bookmark_borderO que é proletariado

proletariado | s. m.
pro·le·ta·ri·a·do
(proletário + -ado )
nome masculino

Classe ou estado dos proletários, dos trabalhadores.


substantivo masculino Estado de proletário.
A classe da qual pertence os proletários.
Conjunto das pessoas que exercem qualquer tipo de trabalho: o proletariado urbano.
Etimologia (origem da palavra proletariado). Proletári(o) + ado.


Proletariado (do latim proles, “filho, descendência, progênie”) é um conceito usado para definir a classe oposta à classe capitalista. O proletário consiste daquele que não tem nenhum meio de vida exceto sua força de trabalho (suas aptidões), que ele vende para sobreviver.
O proletário se diferencia do simples trabalhador, pois este último pode vender os produtos de seu trabalho (ou vender o seu próprio trabalho enquanto serviço), enquanto o proletário só vende sua capacidade de trabalhar (suas aptidões e habilidades humanas), e, com isso, os produtos de seu trabalho e o seu próprio trabalho não lhe pertencem, mas àqueles que compram sua força de trabalho e lhe pagam um salário.
A existência de indivíduos privados de propriedade, privados de meios de vida, permite que os capitalistas (os proprietários dos meios de produção e de vida) encontrem no mercado um objeto de consumo que age e pensa (as capacidades humanas oferecidas no mercado de trabalho), que eles consomem para aumentar seu capital. Ao vender sua força de trabalho, o proletário ajuda a gerar bens para a população e aumenta suas habilidades como trabalhador, possibilitando que cobre cada vez mais pela força de seu trabalho.[carece de fontes?] O comprador (o capitalista) comanda o trabalho do proletário e se apropria de seus produtos para vendê-los no mercado.
A palavra proletariado define o conjunto dos proletários considerados enquanto formando uma classe social.


bookmark_borderO que é ludismo

ludismo | s. m. ludismo | s. m.
lu·dis·mo 1
(latim ludus, -i, jogo, divertimento,distracção + -ismo )
nome masculino

Qualidade do que é lúdico. = LUDICIDADE
lu·dis·mo lu·dis·mo 2
(inglês luddism, de [Ned] Ludd, antropónimo [operário inglês do final do século XIX] )
nome masculino

[História]   [História]   Movimento inglês do final do século XIX que se opunha à mecanização e à industrialização. = LUDDISMO


substantivo masculino [História] Movimento que, contrário à industrialização e à mecanização do trabalho, teve sua origem na Inglaterra, no início do século XIX, e acreditava ser a tecnologia a razão do desemprego e da miséria; luddismo.
[Por Extensão] Qualquer ação que se oponha ao progresso tecnológico.
Etimologia (origem da palavra ludismo). Do inglês luddism, do nome Ned Ludd.
adjetivo Qualidade de lúdico, do que é feito ou desenvolvido a partir de jogos, brincadeiras ou atividades criativas.
Etimologia (origem da palavra ludismo). Ludi, do latim ludus, “divertimento” + ismo.


Ludismo ou luddismo foi um movimento de trabalhadores ingleses do ramo de fiação e tecelagem, ativo no início do século XIX, nos primórdios da Revolução Industrial, e que se notabilizou pela destruição de máquinas como forma de protesto. Os ludistas consideravam que o maquinário era usado, “de maneira fraudulenta e enganosa”, para contornar práticas laborais consolidadas pela tradição. A princípio, os ataques ludistas foram enfrentados a tiros pelos proprietários das máquinas. Afinal o movimento foi reprimido por forças militares, e o endurecimento da legislação britânica resultou em penas severas para os participantes do movimento.
Ao longo do tempo, prevaleceu o entendimento do termo ‘ludismo’ como um movimento de reação ao progresso técnico – à industrialização, à automação, à informatização ou a novas tecnologias em geral – embora tal entendimento seja objeto de revisão por parte dos historiadores.