bookmark_borderO que é estertor

estertor | s. m.
es·ter·tor |ô| es·ter·tor |ô|
(francês sterteur, do latim stertor, -ere, ressonar, dormir profundamente )
substantivo masculino

1. Ruído da respiração do moribundo. = RALA, RALO

2. Momento que antecede a morte. = AGONIAConfrontar: estentor.


substantivo masculino Respiração repleta de ruídos feita por quem está prestes a morrer.
[Medicina] Ronqueira; respiração conturbada, ruidosa, inconstante como a feita por quem está dormindo profundamente ou por quem está em coma.
[Medicina] Som proveniente dos pulmões que, percebido por uma ausculta pulmonar, apresenta uma intensidade anormal.
Etimologia (origem da palavra estertor). Do elemento estert; pelo latim stertore.


Estertor (do latim stertōr, ronco) ou rales são ruídos pulmonares anormais causados pela passagem de ar por vias aéreas estreitas ou cheias de fluídos. Geralmente são ouvidos com um estetoscópio durante a auscultação pulmonar em um exame físico por um médico(a) ou enfermeiro(a).


bookmark_borderO que é ortopneia

ortopneia ortopnéia ortopneia | s. f.
or·top·nei·a or·top·néi·a or·top·nei·a
(orto- + -pneia )
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Dificuldade de respirar, em especial na posição deitada, que obriga a estar sentado ou em pé.• Grafia no Brasil: ortopnéia. • Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990:ortopneia. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:ortopnéia
• Grafia em Portugal:ortopneia.


substantivo feminino Dificuldade de respirar, causada por algumas doenças, que obriga o doente estar em pé; asma.
Etimologia (origem da palavra ortopneia). Do grego orthopnoia; pelo latim pelo latim orthopnoea.ae.


Ortopneia é a dificuldade respiratória (dispneia) que ocorre quando a pessoa está deitada, fazendo com que a pessoa tenha que dormir elevada na cama (usando vários travesseiros para dormir) ou sentada em uma cadeira.
A ortopneia pode ser um sintoma de insuficiência cardíaca. Também pode ocorrer em pessoas com asma ou bronquite crônica, assim como com pessoas que têm apneia ao dormir ou Disturbio do pânico. Essa condição geralmente ocorre devido a uma falência do ventrículo esquerdo e/ou edema pulmonar. Também é associada com a doença hepática policística.
Na base deste sintoma está a falência do coração enquanto bomba, o qual é incapaz de manter um volume de ejecção sistólico adequado. Desta forma, o fluido acumula-se nas câmaras esquerdas do coração, aumentando a pressão existente nestas, a qual se transmite retrogradamente para a microcirculação pulmonar. Aí, o excesso de pressão causa o transudamento de líquido para os alvéolos, diminuindo a superfície de troca gasosa e em consequência provocando a dispneia.
Este mecanismo também permite explicar os derrames pleurais usualmente observados na Insuficiência Cardíaca.


bookmark_borderO que é midríase

midríase | s. f.
mi·drí·a·se
(grego mudríasis, -eos )
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Dilatação anormal da pupila.


substantivo feminino [Medicina] 1 Paralisia da íris.
Aumento dos diâmetros da pupila.
Etimologia (origem da palavra midríase). Do grego mydríasis.


Midríase é a dilatação da pupila em função da contração do músculo dilatador da pupila. Seu contrário, ou seja, a contração da pupila, é conhecida como miose.
A dilatação do diâmetro pupilar pode ser produzida por algumas drogas, como por exemplo atropina. Pode ser um dos efeitos colaterais ao uso de remédios para a síndrome do pânico. Também pode ser causada pelo uso de substâncias como anticolinérgicos, cocaína, álcool, LSD e outras drogas.
A midríase pode estar relacionada a lesões cerebrais, como por exemplo lesões do tronco encefálico. Em acidentes de trânsito, é um dos indicadores de possíveis lesões cerebrais.
É comumente observada em bovinos a caminho do abate, devido à descarga de adrenalina que os animais têm face à morte iminente.
Em situações que não envolvem risco de morte, a dilatação das pupilas é popularmente conhecida como sinal de interesse amoroso.


bookmark_borderO que é broncofonia

broncofonia | s. f.
bron·co·fo·ni·a
(bronco- + -fonia )
substantivo feminino

Ressonância da voz na ramificação dos brônquios.


substantivo feminino [Medicina] O som da voz ouvida por meio do estetoscópio aplicado sobre um brônquio são. Ouvido sobre outras partes do peito, indica solidificação do tecido pulmonar.
Etimologia (origem da palavra broncofonia). Bronco + fono + ia.


Broncofonia, ou bronquiloquia, é a transmissão anormal dos sons originados dos pulmões ou dos brônquios. Constitue-se em um Sinal observado pelo médico, à auscultação pulmonar. Ao paciente é solicitado que repita por diversas vezes sons cacofônicos, como “trinta e três” , por exemplo, enquanto o médico ausculta diversas áreas simétricas em cada lado do tórax.
Normalmente, a voz do paciente vai tornando-se menos audível à medida que o médico ausculta áreas mais periféricas dos pulmões.
No caso de broncofonia, a voz do paciente permanece perfeitamente audível, em alto tom, mesmo nas áreas mais periféricas do tórax, geralmente em função da presença de consolidação dos tecidos pulmonares, como em consequência de uma pneumonia, bronquiectasia, câncer de pulmão ou outra causa de consolidação pulmonar.
A broncofonia não é diagnóstica, por sí só, mas deve conduzir a investigação mais aprofundada.
Nem sempre é necessário que o paciente emita sons vocalizados para a percepção de broncofonia. Ela pode ser percebida apenas pela auscultação dos sons respiratórios. Neste caso, é descrita como murmúrio vesicular aumentado, que significa que os sons da respiração estão aumentados.


bookmark_borderO que é hematoma

hematoma | s. m.
he·ma·to·ma |ô| he·ma·to·ma |ô|
nome masculino

Derrame de sangue numa cavidade natural ou sob a pele, em consequência de uma ruptura dos vasos.


substantivo masculino Derrame de sangue no interior de uma cavidade natural ou sob a pele, em consequência de uma ruptura de vasos.


Hematoma define-se como uma coleção (ou seja acúmulo) de sangue num órgão ou tecido, geralmente bem localizado e que pode dever-se a traumatismo, alterações hematológicas ou outras causas. Também conhecido como nódoa negra, pisadura ou lívido quando se acumula debaixo da pele. As variações de cor que apresenta quando extravasado a nível subcutâneo devem-se à metabolização da hemoglobina em biliverdina. Aquando da formação do hematoma este aparece avermelhado ou azulado devido à extravasão de sangue dos capilares para tecidos circundantes. Conforme o tempo passa os constituintes sanguíneos vão sendo absorvidos e transformados em outros compostos (biliverdina, e posteriormente bilirrubina) passando da cor vermelha a roxo, a amarelado.Os hematomas são parecidos com os “Galos” Que com o impacto do objeto com sua cabeça (ou outra parte do corpo) Os vasos sanguíneos estouram devido ao impacto. E pra onde vai esse sangue? Pra o osso duro embaixo ou a pele mole em cima? É lógico que vai para a pele. E assim criando o “galo” podendo ficar de várias cores.


bookmark_borderO que é hipotonia

hipotonia | s. f.
hi·po·to·ni·a
(hipo- + grego tónos, -ou, o que faz esticar ou pode ser esticado, corda + -ia )
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Diminuição do estado normal de firmeza ou elasticidade de um órgão ou de um tecido (ex.: hipotonia generalizada; hipotonia muscular). = HIPOTONICIDADE


substantivo feminino [Bioquímica] Estado de uma solução hipotônica.
[Medicina] Diminuição da tonicidade muscular.


Hipotonia é uma condição na qual o tônus muscular está anormalmente baixo, geralmente envolvendo redução da força muscular.


bookmark_borderO que é acinesia

acinesia | s. f.
a·ci·ne·si·a
(grego akinesía, -as )
nome feminino

1. Ausência de movimento. = IMOBILIDADE

2. [Medicina]   [Medicina]   Intervalo entre a sístole e a diástole.


substantivo feminino Falta de movimento; imobilidade.
[Medicina] Diminuição ou ausência total dos movimentos do corpo; que deixou de possuir movimentos involuntários.
[Fisiologia] Período de descanso posterior a sístole cardíaca.
Neurologia. Que não possui a capacidade de se movimentar (sem que haja paralisia).
Etimologia (origem da palavra acinesia). Do grego akinesía.as.


Patologia que se caracteriza pelo deficiente movimento do músculo cardíaco, implicando que este deixe de se contrair como deve e levando a um aumento anormal do período temporal entre a sístole e a diástole que, em casos graves, poderá levar à imobilidade do músculo cardíaco.
Pode se caracterizar por ausência de movimento; imobilidade.
Medicina:
Ausência ou perda do movimento voluntário.
Fisiologia:
Intervalo de repouso após a sístole cardíaca.
Neurologia:
incapacidade de se mover, na ausência de qualquer paralisia.
Nos portadores de parkinson, perda gradativa de ovimento dos membros superiores e inferiores.


bookmark_borderO que é meningismo

Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição. leninismo feminismo meníngeo meninges mediatismo fenianismo mancinismo (norma brasileira) medievismo (norma brasileira) meninico (norma brasileira) tenentismo (norma brasileira)
Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.


substantivo masculino [Medicina] Quadro clínico semelhante ao da meningite, mas em que não há alterações do líquido cefalorraquidiano.
Etimologia (origem da palavra meningismo). Meninge + ismo.


Meningismo é a tríade de rigidez na nuca, fotofobia (intolerância ao brilho da luz) e dor de cabeça. É um sinal de irritação das meninges, como observado na meningite, hemorragia subaracnóidea e diversas outras doenças.


bookmark_borderO que é sialorreia

sialorreia sialorréia sialorreia | s. f.
si·a·lor·rei·a si·a·lor·réi·a si·a·lor·rei·a
(grego síalon, ou, saliva + -reia )
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Secreção excessiva ou muito abundante de saliva. = HIPERSIALOSE, POLISSIALIA, PTIALISMO• Grafia no Brasil: sialorréia. • Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990:sialorreia. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:sialorréia
• Grafia em Portugal:sialorreia.


substantivo feminino [Medicina] Secreção abundante, excessiva de saliva.


Hipersalivação ou Sialorreia, também conhecida como ptialismo ou polissialia é a secreção abundante de saliva.Caracteriza-se por uma produção de saliva em excesso à quantidade normal diária de 1,5 a 2 litros e é normalmente associada a pessoas com distúrbios neurológicos ou doenças raras e também em bébés.


bookmark_borderO que é eritema

eritema | s. m.
e·ri·te·ma |ê| e·ri·te·ma |ê|
nome masculino

[Medicina]   [Medicina]   Congestão cutânea que apenas provoca uma vermelhidão na pele.


substantivo masculino Congestão cutânea que dá lugar à vermelhidão da pele. (O eritema é a parte externa das erupções; o enantema afeta as partes internas: mucosa da boca, faringe etc.).


Eritema é um sinal clínico presente em várias patologias e caracterizado por um rubor da pele ocasionado pela vasodilatação capilar.O eritema está presente em:

exposição ao calor e primeira fase de uma queimadura;
sinais cardinais de Celsus (rubor, calor, tumor, dor e perda de função) em casos de processo inflamatório ou infeccioso;
secundário à tomada de determinadas substâncias medicamentosas, como bloqueadores dos canais de cálcio;
casos de alergias, mas havendo predisposição maior a exantemas.Ao pressionar a superfície afetada com uma lâmina de vidro, o eritema deve desaparecer — reaparecendo ao cessar a pressão —, na medida em que ocorre devido a uma dilatação dos vasos periféricos, com a pressão temporariamente removendo o sangue destes. Esta característica permite diferenciá-lo de outras doenças de pele, como o exantema e o púrpura.