bookmark_borderO que é bile

bile | s. f.
bi·le
(latim bilis, -is, bílis )
substantivo feminino

1. [Bioquímica]   [Bioquímica]   Líquido que o fígado segrega .

2. [Figurado]   [Figurado]   Mau humor. = ATRABÍLIS, IRASCIBILIDADE

Sinónimo Sinônimo Geral: BÍLIS


substantivo feminino Substância de cor amarelo-esverdeada, de sabor amargo, que o fígado secreta e que exerce sua atividade no duodeno, com a função de auxiliar na digestão e na absorção de gorduras.
[Por Extensão] Falta de bom humor; tendência para se irritar; gênio ruim.
Etimologia (origem da palavra bile). Do latim bilis.is.


Bile, bílis, fel ou suco biliar é um fluído produzido pelo fígado (produz cerca de um litro de bile por dia) e armazenado na vesícula biliar – capacidade de armazenar 20 – 50 ml de bile – e atua na emulsificação de gorduras (homogeneização da suspensão de gordura em dispersão coloidal, análogo à atuação do detergente em óleo), facilitando a ação da lipase pancreática, uma enzima produzida pelo pâncreas, pois aumenta a superfície de contato gordura-enzima. Determinados microrganismos para evitar a putrefação de alguns alimentos e na absorção de substâncias nutritivas da dieta ao passarem pelo intestino.


bookmark_borderO que é sigmoide

adjetivo [Anatomia] Que tem aproximadamente a forma do sigma (S).
Cavidade sigmóide, cavidade articular de certos ossos (cúbito).
Válvulas sigmóides, as válvulas situadas na raiz da aorta e da artéria pulmonar.


O sigmoide, ou porção pélvica, é a seção que liga a porção transversal do intestino grosso ao reto. Recebe o nome “sigmoide” pela sua aparência que lembra a letra “S” do alfabeto grego (sigma). O nome “porção pélvica” refere-se à região em que se encontra.
É caracterizado por ser a parte do intestino na qual os movimentos peristálticos fazem maior pressão no bolo alimentar, a fim de solidificá-lo e transformá-lo em fezes.


bookmark_borderO que é quimificação

quimificação | s. f.
qui·mi·fi·ca·ção
nome feminino

Elaboração do quimo.


substantivo feminino [Biologia] Conversão das substâncias alimentícias em quimo pela digestão estomacal.


Quimificação é um processo químico do sistema digestivo que é conversão das substâncias alimentícias no bolo alimentar chamado quimo, no estômago. Ela é uma digestão gástrica que age sobre grande parte de proteínas (macromoléculas), transformado-as em peptídeos e aminoácidos (micromoléculas) reduzindo também pequena parte de gorduras para facilitar à quilificação.


bookmark_borderO que é quimo

quimo | s. m.
qui·mo
(grego khumós, -oû, suco dos vegetais )
nome masculino

[Fisiologia]   [Fisiologia]   Espécie de pasta que formam os alimentos, depois de o bolo alimentar ter recebido uma primeira elaboração no estômago.Confrontar: quilo.


substantivo masculino Líquido em que se transformam os alimentos no estômago por efeito da digestão gástrica.


Quimo (do grego chymós, suco, pelo latim tardio chymu) é o nome que, em Fisiologia, se dá ao alimento parcialmente digerido que sai do estômago para o intestino na forma de um líquido pastoso. O quimo é altamente ácido, e formado pelo bolo alimentar + HCl + suco gástrico + enzimas (pepsina).
Quando o quimo entra no duodeno a acidez estimula a secreção de um hormônio chamado enterogastrona, que inibe a secreção de gastrina (hormônio que estimula a secreção do suco gástrico).
Do estômago, o quimo passa para o intestino delgado Empurrado pelos movimentos musculares da parede intestinal, e já tendo recebido a bílis (produzida pelo fígado), o suco pancreático (produzido pelo pâncreas) e o suco intestinal (produzido pelas glândulas intestinais), o quimo, se transforma em quilo, o bolo alimentar do estômago.
A entrada do quimo ácido ao duodeno também ocasiona a secreção de mais dois hormônios: a secretina e a colecistoquinina (CCK).
A secretina (produzida no duodeno) induz as células centro acinosas que estão na luz dos ácinos serosos encontrados no pâncreas, a liberar bicarbonato de sódio, para neutralizar a acidez do quimo.
A colecistoquinina estimula a liberação da bile pela vesícula biliar e a liberação de enzimas pancreáticas.
O quimo também pode ser expressado com ácido que, quando em contato com a comida, vira líquido viscoso como um suco de laranja, que é muito ácido.


bookmark_borderO que é faringe

faringe | s. f.
fa·rin·ge
(grego fárugks, -ugos, garganta )
substantivo feminino

[Anatomia]   [Anatomia]   Canal que vai da parte posterior da boca e do nariz até ao esófago e à laringe.


substantivo feminino [Anatomia] Região situada entre a boca e a parte superior do esôfago.


Faringe (do Novo Latim pharynx, por sua vez do Grego Antigo φάρυγξ, phárunx, “garganta”) é a porção da anatomia que faz parte do fundo da boca e do nariz e vai até a laringe e ao esôfago. É um canal comum ao aparelho digestivo e ao aparelho respiratório. De modo geral entre os mamíferos a faringe é ponto de encontro entre estes dois aparelhos.Na faringe ocorre o fenômeno da deglutição. Ao entrar na faringe, o próprio peso do alimento e a musculatura do pescoço, que é chamada de hióidea, movimentam a epiglote para baixo, tampando a entrada da traqueia. Em seguida o alimento desce para o esófago.
A faringe humana é dividida em nasofaringe, localizada posteriormente à cavidade nasal; orofaringe, posterior à cavidade oral. A parte inferior da faringe, onde esta comunica com o esôfago, chama-se laringofaringe ou hipofaringe.


bookmark_borderO que é boca

boca | interj. boça | s. f. boca | s. f. | interj.
bo·ca |ó| bo·ca |ó| 2
(forma do verbo bocar )
interjeição

Voz com que se chamam cães , especialmente para comerem ou apanharem qualquer objecto com a boca.
bo·ça |ó| bo·ça |ó|
substantivo feminino

[Náutica]   [Náutica]   Cabo que sustenta a verga no gurupés.
bo·ca |ô| bo·ca |ô| 1
(latim bucca, -ae )
substantivo feminino

1. Orifício e cavidade entre os lábios e a faringe, que forma a primeira parte do aparelho digestivo e na qual estão contidos .

2. Parte exterior dessa cavidade, formada pelos dois lábios.

3. Abertura anterior.

4. Entrada (ex.: boca do metro).

5. Foz.

6. Cada uma das partes de um fogão onde se pode colocar um recipiente para cozinhar (ex.: boca de gás; boca eléctrica; fogão de quatro bocas).

7. Mossa, recorte ou falha num rebordo ou numa superfície (ex.: louça com bocas).

8. Cratera.

9. [Figurado]   [Figurado]   Proscénio .

10. Pessoa a sustentar.

11. Pessoa que protesta.

12. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Comentário provocatório ou crítico (ex.: ele gosta muito de mandar bocas).

13. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Comentário ou opinião sem fundamento ou sem pertinência (ex.: que boca tão parva!). = BITAITE, BITATE

14. [Armamento]   [Armamento]   Orifício circular por onde sai o projéctil de uma arma de fogo.

15. [Culinária]   [Culinária]   Apêndice de diversos crustáceos (ex.: bocas de caranguejo, bocas de sapateira).

16. [Náutica]   [Náutica]   Parte mais larga do navio.

17. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Ocasião propícia para algo. = OPORTUNIDADE

18. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Local onde se vende droga ilegalmente. = BOCA-DE-FUMO

19. [Angola, Informal]   [Angola, Informal]   Pessoa muito faladora ou intrometida.interjeição

20. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Expressão usada para impor silêncio. = CALUDA

à boca cheia • Em voz alta, sem rebuço.

à boca pequena • Em privado ou em voz baixa.

abrir a boca • Bocejar.

• Falar.

adoçar a boca • Agradar.

boca da noite • O anoitecer.

boca de cena • Frente do palco, junto à ribalta. = PROSCÉNIO

boca de siri • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Exclamação que visa impor silêncio ou impedir que se fale sobre determinado assunto. = BICO, CALUDA, PSIU

boca do corpo • [Informal]   • [Informal]   Conjunto das partes genitais femininas. = VULVA

boca do estômago • Região do tórax acima do estômago, à frente do coração. (ex.: levou um soco na boca do estômago). = ANTICÁRDIO, PRECÓRDIO

com a boca na botija • Em flagrante.

de boca • De viva voz; verbalmente.

fazer boca • Comer um bocado para beber.

na boca de • Na opinião de.

na boca do lobo • No lugar mais perigoso.

rijo de boca • Que não obedece bem ao freio.

tirar à boca • Privar-se, passar mal.


substantivo feminino Cavidade anatômica que compõe a parte inicial do tubo digestivo, através da qual é possível ingerir alimentos.
[Por Extensão] Parte externa dessa cavidade composta pelos lábios.
O que se assemelha a uma boca (cavidade): boca de vulcão.
Abertura de uma superfície, objeto, recipiente: boca de garrafa.
Buraco através do qual a bala é lançada (numa arma de fogo): boca de fuzil.
Abertura do fogão por meio da qual o fogo é expelido: fogão de 4 bocas.
Parte inicial de uma rua: boca da avenida, de rua.
[Figurado] Pessoa que depende de outra: lá em casa são 6 bocas famintas!
[Popular] Excelente oportunidade, com benefícios.
[Gíria] Local onde é possível comprar e vender drogas.
[Geografia] Embocadura de rio.
[Geografia] Parte inicial de uma baía, canal etc.
Abertura por onde sai o ar (num órgão, instrumento etc.).
interjeição Modo usado para pedir ou dar uma ordem de silêncio.
Etimologia (origem da palavra boca). Do latim buccam.


A boca faz parte do sistema digestivo como abertura anterior do tubo digestivo dos animais e onde inicia-se o processo da digestão no homem. Geralmente localiza-se na parte frontal da cabeça do animal. A boca é formada pelos dentes, língua, gengiva, palato – céu da boca –, bochecha e lábios. Esse grupo é responsável pelo início da digestão. Um adulto tem 32 dentes e uma criança tem em sua dentição decídua ou primária 20 dentes . A função dos quatro incisivos, que ficam na parte da frente da arcada, é cortar a comida.


bookmark_borderO que é reto

reto- | elem. de comp. recto reto | adj. | s. m. | adv. reto | adj. | s. m.
reto-
(latim rhaeti, -orum, os retos )
elemento de composição

Exprime a noção de rético (ex.: reto-romano).
rec·to |ét| re·to |ét| re·to |ét|
(latim rectus, a, um, regido, direito )
adjectivo adjetivo

1. Sem curvaturas nem sinuosidades. = ALINHADO, DIREITO ≠ CURVO, TORTO

2. Que corresponde à distância mais curta entre dois pontos. = DIREITO

3. Perpendicular ao horizonte; a prumo. = VERTICAL

4. [Figurado]   [Figurado]   Sincero, verdadeiro.

5. Justo, equitativo , imparcial.

6. [Figurado]   [Figurado]   Que segue o caminho da honra, da probidade.

7. [Geometria]   [Geometria]   Cujo eixo é perpendicular à base.

8. [Gramática]   [Gramática]   Que desempenha a função de sujeito na frase (ex.: a palavratué um pronome recto).nome masculino

9. [Anatomia]   [Anatomia]   Última parte do intestino grosso que termina no ânus.

10. Parte da frente de uma folha. = ANVERSO, FRENTE ≠ REVERSO, VERSOadvérbio

11. Sem desvios; em linha recta .Confrontar: resto.
• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: reto. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:recto.
• Grafia no Brasil: reto. • Grafia em Portugal:recto.
re·to re·to
(latim rhaeti, -orum, os retos )
adjectivo adjetivo

1. Relativo à Récia, antiga província romana situada entre o Reno e o Danúbio.nome masculino

2. Natural ou habitante da Récia.

Sinónimo Sinônimo Geral: RÉTICO


adjetivo Que não tem curvatura; direito.
Que vai sempre na mesma direção; direto.
[Figurado] Que se comporta com justiça, integridade, honestidade; justo; íntegro, verdadeiro, honesto, probo: parlamentar reto.
[Gramática] Que tem a função de sujeito, predicativo do sujeito ou vocativo, falando especialmente dos pronomes pessoais (eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas).
[Geometria] Que se forma pela junção de retas perpendiculares, falando do ângulo de 90º.
advérbio Que segue em linha reta, sem desvios: vá reto até ao final da rua.
substantivo masculino [Anatomia] Última parte do intestino grosso.
Página localizada à direita, no momento em que o livro está aberto; anverso, frente.
expressão Ângulo reto. Ângulo de lados perpendiculares entre si.
Etimologia (origem da palavra reto). Do latim rectus, a, um “direto”.


O reto (AO 1945: recto) é a porção final do intestino grosso, a qual se inicia no ângulo obtuso da alça sigmóide e termina no canal anal. Como a própria denominação deixa claro, é um canal retiforme (sem curvas) com comprimento aproximado de 15 cm (18 cm no total, se somada a ele a extensão do canal anal).


bookmark_borderO que é sialorreia

sialorreia sialorréia sialorreia | s. f.
si·a·lor·rei·a si·a·lor·réi·a si·a·lor·rei·a
(grego síalon, ou, saliva + -reia )
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]   Secreção excessiva ou muito abundante de saliva. = HIPERSIALOSE, POLISSIALIA, PTIALISMO• Grafia no Brasil: sialorréia. • Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990:sialorreia. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:sialorréia
• Grafia em Portugal:sialorreia.


substantivo feminino [Medicina] Secreção abundante, excessiva de saliva.


Hipersalivação ou Sialorreia, também conhecida como ptialismo ou polissialia é a secreção abundante de saliva.Caracteriza-se por uma produção de saliva em excesso à quantidade normal diária de 1,5 a 2 litros e é normalmente associada a pessoas com distúrbios neurológicos ou doenças raras e também em bébés.


bookmark_borderO que é duodeno

duodeno | s. m.
du·o·de·no |ê| du·o·de·no |ê|
nome masculino

1. [Anatomia]   [Anatomia]   Parte do intestino delgado entre o estômago e o jejuno.

2. [Pouco usado]   [Pouco usado]   Duodécimo.


substantivo masculino A primeira porção do intestino delgado, a qual vai desde o piloro até o jejuno.


O duodeno é a primeira seção do intestino delgado, na maioria dos vertebrados superiores, incluindo mamíferos, répteis e aves. Nos peixes, as divisões do intestino delgado não são tão claras, e os termos do intestino anterior ou intestino proximal podem ser usadas em vez de duodeno. Nos mamíferos, o duodeno pode ser o principal local para a absorção de ferro.O duodeno precede o jejuno e íleon, e é a parte mais curta do intestino delgado, onde a digestão mais química ocorre. O nome do duodeno provem do latim duodenum digitorum, ou “largura de doze dedos”, porque o seu comprimento era estimado em doze dedos transversos.Nos seres humanos, o duodeno é um tubo oco articulado com cerca de 25-38 centímetros ao longo da ligação do estômago ao jejuno. O intestino delgado mede cerca de sete metros, tendo 2,5 cm de diâmetro médio. Ele começa com o bulbo duodenal e termina no ligamento de Treitz.


bookmark_borderO que é intestino

intestino | adj. | s. m. | s. m. pl.
in·tes·ti·no
adjectivo adjetivo

1. Interior, interno, íntimo.

2. Que existe entre pessoas ou facções do mesmo país ou da mesma pátria (ex.: luta intestina; dissensões intestinas).

3. Que existe entre pessoas da mesma família ou do mesmo grupo restrito.substantivo masculino

4. Canal ou víscera formada de várias partes e que vai do estômago ao ânus.
intestinossubstantivo masculino plural

5. Canal intestinal.

intestino cego • [Anatomia]   • [Anatomia]   O mesmo que ceco.

intestino delgado • [Anatomia]   • [Anatomia]   Canal que vai do piloro ao ceco e compreende o duodeno, o jejuno e o íleo.

intestino grosso • [Anatomia]   • [Anatomia]   Canal que vai do ceco ao ânus e compreende o ceco, o colo e o recto .

intestino recto • [Anatomia]   • [Anatomia]   Última parte do intestino grosso que termina no ânus. = RECTO


substantivo masculino [Anatomia] Víscera abdominal que vai do estômago ao ânus, e que se divide, segundo seu diâmetro, em duas partes: o intestino delgado (de 6 a 8 m de compr. no homem), que se subdivide em duodeno, jejuno e íleo; e o intestino grosso (de 1,40 a 1,70 m de compr.), que o continua e se subdivide em ceco, cólon e reto. Ver digestão.


Na anatomia humana, o intestino é o segmento do canal alimentar que se estende a partir do esfíncter do piloro do estômago ao ânus e, em seres humanos e outros mamíferos, constituída por dois segmentos, o intestino delgado e o intestino grosso. Nos seres humanos, o intestino delgado é subdividido em duodeno, jejuno e íleo, enquanto o intestino grosso é subdividido em ceco e cólon.