bookmark_borderO que é poser

Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição. pu ser pod er póster c oser pose poses posem posei posa r (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico) poster (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico e norma brasileira) pôster (norma brasileira)
Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.


substantivo masculino [Gíria] Pessoa que finge ser algo que na realidade não é, caracterizada com alguém inautêntico, sem opiniões próprias, que se deixa influenciar pelo que está na moda.
[Gíria] Pessoa sem personalidade que se deixa influenciar por artistas, por cantores ou por celebridades que estão na moda, geralmente fingindo ser fã para se enturmar ou para fazer parte de algum grupo.
Etimologia (origem da palavra poser). Do inglês poser.


Poser é um termo pejorativo, usado frequentemente para descrever “uma pessoa que finge ser algo que ela não é”, copiando vestimentas, vocabulário e/ou maneirismos de um grupo ou subcultura, geralmente para conseguir aceitação ou popularidade dentro de um grupo, mas que, de fato, não compartilha ou não entende os valores ou a filosofia daquele grupo. Os chamados “posers” costumam fingir gostar de certos artistas, bandas ou gêneros musicais, no momento em que estes passam a ser popularmente conhecidos, esquecendo-os completamente quando saem de moda. Enquanto essa inautenticidade percebida é vista como objeto de desprezo e escárnio pelos membros da subcultura, a definição do termo e a decisão sobre a quem aplicá-lo é subjetiva. O termo é mais associado à subcultura punk dos anos 1970 e 1980, mas o uso inglês do termo (“poseur”) origina-se no fim do século XIX.


bookmark_borderO que é hippie

hippie | adj. 2 g. s. 2 g. | adj. 2 g.
hippie |ípi|
(palavra inglesa )
adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

1. Que ou quem, em especial nas décadas de 60 e 70 do século XX, se opunha aos valores da sociedade, geralmente com uso de cabelos compridos e vestuário pouco convencional e defendendo um modo de vida baseado no amor e na paz.adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

2. Relativo ao movimento hippie.Plural: hippies. Plural: hippies.


substantivo masculino e feminino Pessoa que, seguidora do movimento jovem da década de 60 e 70, se recusa a viver tendo em conta os valores tradicionais, de consumo, e defende a paz e o amor.
substantivo masculino Movimento jovem de protesto que surgiu nos E.U.A. na década de 1960 e 1970.
adjetivo Que não segue os valores tradicionais e defende a paz e o amor.
Que se veste com um estilo próprio, com cabelos compridos e roupas simples.
Etimologia (origem da palavra hippie). Do inglês hippie.


O movimento hippie foi um comportamento coletivo de contracultura dos anos 1960. Embora tendo uma relativa queda de popularidade nos anos 1970 nos Estados Unidos, a célebre máxima “paz e amor” (em inglês, “peace and love”), que precedeu a expressão “ban the bomb” (“proíbam a bomba”), a qual criticava o uso de armas nucleares. As questões ambientais, a prática de nudismo e a emancipação sexual eram ideias respeitadas recorrentemente por estas comunidades.
Optaram por um modo de vida comunitário, tendendo a uma espécie de Nova Esquerda, a um estilo de vida nômade e à vida em comunhão com a natureza. Negavam o nacionalismo e a Guerra do Vietnã, bem como todas as guerras. Abraçavam aspectos de religiões orientais como o budismo e o hinduísmo e do Xamanismo indígena norte-americano. Estavam em desacordo com valores tradicionais da classe média americana e das economias capitalistas. Enxergavam o patriarcalismo, o militarismo, o poder governamental, as corporações industriais, a massificação, o capitalismo, o autoritarismo e os valores sociais tradicionais como parte de uma instituição única sem legitimidade.