bookmark_borderO que é poste

poste | s. m. 1ª pess. sing. pres. conj. de postar 3ª pess. sing. imp. de postar 3ª pess. sing. pres. conj. de postar
pos·te
nome masculino

1. Pau fincado a prumo no solo.

2. Pilar usado para suster luz de iluminação pública ou cabos públicos de electricidade ou de telecomunicações.

3. [Construção]   [Construção]   Coluna ou pilar da portada ou da sustentação de um edifício.

4. [Desporto]   [Esporte]   Cada uma das duas peças verticais que delimitam lateralmente uma baliza .

5. [Desporto]   [Esporte]   No basquetebol, posição do jogador que no ataque está habitualmente mais perto do cesto .

6. [História]   [História]   Espécie de coluna a que antigamente ligavam os criminosos para os expor à ignomínia pública.
pos·tar pos·tar 1- Conjugar
(posto + -ar )
verbo transitivo

1. Colocar (alguém) num posto ou lugar.

2. [Antigo]   [Antigo]   Compor; fabricar; reparar.verbo pronominal

3. Permanecer muito tempo num lugar.
pos·tar pos·tar 2- Conjugar
(francês poster )
verbo transitivo

1. [Informática]   [Informática]   Publicar numa página da Internet (ex.: postar um comentário).

2. [Brasil]   [Brasil]   Pôr no correio (ex.: postar a correspondência).

3. [Brasil]   [Brasil]   Enviar pelo correio.


substantivo masculino Pau fincado verticalmente no solo.
Pilar destinado a sustentar os fios telegráficos, telefônicos ou elétricos.
Coluna de portada de um edifício.
[Antigo] Espécie de coluna a que se prendiam os criminosos para os expor à ignomínia pública; pelourinho.


Poste é um toco de madeira, cimento, ferro ou aço em formato cilíndrico ou retangular, que sustenta linhas de transmissão de energia elétrica ou de telecomunicações, que por sua vez alimentam os espaços residenciais, comerciais e industriais. Ele é encontrado nas ruas e sua utilidade escondida é prevenir que os fios sofram curto-circuito, e protegem a superfície da rua da inconveniência de cabos e fios. Também podem suportar uma lâmpada para fornecer iluminação pública, ou outros objetos como lixeiras e sinalizações.


bookmark_borderO que é radiotelegrafista

radiotelegrafista | s. 2 g.
ra·di·o·te·le·gra·fis·ta
(radiotelegrafia + -ista )
nome de dois géneros

1. Aquele que se ocupa em radiotelegrafia.

2. O que transmite mensagens radiotelegráficas.


substantivo masculino e feminino Operador(a) de radiotelegrafia.


Um radiotelegrafista é um profissional que opera uma estação de radiocomunicações e trafega informações pela mesma, na forma de dados, de radiotelefonia, de telemática e de radiotelegrafia (Código Morse) por meio de ondas rádio-elétricas (RF). Ocasionalmente, também pode transmitir e receber informações por meio físico (cobre ou fibra ótica) e por luzes (farol ou farolete).
Profissional responsável por toda a comunicação de entrada e saída em uma estação de radiocomunicações seja ela no mar, aérea ou costeira. Profissão de grande importância à navegação e a salvaguarda da vida humana no mar e ar durante emergências.
Pertencente ao Serviço Móvel Marítimo e Móvel Aeronáutico e sua legislação é de âmbito nacional (cada país) e internacional regida pela UIT (União Internacional das Telecomunicações), órgão das Nações Unidas responsável pelas diretrizes e legislação de telecomunicações de todo o mundo.


bookmark_borderO que é telegrafia

telegrafia | s. f.
te·le·gra·fi·a
nome feminino

1. Arte de construir e de servir-se dos telégrafos.

telegrafia sem fios • Aplicação das ondas hertzianas à transmissão de sinais telegráficos.


substantivo feminino Sistema de telecomunicação que, por um código de sinais ou por outros meios apropriados, permite a transmissão de mensagens escritas.
Telegrafia sem fio (T.S.T.), transmissão de mensagens na qual se utilizam propriedades das ondas eletromagnéticas.


A telegrafia foi inventada por Samuel Finley Breese Morse, nascido em 27 de abril de 1791, em Charlestown, Massachusetts, nos Estados Unidos.