bookmark_borderO que é amizade

amizade | s. f.
a·mi·za·de
(latim vulgar amicitas, -atis, do latim amicitia, -ae )
substantivo feminino

1. Sentimento de afeição e simpatia recíprocas entre dois ou mais entes (ex.: obrigado pelo carinho e pela amizade). ≠ DESAMIZADE, INIMIZADE

2. Pessoa em relação a quem se tem esse sentimento (ex.: fazer novas amizades). = AMIGO

3. Relação de entendimento, concordância, afinidade (ex.: amizade luso-angolana). ≠ INIMIZADE

4. [Antigo]   [Antigo]   Concubinato, mancebia.

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Forma de tratamento cordial (ex.: tudo bem, amizade?). = AMIGO, CHAPA, NOSSA-AMIZADE

amizade colorida • Relacionamento afectivo e sexual sem compromisso assumido com o parceiro.


substantivo feminino Afeição, estima, dedicação recíproca entre pessoas: laços de amizade.
Relacionamento social: ele tem facilidade para fazer amizades.
Pessoa que é amiga, companheira: ela era minha melhor amizade.
Simpatia de certos animais pelo homem: o cão é amigo do dono.
Aceitação mútua acerca de alguma coisa: acordo de amizade.
Ação que demonstra bondade ou compreensão; benevolência.
[Brasil] Pode ser utilizado como forma de tratamento; meu amigo: não fale assim comigo, amizade!
Etimologia (origem da palavra amizade). Do latim amicitatem.


Amizade (do termo latino vulgar amicitate) é uma relação afetiva, a princípio sem características romântico-sexuais, entre duas pessoas. Em sentido amplo, é um relacionamento humano que envolve o conhecimento mútuo e a afeição, além de lealdade ao ponto do altruísmo. Neste aspecto, pode-se dizer que uma relação entre pais e filhos, entre irmãos, demais familiares, cônjuges ou namorados, pode ser também uma relação de amizade, embora não necessariamente.
A amizade pode ter, como origem, um instinto de sobrevivência da espécie, com a necessidade de proteger e ser protegido por outros seres. Alguns amigos se denominam “melhores amigos”. Os melhores amigos, muitas vezes, se conhecem mais que os próprios familiares e cônjuge, funcionando como um confidente. Para atingir esse grau de amizade, muita confiança e fidelidade são depositadas.
Muitas vezes, os interesses dos amigos são parecidos e demonstram um senso de cooperação. Mas também há pessoas que não necessariamente se interessam pelo mesmo tema, mas gostam de partilhar momentos juntos, pela companhia e amizade do outro, mesmo que a atividade não seja a de sua preferência.
A amizade é uma das mais comuns relações interpessoais que a maioria dos seres humanos tem na vida. Em caso de perda da amizade, sugere-se a reconciliação e o perdão. Carl Rogers diz que a amizade “é a aceitação de cada um como realmente ele é”.
Popularmente, disse-se que “o cão é o melhor amigo do homem”.
O Dia do Amigo (também conhecido como “Dia da Amizade”) é comemorado em 20 de julho.
A amizade, tem sido considerada pela religião e cultura popular, como uma experiência humana de vital importância, inclusive tendo sido santificada por várias religiões. Na Epopeia de Gilgamesh, se relata a amizade entre Gilgamesh e Enkidu. Os greco-romanos tinham, entre outros vários exemplos, a amizade entre Orestes e Pílades. Na Bíblia, cita-se, no livro 1 de Samuel, a amizade entre Davi (que depois se tornaria rei em Israel) e Jónatas (filho do Rei Saul) . Os evangelhos canônicos falam a respeito de uma declaração de Jesus, “Nenhum amor pode ser maior que este, o de sacrificar a própria vida por seus amigos.”. Salomão escreveu a sabedoria da amizade em seus Provérbios: “Em todo o tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão”.As relações de amizade são amplamente retratadas tanto na literatura como no cinema e na televisão. Como exemplos, podemos citar: Dom Quixote e Sancho Pança, Sherlock Holmes e Watson, os Três Mosqueteiros, O gordo e o magro, Os três patetas, a série Friends, entre outros.


bookmark_borderO que é ficar

ficar | v. intr. e pron. | v. pron. | v. tr. e intr. -ficar | suf.
fi·car – Conjugar
verbo intransitivo e pronominal

1. Permanecer; não sair de.

2. Restar.

3. Assentar, combinar.

4. Chegar, não passar de.

5. Achar-se.

6. Estar.

7. Deter-se, parar.

8. Tornar-se em.

9. Obter o resultado (indicado pelo adjectivo ).

10. Afiançar, responsabilizar-se.

11. [Jogos]   [Jogos]   Não pedir mais cartas.

12. Desistir (ao bilhar) de fazer trinta-e-um, procurando matar o parceiro que deixa a bola.verbo pronominal

13. Não ter reacção ou resposta.verbo transitivo e intransitivo

14. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Manter relacionamento amoroso sem compromisso (ex.: você ficou com alguém na festa? Eles já ficaram algumas vezes).
-ficar -ficar
sufixo

Elemento que forma verbos e designa causar, fazer.


verbo predicativo, transitivo indireto e intransitivo Permanecer, alojar-se, continuar em um lugar: ficava sempre em casa; fiquei uma semana no hospital; ficamos ali.
verbo intransitivo Estar localizado em um determinado ponto: minha casa fica em frente ao banco; a cidade de Cunha fica no Estado de São Paulo.
verbo transitivo indireto Sofrer adiamento ou postergação: nossos planos ficaram para o ano que vem; o pagamento fica para amanhã.
verbo intransitivo Sobrar, restar, perdurar; subsistir: para mim ficou pouco da sua fortuna; nada ficou dos registros da época; apenas ela e seu irmão ficaram daquela família.
verbo intransitivo Não ir além, limitar-se: nossas ideias ficam por aqui; a discussão ficou por isso mesmo.
verbo transitivo indireto Fazer companhia, permanecer junto de alguém: ficou morando com a avó; ficou comigo no hospital.
verbo transitivo indireto Apossar-se de algo; manter algo em poder: ficou com o carro que pertencia aos três irmãos.
verbo transitivo indireto Custar uma determinada quantia: a ponte ficou em alguns milhões.
verbo intransitivo e transitivo indireto Receber por direito, merecimento ou sorte: ficou pouco para ele do dinheiro do bolão; fiquei com a medalha de ouro; ficaram com o prêmio do sorteio.
verbo transitivo indireto Manter informações ou opiniões em segredo: a viagem que faria ficou apenas entre ele e seu colega; fica entre nós o que penso sobre isso.
verbo transitivo direto e intransitivo [Popular] Namorar sem compromisso durante um curto período de tempo: ela fica com quem quiser, é uma mulher livre; sempre que se encontram em festas, acabam ficando.
verbo transitivo direto e intransitivo Ser acometido por doença: ficou gripado e faltou à aula; ficou com meningite e teve que ser isolado.
verbo predicativo Passar a ter ou adquirir certa característica: ficou triste de repente; a situação ficou confusa; fica mais bonito de barba.
verbo transitivo indireto Prometer, combinar: minha amiga ficou de vir sem falta à festa.
verbo predicativo Tornar-se, vir a ser, converter-se, transformar-se: ficou avarento depois de velho; quanto mais sofria, mais forte ficava; as bolachas ficaram duras.
verbo transitivo indireto Resultar, cair bem/mal: o vestido fica bem nela; o tapete fica mal aqui na sala.
Etimologia (origem da palavra ficar). Do latim vulgar “figiccare”, frequentativo de “figere”, fixar.
expressão Ficar bem: combinar, convir: você fica bem de amarelo.
Ficar mal: não combinar, não ter harmonia: essas calças ficam mal para Maria.
Ficar de: combinar, comprometer-se, prometer: sempre ficam de vir e nunca aparecem!


Ficar (português brasileiro) ou curtir (português europeu), na cultura luso-brasileira, é uma gíria designada a uma relação afetiva sem compromisso que, normalmente, não tem, associada, uma componente de fidelidade, uma vez que a sua natureza é, normalmente, efêmera. O ficar (ou uma curte, como é designado em Portugal) pode resumir-se a um encontro de apenas um dia ou uma noite. Este pode implicar somente uma troca de beijos e carícias ou resultar também num envolvimento mais íntimo de carácter sexual, mas que não se prolongará por muito no tempo.
No entanto, segundo algumas fontes, esta relação passageira não ultrapassará a troca de beijos e carícias porque, de um modo geral, os envolvidos não se encontram ainda maduros para a vida sexual.
Diferencia-se de namorar pelo fato de este envolver um compromisso afetivo e uma maior tendência à durabilidade. Também diferencia-se do relacionamento aberto pois, nesse outro, há uma certa relação de compromisso, como no namoro, enquanto a ficada, a princípio, não é continuativa. Também diferencia-se da amizade colorida pelo fato de os ficantes não serem necessariamente amigos.


bookmark_borderO que é respeito

respeito | s. m. | s. m. pl. 1ª pess. sing. pres. ind. de respeitar
res·pei·to
(latim respectus, -us, acção de olhar para trás, espectáculo , atenção )
substantivo masculino

1. Sentimento que nos impede de fazer ou dizer coisas desagradáveis a alguém.

2. Apreço, consideração, deferência.

3. Acatamento, obediência, submissão.

4. Medo, receio, temor.
respeitossubstantivo masculino plural

5. Cumprimentos, recomendações.

a respeito de • Relativamente a; no tocante a; quanto a.

com respeito a • O mesmo que a respeito de.

de respeito • Importante, respeitável.

dizer respeito a • Referir-se a.

em respeito de • Comparativamente.

no que diz respeito a • Relativamente a; no tocante a; quanto a.

salvo o respeito • Com licença.
res·pei·tar res·pei·tar – Conjugar
(latim respecto, -are, olhar para trás muitas vezes, esperar, prestar atenção )
verbo transitivo

1. Dar provas de respeito. = HONRAR, VENERAR

2. Poupar.

3. Tremer, recear.

4. Observar, cumprir, tolerar.verbo intransitivo

5. Estar na direcção de.

6. Dizer respeito, ser relativo, pertencer.verbo pronominal

7. Dar-se ao respeito.

8. Não cometer actos impróprios de seriedade.

no que respeita a • Relativamente a; quanto a.

pelo que respeita a • O mesmo que no que respeita a.


substantivo masculino Sentimento que leva alguém a tratar as outras pessoas com grande atenção e profunda deferência, consideração ou reverência: respeito pelas mulheres, respeitar os mais velhos.
Obediência, acatamento ou submissão: respeito às leis.
Apreensão ou sensação de medo: aquela é uma tempestade que impõe respeito.
Maneira de se tratar um assunto; ponto de vista.
Que ocasiona alguma coisa; motivo, razão.
substantivo masculino plural Homenagens ou cumprimentos: apresentar seus respeitos.
Dizer respeito a. Ter relação com: tudo isto diz respeito a um fato de suma importância.
locução prepositiva A respeito de; com respeito a; respeito a: relativamente a, no tocante a, com referência a.
Dizer respeito a: em relação a.
Etimologia (origem da palavra respeito). Do latim respectu; ação de olhar para trás.


O respeito demonstra um sentimento positivo por uma pessoa ou para uma entidade (como nação, religião, política, dentre outros) e também ações especificas e condutas representativas daquela estima. Respeito também pode ser um sentimento específico de consideração pelas qualidades reais do respeitado. Pode também ser conduzido de acordo com a moral específica de respeito. Ser rude é considerado falta de respeito (desrespeito), enquanto que ações que honram a alguém ou a alguma coisa são consideradas respeito.
Morais especificas de respeito são de importância fundamental para muitas culturas. Respeito por tradições e autoridades legítimas são identificadas por Jonathan Haidt como um dos cinco valores morais fundamentais compartilhados para um maior ou menor por sociedades diferentes e indivíduos diferentes.
Respeito não deve ser confundido com tolerância porque tolerância não diz necessariamente nenhum sentimento positivo.
A palavra respeito vem do latim respectus, particípio passado de respicere, “olhar outra vez”, de re-, “de novo”, mais specere, “olhar”. A ideia é de que algo que se tenha feito seja valorizado e reconhecido. A noção de respeito implica que pode ser aplicado para uma pessoa que fez algo certo, mas também para qualquer coisa afirmada no passado como uma promessa, lei, acordo, dentre outros.
Isto também é porque na maioria dos idiomas, é dito que o respeito deve ser merecido.
Outro uso do termo respeito é quando alguém fala sobre um tema específico com respeito, por exemplo, sobre diferentes crenças, condutas ou religiões. Isso quer dizer que o indivíduo debateu sobre o assunto de forma sensível e prudente.
A respeito de e com respeito a são duas expressões que servem para referenciar algo. Geralmente são substituídas por “relativamente a”.
Exemplos: “O presidente não falou a respeito de sua condenação.”
Outras expressões com a palavra respeito são:

Com todo o respeito – que sinaliza afirmar ou expressar uma opinião que está em desacordo com a de outra pessoa, mas de forma polida.
Salvo o respeito – que significa “com a licença”.
Em respeito de – que faz uma comparação à outra coisa.
De respeito – uma pessoa ou mesmo ocasião considerada importante e respeitável.
E diz respeito – que procura indicar algo que pertence ou é de responsabilidade de alguém.


bookmark_borderO que é beijo

beijo | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de beijar
bei·jo
(latim basium, -ii )
nome masculino

1. Toque de lábios, pressionando ou fazendo leve sucção, geralmente em demonstração de amor, gratidão, carinho, amizade, etc. = ÓSCULO

2. Fórmula informal de despedida (ex.: beijos e abraços para todos).

3. [Figurado]   [Figurado]   Contacto feito de forma leve ou suave.

beijo de Judas • Beijo de falso amigo; carícia ou gesto traiçoeiro.

beijo de língua • Aquele em que as línguas se acariciam.

beijo de paz • O que se dá em sinal de reconciliação.
bei·jar bei·jar – Conjugar
(latim basio, -are )
verbo transitivo e pronominal

1. Dar beijo(s) em. = OSCULARverbo transitivo

2. Tocar levemente com os lábios em.

3. [Figurado]   [Figurado]   Tocar de leve. = ROÇAGAR, ROÇAR

4. [Figurado, Por extensão]   [Figurado, Por extensão]   Estar contíguo a, próximo de. = TOCAR


substantivo masculino Ação ou efeito de tocar os lábios, pressionando-os levemente, em pessoa, animal ou coisa, demonstrando carinho, amor, respeito etc.: ofereceu um beijo em retribuição ao presente; a mãe enchia os filhos de beijos.
[Figurado] Ação ou efeito de tocar suavemente: o beijo do sol no mar.
[Por Extensão] Quem se destaca por possuir boas qualidades como beleza, bondade, generosidade etc.: minha avó é um beijo!
[Por Extensão] Maneira carinhosa utilizada para finalizar uma carta, um bilhete, um email etc.: com amor e um beijo.
[Brasil] Botânica. Tipo de erva da família das balsamináceas cujas folhas são ovadas, de flores rubras com cinco pétalas; maria-sem-vergonha.
[Brasil] Botânica. Designação das plantas do gênero Hibiscus, oriundas de regiões subtropicais, geralmente cultivadas por possuírem belas flores, para utilização medicinal e/ou para retirada de fibras; hibisco.
Beijo de Língua. Beijo dado na boca cujas línguas das duas pessoas que estão se beijando se tocam e se acariciam.
Etimologia (origem da palavra beijo). Do latim bacium.ii.


Um beijo (do latim basium) é o toque dos lábios em outra pessoa ou objeto. Na cultura ocidental é considerado um gesto de afeição. Entre amigos, é utilizado como cumprimento ou despedida. O beijo nos lábios de outra pessoa é um símbolo de afeição romântica ou de desejo sexual – neste último caso, o beijo pode ser também noutras partes do corpo. Ainda há o chamado beijo de língua, em que as pessoas que se beijam mantêm a boca aberta enquanto trocam carícias com as línguas.


bookmark_borderO que é cócegas

fem. pl. de cócega
có·ce·ga
(origem controversa )
nome feminino

1. Sensação irritante produzida em certas partes do corpo por uma fricção ou toque ligeiro que provoca geralmente riso ou movimentos pouco controlados.

2. [Informal]   [Informal]   Tentação, desejo, impulso.

3. [Informal]   [Informal]   Impaciência.Nota: mais usado no plural.


substantivo feminino plural Sensação indefinível provocada por toques ou leve fricção da pele em certas partes do corpo, e acompanhada de gargalhadas.
[Figurado] Desejo intenso; impaciência.
Etimologia (origem da palavra cócegas). A palavra cócegas tem sua origem incerta, ou seja, não é possível confirmar com toda a certeza a origem dessa palavra.


As cócegas são um processo neurológico e físico do corpo humano. Diversas teorias tentam explicar o que são as cócegas e a mais aceita recentemente pelos cientistas é a de que as cócegas são um sistema de autodefesa do corpo. Segundo essa teoria, o cérebro emite um sinal de alarme e o corpo responde rapidamente. Embora essa explicação seja possível, as cócegas estão nos comportamentos de animais sociais, como por exemplo, os macacos, que também fazem cócegas uns aos outros, como uma forma de estreitar as relações entre si.
Geralmente estimulada por um leve roçar da pele, fricção ou pequenas pressões (apertões) em certas partes do corpo, como a barriga, os pés ou as axilas, por exemplo, as cócegas são um meio de se aproximar de maneira mais íntima com o outro. Ao receber as cócegas, nosso corpo acaba reagindo com espasmos e riso convulso.