bookmark_borderO que é alho

alho | s. m. -alho | suf.
a·lho
(latim alium, -ii )
substantivo masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Planta hortense liliácea, tipo da tribo liliácea.

2. O bolbo dessa planta, muito empregado como tempero.

3. [Portugal]   [Portugal]   [Jogos]   [Jogos]   Jogo tradicional em que os elementos de uma equipa se dispõem em fila, com o corpo dobrado para a frente e para baixo, mãos apoiadas no parceiro da frente, enquanto os elementos da equipa adversária saltam um de cada vez, de pernas abertas, impulsionando-se com as mãos sobre as costas dos que estão curvados, tentando permanecer equilibrados até que todos os membros da sua equipa saltem (ex.: jogar ao alho). = TRINCA-CEVADA

confundir alhos com bugalhos • [Informal]   • [Informal]   Confundir coisas muito diferentes.

esperto como o/um alho • [Informal]   • [Informal]   Pessoa muito inteligente, de raciocínio rápido.

misturar alhos com bugalhos • [Informal]   • [Informal]   O mesmo que confundir alhos com bugalhos.
-alho -alho
sufixo

Indica valor depreciativo (ex.: mimalho).


substantivo masculino Erva do gênero Allium que, comumente conhecida por possuir bulbo e gomos (cabeça e dentes), se assemelha à cebola, sendo muito utilizada como tempero ou como antigripal.
O bulbo e o gomo dessa erva; cabeça ou dente de alho.
[Por Extensão] Quem é muito esperto: o professor é esperto como um alho.
Etimologia (origem da palavra alho). Do latim allium.


São designadas como alho algumas plantas do gênero Allium (mas não só), embora o termo se aplique especificamente ao Allium sativum, uma planta perene cujo bulbo (“cabeça de alho”), composto por folhas escamiformes (“dentes de alho”), é comestível e usado tanto como tempero como para fins medicinais.


bookmark_borderO que é gengibre

gengibre | s. m.
gen·gi·bre
(latim zingiber, -eris ou zinziber, -eris, do grego ziggíberis, -eos, gengibre )
substantivo masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Género de plantas herbáceas gengiberáceas, originárias da Ásia.

2. Rizoma dessa planta, usada sob diversas formas, na alimentação, em farmácia e em cosmética.

3. [Culinária]   [Culinária]   Especiaria amarelada extraída dessa planta.


substantivo masculino Planta originária da Ásia, pertencente à família das zingiberáceas, do gênero Zingiber officinale , de raízes aromáticas, utilizada como condimento e também por suas propriedades terapêuticas; mangarataia.
[Botânica] O rizoma (caule ou raiz) dessa planta: xarope de gengibre.
Etimologia (origem da palavra gengibre). De origem questionável.


O gengibre (Zingiber officinale) é uma planta herbácea da família das Zingiberaceae, originária da ilha de Java, da Índia e da China, de onde se difundiu pelas regiões tropicais do mundo. No norte do Brasil é também conhecido por mangarataia.
Trata-se de uma planta perene da Família das Zingiberáceas, que pode atingir mais de 1 m de altura. As folhas verde-escuras nascem a partir de um caule duro, grosso e subterrâneo (rizoma). As flores são tubulares, amarelo-claro e surgem em espigas eretas.
O seu caule subterrâneo é utilizado como especiaria na culinária desde a antiguidade.


bookmark_borderO que é gabiroba

Palavra não encontrada (na norma europeia, na grafia pré-Acordo Ortográfico).

Será que queria dizer gabiroba?

Outras sugestões: gabarola gabirus ganiria Gaborone gabiru sabidona galrona galifona gabiara (norma brasileira, na grafia pré-Acordo Ortográfico) gabiões (norma brasileira, na grafia pós-Acordo Ortográfico) gabiona (norma brasileira) gabionam (norma brasileira) gabionar (norma brasileira) gabirobas (norma brasileira) Guabiruba (norma brasileira)
Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.


substantivo feminino Variação de guabiroba.
Etimologia (origem da palavra gabiroba). Do tupi yuá ueráua.


Gabiroba, guabiroba, guabirova, guavirova, gavirova, araçá-congonha ou gabiraba são os nomes populares dado ao fruto produzido pela Campomanesia xanthocarpa, árvore da família Myrtaceae.
Em Mato Grosso do Sul, é conhecida por “Guavira”.


bookmark_borderO que é acônito

acónito acônito | s. m.
a·có·ni·to a·cô·ni·to
(grego akóniton, -ou ou akónitos, -ou )
nome masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Designação dada a várias plantas do género Aconitum, da família das ranunculáceas, com uso medicinal e geralmente venenosas para cães e outros animais domésticos.

2. [Botânica]   [Botânica]   Planta venenosa (Aconitum napellus) da família das ranunculáceas, de que se extrai aconitina. = CARRO-DE-VÉNUS• Grafia no Brasil: acônito. • Grafia no Brasil: acônito. • Grafia em Portugal:acónito. • Grafia em Portugal:acónito.


substantivo masculino [Botânica] Nome de um grupo de plantas vistosas que pertencem à família dos ranúnculos.
O acônito se desenvolve nas regiões frias do hemisfério norte. Existem cerca de 100 espécies desta planta, nenhuma nativa do Brasil, embora cultivada nos nossos jardins. As flores do acônito desabrocham na primavera e no verão. Suas cores variam do roxo-azulado ao amarelo e branco. O acônito pode crescer de 30cm a 1,80m de altura. As partes coloridas da planta variam em tamanho e forma, assemelhando-se a capuzes ou capacetes. As raízes, sementes e folhas de algumas espécies são venenosas. Essas espécies produzem o veneno também chamado acônito. Contêm um elemento químico muito forte chamada aconitina, largamente usada no passado como remédio. Os doentes usavam o acônito em forma de linimento para amortecer as dores de origem nevrálgica e reumática. Os médicos costumavam ainda receitar a ingestão de acônito para baixar a temperatura de um paciente febril ou moderar a atividade do coração e dos centros respiratórios. Hoje em dia, porém, os médicos usam remédios mais eficazes e menos perigosos.


O acônito (PT-BR) ou acónito (PT-EU) (Aconitum napellus) é uma planta venenosa, pertencente à família Ranunculaceae muito utilizada em fármacos homeopáticos.
Possui raízes tuberosas e caule ereto, com flores azuis na forma de um elmo. O fruto é uma vesícula.
Os sintomas do envenenamento por sua causa são salivação excessiva, falta de ar, tremores e aceleração dos batimentos cardíacos. Apenas 10 gramas de raíz constituem uma dose letal para o ser humano.
É uma planta vivaz que pode atingir até 1,5 metros de altura, tem folhas verde-escuras, palmeadas e recortadas, flores azuis, raramente brancas, e raiz fusiforme. Dá-se bem nas regiões montanhosas, é medicinal e costuma cultivar-se também em jardins, como planta ornamental.
Todas as suas variedades são venenosas quando a semente já está madura. O Aconitum napellus, comum em terrenos úmidos, cultiva-se muito em jardins. Todas as partes da planta são muito venenosas em virtude de possuírem alcalóides distintos.
Outras espécies de acônito existentes em Espanha e Portugal são a erva toira (A. anthora), ou acônito da saúde, e o matalobos (A. lycoctonum), de flor amarela.
Também pode ser receitado pelo seu Médico para o tratamento da ansiedade, mas só com o conhecimento do Médico.
Introduzido na terapia, o acônito era utilizado como sedativo, diurético e analgésico.


bookmark_borderO que é ginseng

ginseng | s. m.
ginseng |gínseng|
(palavra inglesa, do chinês jin-san )
nome masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Planta herbácea araliácea, de origem oriental.

2. [Botânica]   [Botânica]   Raiz dessa planta.

3. Extracto dessa raiz.

Sinónimo Sinônimo Geral: JINSÃO, JINSÉM


substantivo masculino Erva de raízes longas e carnudas usadas para fins medicinais.
É uma planta baixa, com três folhas na extremidade do caule. Cada folha é composta de cinco folíolos. O ginseng produz flores miúdas amarelo-esverdeadas. Algumas dessas flores mais tarde dão origem a bagas vermelhas. Os chineses usam o ginseng para tratar muitas doenças. O nome da planta vem das palavras chinesas que significam aparência humana, por causa da forma das suas raízes. As que apresentam maior semelhança com o corpo humano são as mais valiosas.


Ginseng ou jinsém se refere a uma ou mais espécies de plantas do gênero Panax usadas como erva medicinal como as espécies Panax ginseng, Panax japonicus etc, consideradas como “ginseng verdadeiro”.Além de P. ginseng, muitas outras plantas também são conhecidos como ou confundidas com a raiz de ginseng. Os exemplos mais comuns são xiyangshen, (Panax. quinquefolius), ginseng-japonês (Panax japonicus), (Pseudostellaria heterophylla) e ginseng-da-sibéria (Eleutherococcus senticosus). Apesar de todos serem chamados de ginseng, cada planta tem diferentes funções distintas. Entretanto, as plantas que correspondem ao ginseng verdadeiro pertencem apenas ao gênero Panax.


bookmark_borderO que é goiabeira

goiabeira | s. f.
goi·a·bei·ra
nome feminino

[Botânica]   [Botânica]   Árvore mirtácea.


substantivo feminino Planta da família das mirtáceas cultivada na América tropical por seus frutos adocicados.


A goiabeira (Psidium guajava L.) é uma pequena árvore frutífera tropical, nativa de toda a América, exceto México e Canadá.
Também é conhecida pelos nomes de araçá-guaçu, araçaíba, araçá-das-almas, araçá-mirim, araçauaçu, araçá-goiaba, goiaba, goiabeira-branca, goiabeira-vermelha, guaiaba, guaiava, guava, guiaba, mepera e pereira.
Apresenta três variedades:

Psidium guajava var. cujavillum (Burman) Krug & Urb. 1894
Psidium guajava var. guajava
Psidium guajava var. minor Mattos 1976


bookmark_borderO que é fava

fava | s. f.
fa·va
(latim faba, -ae )
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]   Planta faseolácea, hortense.

2. Vagem dessa planta e legume que ela encerra.

3. [Figurado]   [Figurado]   Voto.

4. [Veterinária]   [Veterinária]   Inchação no céu-da-boca dos equídeos .

fava branca • Voto de aprovação.

fava preta • Voto de desaprovação.

favas contadas • Coisa sabida, certa, inevitável.

ir à fava • [Informal]   • [Informal]   Locução usada para afastar alguém ou mostrar desejo de não ser mais incomodado; ir pentear macacos.

ir às favas • [Informal]   • [Informal]   O mesmo que ir à fava.

mandar à fava • [Informal]   • [Informal]   Afastar alguém ou mostrar desejo de que alguém se afaste ou vá embora; mandar pentear macacos.

mandar às favas • [Informal]   • [Informal]   O mesmo que mandar à fava.

pagar as favas • [Informal]   • [Informal]   Pagar o que outros fizeram; sofrer as consequências do que foi feito por outros.


substantivo feminino Planta anual da família das leguminosas, semelhante ao feijão e cultivada por causa de seu grão comestível.
A vagem e a semente dessa planta.
Doença que incha o céu da boca dos equídeos.
Doença que ataca os olhos dos galináceos.
Fam. Favas contadas, coisa certa, infalível.
Mandar às favas, livrar-se de alguém ou de alguma coisa que importuna, que deixou de interessar.


Fava ( não confundir com feijão-fava) é a denominação de um ou mais espécies de plantas da família das Fabaceae, em especial da espécie Vicia faba. Ao contrário do feijão, a fava tem como característica encontrar-se a sua radícula numa das pontas espalmadas e não ao centro.
As favas são originárias do Próximo-Oriente segundo os primeiros restos arqueológicos datados de seis a sete mil anos A.C.. A sua utilização como alimento foi entretanto disseminada pela região mediterrânica, tendo o Império Romano tido um papel importante no aumento do seu consumo. A expansão marítima dos Reinos Ibéricos terão feito chegar a fava à América. No presente o seu consumo é global.


bookmark_borderO que é limão

limão | s. m. limão | s. m. | adj. 2 g. 2 núm.
li·mão 2
(francês limon )
substantivo masculino

[Regionalismo]   [Regionalismo]   Peça lateral do leito do carro de tracção animal, na qual encaixam os fueiros.
li·mão li·mão 1
(árabe limun )
substantivo masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Fruto do limoeiro, de forma esférica, casca dura de cor amarela ou esverdeada e polpa dividida em secções , rodeadas por uma película fina. = LIMÃO-SICILIANO

2. [Botânica]   [Botânica]   Árvore (Citrus limon) da família das rutáceas. = LIMÃO-SICILIANO, LIMOEIRO

3. Sumo do fruto do limoeiro (ex.: adicione umas gotas de limão).

4. Cor da casca do fruto do limoeiro, entre o amarelo e o esverdeado.

5. [Brasil]   [Brasil]   [Entomologia]   [Entomologia]   Abelha silvestre.

6. [Popular]   [Popular]   Seio de mulher.adjectivo de dois géneros e de dois números adjetivo de dois géneros e de dois números

7. Que tem a cor do fruto do limoeiro, entre o amarelo e o esverdeado (ex.: comprou um vestido limão).


substantivo masculino [Botânica] O fruto do limoeiro, de formato oblongo, verde ou amarelo-pálido, que contém um suco ácido.
A cor desse fruto.
Etimologia (origem da palavra limão). Do persa limu.


O limão-siciliano (espécie Citrus x limon) é o fruto de uma pequena árvore de folha perene originária da região sudeste da Ásia, da família das rutáceas. Conhecido em Portugal simplesmente como limão, diferencia-se de três outras espécies de frutas cítricas, chamadas de “limões” no Brasil e de “limas” em Portugal, e mais conhecidas no Brasil do que o limão-siciliano: Citrus × latifolia ou limão-taiti, Citrus aurantiifolia ou limão-galego, Citrus x limonia ou limão-cravo.
Apresenta diversas variedades cultivadas, sendo uma dezena delas frequentes, como, por exemplo, o limão-eureca, o limão-lisboa, o limão-fino, o limão-verno, o limão-villafranca, o limão-lunário, etc.


bookmark_borderO que é inhame

inhame | s. m.
i·nha·me
(origem controversa )
nome masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Género de plantas da família das aráceas, de raiz farinhenta.

2. [Botânica]   [Botânica]   Planta herbácea (Colocasia esculenta), da família das aráceas, cultivada pelo seu rizoma tuberoso comestível. = COLOCÁSIA,INHAME-DO-EGIPTO , TARO

3. Tubérculo dessas plantas.


substantivo masculino Planta tropical, de origem asiática, de folhas largas e espatas brancas, sua parte comestível é formada por um ou mais tubérculos grossos subterrâneos.
[Botânica] Tubérculo comestível dessa planta: cozinhar o inhame para o jantar.
[Botânica] Aspecto comum a vários tipos de ervas da família das aráceas, do gênero Colocasia esculenta.
[Botânica] Cará asiático com tubérculos comestíveis e flores esverdeadas; inhame-da-china.
Etimologia (origem da palavra inhame). De origem questionável.


Inhame é o nome comum de plantas do gênero Dioscorea. Em alguns locais, é comum referir-se a espécies dos gêneros Alocasia, Colocasia (taro), Xanthosoma e Ipomoea (batata-doce) também como inhame. Seus tubérculos também são chamados de inhame. Essas plantas são muito cultivadas na África, América Latina, Ásia, Oceania e nas ilhas da Macaronésia, desempenhando um papel importante na alimentação dessas regiões.
O cará, caranambu, caratinga, cará-de-folha-colorida, cará-liso, cará-de-pele-branca ou inhame-cará é um tubérculo cultivável pertencente a várias espécies da família das dioscoreáceas. O padre José de Anchieta (1534-1597) menciona o cará em seus escritos, louvando seus valores. Como hortaliça, o cará é um alimento energético. Também se destaca como fonte de vitaminas do complexo B.
Na sua carta sobre o descobrimento do Brasil, o escrivão Pero Vaz de Caminha chamou a mandioca de “inhame”: “Muito inhame e outras sementes que na terra há e eles comem”.


bookmark_borderO que é erva-cidreira

erva-cidreira | s. f.
er·va·-ci·drei·ra
nome feminino

[Botânica]   [Botânica]   Planta aromática (Melissa officinalis) da família das lamiáceas. = CIDREIRA, MELISSAPlural: ervas-cidreiras. Plural: ervas-cidreiras.



A erva-cidreira (nome científico: Melissa officinalis), também conhecida popularmente como erva-cidreira verdadeira, ou apenas por melissa, é uma planta perene herbácea da família da menta /hortelã e do boldo (Lamiaceae), nativa da Europa meridional. O seu sabor e aroma característicos, frutado, de limão, principalmente nas folhas, deriva do seu óleo essencial do grupo dos terpenos (principalmente monoterpenos: carvacrol, p-cimeno, citral — geraniol e nerol — cânfora, etc).
As folhas são maiores e mais claras que as da hortelã, ovadas a romboidais ou oblongas e com a margem crenada.
Floresce no final do verão. As flores são de pequenas dimensões, de cor esbranquiçada ou róseas e atraem especialmente as abelhas, como se indica já no nome do seu género botânico (Melissa provém do grego e significa “abelha”). Nas regiões temperadas, os caules secam durante o Inverno, voltando a reverdecer na primavera. Os frutos são aquénios oblongos, de cor parda e lisos.
É uma planta muito utilizada na medicina tradicional, como erva aromática e em aromaterapia. É utilizada como antiespasmódica, antinevrálgica e como calmante. Acredita-se que ajude a conciliar o sono.
A Melissa officinalis é largamente confundida com a popularmente chamada erva cidreira de folha (Lippia alba), que possui flores lilases e amareladas em logos galhos quebradiços. Tais espécies aparentemente possuem as mesmas propriedades medicinais que a Melissa officinalis e também com o capim cidreira (Cymbopogon citratus) contudo, apesar da semelhança nas propriedades organolépticas, há diferenças na composição dos respectivos óleos essenciais