bookmark_borderO que é acônito

acónito acônito | s. m.
a·có·ni·to a·cô·ni·to
(grego akóniton, -ou ou akónitos, -ou )
nome masculino

1. [Botânica]   [Botânica]   Designação dada a várias plantas do género Aconitum, da família das ranunculáceas, com uso medicinal e geralmente venenosas para cães e outros animais domésticos.

2. [Botânica]   [Botânica]   Planta venenosa (Aconitum napellus) da família das ranunculáceas, de que se extrai aconitina. = CARRO-DE-VÉNUS• Grafia no Brasil: acônito. • Grafia no Brasil: acônito. • Grafia em Portugal:acónito. • Grafia em Portugal:acónito.


substantivo masculino [Botânica] Nome de um grupo de plantas vistosas que pertencem à família dos ranúnculos.
O acônito se desenvolve nas regiões frias do hemisfério norte. Existem cerca de 100 espécies desta planta, nenhuma nativa do Brasil, embora cultivada nos nossos jardins. As flores do acônito desabrocham na primavera e no verão. Suas cores variam do roxo-azulado ao amarelo e branco. O acônito pode crescer de 30cm a 1,80m de altura. As partes coloridas da planta variam em tamanho e forma, assemelhando-se a capuzes ou capacetes. As raízes, sementes e folhas de algumas espécies são venenosas. Essas espécies produzem o veneno também chamado acônito. Contêm um elemento químico muito forte chamada aconitina, largamente usada no passado como remédio. Os doentes usavam o acônito em forma de linimento para amortecer as dores de origem nevrálgica e reumática. Os médicos costumavam ainda receitar a ingestão de acônito para baixar a temperatura de um paciente febril ou moderar a atividade do coração e dos centros respiratórios. Hoje em dia, porém, os médicos usam remédios mais eficazes e menos perigosos.


O acônito (PT-BR) ou acónito (PT-EU) (Aconitum napellus) é uma planta venenosa, pertencente à família Ranunculaceae muito utilizada em fármacos homeopáticos.
Possui raízes tuberosas e caule ereto, com flores azuis na forma de um elmo. O fruto é uma vesícula.
Os sintomas do envenenamento por sua causa são salivação excessiva, falta de ar, tremores e aceleração dos batimentos cardíacos. Apenas 10 gramas de raíz constituem uma dose letal para o ser humano.
É uma planta vivaz que pode atingir até 1,5 metros de altura, tem folhas verde-escuras, palmeadas e recortadas, flores azuis, raramente brancas, e raiz fusiforme. Dá-se bem nas regiões montanhosas, é medicinal e costuma cultivar-se também em jardins, como planta ornamental.
Todas as suas variedades são venenosas quando a semente já está madura. O Aconitum napellus, comum em terrenos úmidos, cultiva-se muito em jardins. Todas as partes da planta são muito venenosas em virtude de possuírem alcalóides distintos.
Outras espécies de acônito existentes em Espanha e Portugal são a erva toira (A. anthora), ou acônito da saúde, e o matalobos (A. lycoctonum), de flor amarela.
Também pode ser receitado pelo seu Médico para o tratamento da ansiedade, mas só com o conhecimento do Médico.
Introduzido na terapia, o acônito era utilizado como sedativo, diurético e analgésico.