessoas muito especiais. Também ocorre no Transtorno de apego reativo. Indica a tendência a se julgar superior aos demais e a merecer um tratamento especial; concentração em si mesmo, presunção de direitos ou títulos, condescendência para consigo mesmo.A grandiosidade está associada principalmente ao Transtorno de personalidade narcisista, mas também comumente se apresenta em episódios maníacos ou hipomaníacos do Transtorno bipolar.


bookmark_borderO que é egocentrismo

egocentrismo | s. m.
e·go·cen·tris·mo
(ego + centrismo )
nome masculino

1. Qualidade do que é egocêntrico. = EGOLATRIA

2. [Psicologia]   [Psicologia]   O mesmo que subjectivismo, segundo Lombroso.


substantivo masculino Característica, condição ou natureza de egocêntrico.
Aquele que é egoísta.
Comportamentos, formas de proceder, que demonstram características daquele que fala mais de si mesmo do que de qualquer outra coisa.
Etimologia (origem da palavra egocentrismo). Egocêntrico + ismo.


Egocentrismo (em grego: egó + kentrós) é o comportamento voltado somente para si ou tudo que lhe diz respeito, ou ainda, a incapacidade de diferenciar-se dos outros. Quando em um indivíduo em especial, usa-se o termo “egocêntrico”, denotando alguém preocupado consigo mesmo e indiferente aos problemas dos outros mas não necessariamente egoísta.