bookmark_borderO que é bússola

bússola | s. f.
bús·so·la
nome feminino

1. Caixa com abertura circular, na qual se move uma agulha magnética, colocada horizontalmente na extremidade superior de uma haste vertical, para indicar o rumo e a orientação.

2. Agulha de marear.

3. [Figurado]   [Figurado]   Guia.


substantivo feminino Aparelho composto de um mostrador, onde se indicam os pontos cardeais, e no qual gira uma agulha magnética que aponta sempre para o norte, servindo assim de orientação, sobretudo em navegação.
[Figurado] Orientação moral ou intelectual; guia.// Bússola giroscópica, bússola que se baseia na estabilidade mecânica do giroscópio.


A bússola é um instrumento de navegação e orientação baseado em propriedades magnéticas dos materiais ferromagnéticos e do campo magnético terrestre. A palavra bússola vem do italiano bussola, que significa “pequena caixa” de buxo.
As bússolas são geralmente compostas por uma agulha magnetizada colocada num plano horizontal e suspensa pelo seu centro de gravidade de forma que possa girar livremente, e que orienta-se sempre em direção próxima à direção norte-sul geográfica de forma a ter a ponta destacada – geralmente em vermelho – indicando o sentido que leva ao norte magnético da Terra, ou de forma equivalente, a um ponto próximo ao polo norte geográfico da Terra.
A bússola é sem dúvida o instrumento mais conhecido da Era dos Descobrimentos, pois foi provavelmente o mais importante. Indicando sempre o sentido norte magnético, o que significa indicar aproximadamente norte geográfico, tal instrumento constituiu-se indispensável a todo e qualquer navegador. A equivalência ocorre devido aos polos norte magnético e norte geográfico se situarem em hemisférios iguais do globo.
As atuais mudam um pouco entre si, mas têm os mesmos componentes básicos. Com o mesmo nome de bússola pode ser designado qualquer dispositivo magnético que use uma agulha para indicar o sentido do polo sul magnético da magnetosfera do planeta, bem como qualquer instrumento eletronico com o mesmo fim.
O uso da bússola para fins precisos requer que se tenha em mãos também um mapa cartográfico que indique a correção a ser feita na leitura bruta da bússola a fim de se localizar o norte geográfico corretamente.Tal correção deriva não apenas do fato dos polos magnéticos e geográficos não coincidirem precisamente mas também devido à leitura da bússola ser diretamente influenciada pelas condições ambientais locais – a exemplo pela grande presença de material ferromagnético no solo. As cartas de navegação normalmente apresentam tal informação sob o nome de “declinação magnética” do local.
A bússola é um equipamento inventado pelos chineses, sendo usada nas navegações. Por ser feita com um campo magnético da Terra, a agulha maior sempre aponta para o Norte. Ela, assim como a Rosa dos Ventos, tem os pontos cardeais e colaterais, sendo eles: Os pontos cardeais: norte (N), sul (S), leste (L) e oeste (O). E os colaterais: (Ne) nordeste, (Se) sudeste, (So) sudoeste e (No) noroeste.


bookmark_borderO que é tapete

tapete | s. m.
ta·pe·te |ê| ta·pe·te |ê|
(latim tapes, -etis ou tapete, -etis )
nome masculino

1. Espécie de estofo fino com que se cobrem, adornam ou protegem pavimentos.

2. Alcatifa.

3. [Figurado]   [Figurado]   Aquilo que reveste o chão ou uma superfície (ex.: tapete de flores, tapete de relva).

4. [Desporto]   [Esporte]   Superfície destinada a alguns desportos de combate (ex.: tapete de judo).

puxar o tapete • O mesmo que tirar o tapete.

tapete rolante • [Portugal]   • [Portugal]   Superfície com um mecanismo que lhe pode conferir movimento contínuo, usada para mover automaticamente pessoas, bagagens, mercadorias ou outros materiais. (Equivalente no português do Brasil: esteira rolante.)

tirar o tapete • Retirar a ajuda ou o apoio anteriormente dado a alguém.


substantivo masculino Tecido decorativo (usado na forração de soalhos, paredes, móveis etc.), que se fabrica pelo entrecruzamento de duas séries paralelas de fios coloridos, de modo que os ornamentos façam parte da trama; alcatifa.
[Por Extensão] Qualquer peça de aplicação semelhante, fabricada com estofo, lã, fibra vegetal ou sintética.


Um tapete ou carpete é um tecido encorpado, usualmente bordado, que serve para revestir e embelezar pisos. O maior tapete do mundo, com 6 mil metros quadrados, foi feito no Irão, em 18 meses, por mil homens.
A alcatifa é um tipo específico de tapete, o qual recobre totalmente o assoalho.
Peça para decoração de ambientes, cobrir soalhos, escadas, mesas. Muitos desses tapetes são totalmente artesanais.


bookmark_borderO que é prato

prato | s. m. | adj.
pra·to
(francês plat, do latim *plattus )
nome masculino

1. Peça de louça em que se come ou em que se serve a comida: prato covo ou fundo, prato sopeiro; prato plano ou chato, prato para comida de garfo.

2. Cada um dos diferentes manjares que entram numa refeição.

3. Iguaria, acepipe.

4. Peça da balança onde se coloca o que se quer pesar; concha.

5. Círculo feito de vidro que faz parte de uma máquina eléctrica .

6. Parte da máquina pneumática que sustenta o recipiente.

7. Nome dado nas artes e ofícios a grande número de objectos que aparentam mais ou menos a forma de um prato.

8. [Música]   [Música]   Disco de metal, usado como instrumento de percussão, e que pode ser percutido com baquetas ou chocando-o contra outro. (Mais usado no plural.) = CÍMBALO

9. [Informal]   [Informal]   Pessoa engraçada ou divertida.adjectivo adjetivo

10. Chato.

bater pratos • [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Praticar acto sexual pelo atrito recíproco dos órgãos genitais de duas mulheres.

dar com os pratos na cara • Pagar com ofensas os favores recebidos.

dar prato • Dar motivo a murmurações; dar-se ao desfrute.

fazer o prato • Trinchar e distribuir a comida.

não quebrar um prato • Ser sumamente hipócrita.

pôr em pratos limpos • Averiguar a veracidade de um facto ou explicá-lo tal qual se passou; examinar ou esclarecer detalhadamente.

prato chato • O mesmo que prato raso.

prato de conduto • Prato raso, geralmente destinado ao prato principal do almoço ou do jantar.

prato de grampos • O fundo do grampo.

prato do meio • Qualquer dos pratos que se servem entre o cozido e a sobremesa.

prato raso • Prato que não é destinado a sopa.

segundo prato • Prato servido a seguir à sopa, ao almoço ou ao jantar.


substantivo masculino Utensílio de forma geralmente circular onde se serve a comida à mesa.
[Por Extensão] A própria comida.
Cada uma das conchas da balança ordinária onde se põem os pesos e os objetos que se vão pesar.
Pôr tudo em pratos limpos, esclarecer um assunto.


Um prato é um tipo de utensílio, normalmente côncavo e circular, cuja finalidade principal é acomodar os alimentos a serem consumidos. Podem ser feitos de vários materiais: porcelana, plástico, vidro, papel revestido com plástico, barro revestido a vidro, e ocasionalmente de madeira ou pedra. Alguns dos pratos de porcelana têm apenas (ou também) função decorativa. Os tamanhos dos pratos podem variar muito, desde o prato que acompanha a chávena (ou xícara) de café com 12 cm de diâmetro (este tipo de prato costuma-se denominar pires), até um prato com a função de “travessa”, para distribuir os alimentos para várias pessoas, mas, geralmente, o seu tamanho é de 23 cm de diâmetro. Costuma-se diferenciar dois tipos de pratos: o prato raso, para a refeição principal, e o prato de sopa (ou fundo), este mais côncavo e alto para conter líquidos.


bookmark_borderO que é lampião

lampião | s. m.
lam·pi·ão
(italiano lampione )
nome masculino

1. Espécie de caixa, rodeada de vidros, com luz no interior, ao abrigo do vento. = LANTERNA

2. Poste de iluminação.

3. [Informal]   [Informal]   Adepto do Sport Lisboa e Benfica. = BENFIQUISTA

lampião de esquina • [Brasil, Popular]   • [Brasil, Popular]   Vadio, estafermo.


substantivo masculino Lanterna, portátil ou fixa, constituída por um botijão provido de combustível no qual se embebe um pavio que se acende para alumiar.


Lampião, lanterna ou candeeiro é um objeto destinado à iluminação, geralmente constituído por uma armação de metal (embora pudesse ser de outro material, como cerâmica) com um anteparo transparente (geralmente de vidro) para proteger a fonte de luz, que pode ser uma vela, uma chama abastecida por combustível (querosene ou gás, por exemplo) ou mesmo vagalumes, como era costume na antiga China. As lanternas costumam ter alças (ou pegas) para que possam ser carregadas.


bookmark_borderO que é isqueiro

isqueiro | s. m.
is·quei·ro
(isca + -eiro )
nome masculino

1. Utensílio portátil, dotado de um reservatório de gás, usado para fazer lume.

2. Acendedor, eléctrico ou a gás, geralmente incorporado em fogões ou esquentadores.


substantivo masculino Aparelho provido de torcida embebida em fluido adequado, ou de reservatório de gás, que, acendendo-se, permite acender cigarros etc.; pederneira.


Isqueiro é um dispositivo portátil usado para gerar fogo, patenteado em 1823 pelo químico alemão Johann Wolfgang Döbereiner.


bookmark_borderO que é vaporizador

vaporizador | adj. | s. m.
va·po·ri·za·dor |ô| va·po·ri·za·dor |ô|
(vaporizar + -dor )
adjectivo adjetivo

1. Que vaporiza.nome masculino

2. Recipiente no qual se opera a vaporização de um líquido.


adjetivo Que vaporiza.
substantivo masculino Recipiente no qual se opera a vaporização.
Pequeno tubo ou pote dotado de dispositivo apropriado para vaporizar perfumes e outros líquidos; pulverizador.

bookmark_borderO que é bola

bola | s. f. bola | s. f. | s. f. pl. | interj. 3ª pess. sing. pres. ind. de bolar 2ª pess. sing. imp. de bolar
bo·la |ô| bo·la |ô| 2
(alteração de bolo )
nome feminino

1. Pão pequeno, redondo e chato.

2. Bolo ou pão feito geralmente com carnes (ex.: bola de chouriço).

3. Queijo grande e fresco de leite de ovelha.

4. [Informal]   [Informal]   O mesmo que palmatoada.Confrontar: bula.

bo·la |ó| bo·la |ó| 1
(latim bulla, -ae, bolha de ar )
nome feminino

1. Objecto redondo ou oval, geralmente feito de borracha, couro ou material semelhante, cheio de ar, com que se podem praticar vários desportos como andebol , basquetebol, futebol, hóquei, râguebi , etc. (o seu tamanho depende da modalidade a que se destina).

2. Qualquer objecto de formato arredondado.

3. [Farmácia]   [Farmácia]   Pílula de grande tamanho, geralmente de consistência pastosa. = BOLO, BÓLUS

4. [Informal]   [Informal]   Jogo de futebol (ex.: foram ver a bola no café).

5. [Informal]   [Informal]   Cabeça; juízo.

6. [Informal]   [Informal]   Pessoa baixa e gorda.

7. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Dinheiro que se oferece a alguém em troca de favor ou negócio lucrativo, geralmente ilícito. = SUBORNO
bolasnome feminino plural

8. Rodelas combustíveis feitas com cisco de carvão.

9. [Informal]   [Informal]   Testículos.

10. [Brasil]   [Brasil]   Espécie de laço.

11. [Brasil]   [Brasil]   [Zoologia]   [Zoologia]   Tatu.interjeição

12. Exprime enfado, irritação (ex.: bolas, já não cheguei a tempo).

bola da vez • [Brasil]   • [Brasil]   • [Jogos]   • [Jogos]   Bola que deve ser metida no buraco, em jogos de bilhar e afins.

bola de capão • [Informal]   • [Informal]   Bola de couro, geralmente por oposição a bolas improvisadas, feitas geralmente de trapos.

bola de cristal • Esfera de vidro ou cristal, usada alegadamente para fazer previsões.

bola de gude • [Brasil]   • [Brasil]   Pequena esfera usada no jogo do berlinde . = BERLINDE

bola de neve • Aquilo que aumenta progressivamente.

bola suíça • Bola insuflável de borracha, de grandes dimensões, usada em exercícios físicos e fisioterapia.

jogo da bola • Certo jogo em que se derrubam paulitos com bolas grandes de pau.

não ir à bola com • Não gostar de; implicar com.

picar a bola • Impelir a bola com o taco.

• Dar um toque na bola de forma a provocar um efeito especial.Confrontar: bula.

bo·lar bo·lar 2
(bolo + -ar )
adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

Diz-se da terra argilosa, também chamada bolo-arménio .
bo·lar bo·lar 1- Conjugar
(bola + -ar )
verbo transitivo

1. Acertar (no alvo) com a bola. = SERVIR

2. Atingir com bola.

3. Dar a forma de bola a. = ABOLAR, BOLEAR

4. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Conceber, inventar (ex.: bolei um plano fantástico).

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Compreender, entender (ex.: você bolou alguma coisa do que ela escreveu?).verbo intransitivo

6. [Desporto]   [Esporte]   Lançar a bola em jogo.

7. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Ter sucesso ou lucro; ser bem-sucedido. = ACERTAR


substantivo feminino Objeto, geralmente esférico, para ser atirado, batido, chutado, empurrado, carregado, rolado ou arremessado, dependendo do jogo em que está sendo usada. As bolas podem ser duras ou macias, maciças ou cheias de ar. Mais de 30 esportes importantes são jogados com bola. Entre eles estão o futebol, o basquetebol e o beisebol.


A bola é um objeto utilizado para lazer de uma pessoa e em diversos desportos. A bola é geralmente esférica, mas pode ter outras formas, como a oblonga (apenas em poucos casos em especial, como a bola de rúgbi) ou a quadrada (que é usada no dominó). A bola pode ser oca e repleta de ar, como a bola de futebol, ou sólida, como a bola de bilhar ou de golfe. Na maioria dos jogos, as jogadas acontecem em função do estado da bola sendo acertada, chutada, ou arremessada pelos jogadores.
Bolas eram usadas em tempos antigos por povos como os egípcios, gregos, romanos, astecas e os povos que os precederam na América Central.


bookmark_borderO que é sifão

sifão | s. m.
si·fão
(latim sipho, -onis, do grego sifon, -onos, tubo, cano )
nome masculino

1. Tubo recurvado, de ramos desiguais, que serve geralmente para transvasar líquidos sem inclinar os vasos que os contêm.

2. Espécie de garrafa de vidro com água gasosa.


substantivo masculino [Física] Tubo em forma de S, de ramos desiguais, usado para fazer passar os líquidos de um nível para outro mais baixo, elevando-os de início acima do nível mais alto.
Tubo duplamente recurvado, cuja parte inferior fica cheia de água, e que serve para evacuar as águas usadas, impedindo que exalem mau cheiro.
[Zoologia] Estrutura dos moluscos ou outros invertebrados que, situada na parte exterior, relacionada com funções respiratórias.
Tipo de garrafa que faz com que, sob pressão, a água gasosa nela contida jorre.
(Etm. do latim: sipho.onis.


Um sifão é um dispositivo para transportar um líquido de uma altura para outra mais baixa, passando por um ponto mais alto (muito usado na agricultura). Em bacias de retrete e lavatórios existem sifões para impedir a passagem do cheiro provenientes das respectivas canalizações. Existem vários tipos de sifões, em “S” (no qual tem o formato de curva-contracurva), em “copo” no qual se assemelha a um copo dentro de outro, entre outros.


bookmark_borderO que é descarga

descarga | s. f.
des·car·ga
(português antigo descárrega, derivação regressiva de descarregar )
nome feminino

1. Acto ou efeito de descarregar. = DESCARREGAMENTO

2. Acto ou trabalho de tirar a carga a bestas, carros, navios, etc.

3. Acto ou efeito de disparar muitas armas de fogo ao mesmo tempo.

4. Cancelamento de item ou de um registo . = BAIXA

5. Desobrigação, alívio de cargo ou de encargo. = DESCARGO, DESENCARGO

6. [Direito]   [Direito]   Solução ou libertação de obrigação ou de encargo. = QUITAÇÃO

7. Caudal, débito.

8. [Brasil]   [Brasil]   Válvula accionada mecanicamente para libertar um jacto de água em sanitas , urinóis, etc., por meio de jacto de água (ex.: dê descarga após o uso). [Equivalente no português de Portugal: autoclismo.]

9. [Medicina]   [Medicina]   Evacuação ou libertação de uma substância.

descarga eléctrica • Explosão de electricidade ; raio, faísca.


substantivo feminino Ato de tirar a carga.
Ato de disparar com uma arma muitos tiros ao mesmo tempo ou simultaneamente com diversas armas: descarga de artilharia.
[Física] Descarga elétrica, fenômeno que se verifica quando um corpo eletrizado perde a sua carga de eletricidade.


Se procura uma descarga de electricidade, veja Descarga electrostática.
A descarga (português brasileiro) ou autoclismo (português europeu) é um dispositivo acoplado ao vaso sanitário (sanita). Quando puxamos a descarga, a água contida em um reservatório que fica no referido vaso sanitário é enviada para baixo para limpar os resíduos que ficaram neste.


bookmark_borderO que é caixão

caixão | s. m.
cai·xão
(caixa + -ão )
nome masculino

1. Caixa grande.

2. Caixa comprida, destinada a conter o corpo de um defunto que vai ser enterrado ou cremado. = ATAÚDE, ESQUIFE, FÉRETRO, TUMBA, URNA

3. Caixa para munições de artilharia.

4. Caixa de pólvora que se mete na mina.

5. [Engenharia]   [Engenharia]   Molde para revestimento de betão .

6. [Engenharia]   [Engenharia]   Estrutura de betão , usada como elemento estrutural em construções submersas e posteriormente preenchida com areia ou blocos maciços (ex.: quebra-mar de caixão vertical).

7. [Náutica]   [Náutica]   Espaço entre a almeida e a cabeça do leme.

de caixão à cova • [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Muito grande em grau ou intensidade; muito forte (ex.: ele estava com uma bebedeira de caixão à cova).


substantivo masculino Tipo de caixa de madeira com a qual é possível enterrar e transportar pessoas mortas; urna funerária; ataúde, esquife.
Qualquer caixa de madeira ou outro material usada para transportar ou carregar coisas diversas; caixote.
[Construção] Parte presa à parede em portas e janelas; marco.
[Regionalismo: Norte e Nordeste] Parte mais funda num rio ou curso de água fechado; álveo, talvegue.
Mesa ou balcão usado pelo ourives para fazer seus trabalhos de ourivesaria.
[Botânica] Grande árvore brasileira, da família das lecitidáceas, gênero Cariniana legalis, com tronco de aproximadamente 1 metro de largura, cuja madeira de excelente qualidade e casca são largamente usadas na indústria; jequitibá-rosa.
[Gramática] Aumentativo de caixa; caixa grande.
[Portugal] Espécie de armadilha para caça.
Etimologia (origem da palavra caixão). Caixa + ão.


Um caixão, também conhecido por ataúde, esquife ou urna funerária, é uma caixa ou recipiente resistente e impermeável, provido em seu interior de material absorvente, usada para acondicionamento, transporte e sepultamento de restos mortais humanos. Existe um profissional responsável pelos cuidados para com os caixões em um cemitério, denominado coveiro. Em casos de cremação, as cinzas resultantes da incineração e moagem dos ossos, são guardadas em um receptáculo denominado urna cinerária.