terebintina




terebintina | s. f.
te·re·bin·ti·na
(terebinto + -ina )
nome feminino

[Química]   [Química]   Resina extraída do terebinto e de outras árvores coníferas e terebintáceas (anacardiáceas). = TEREBENTINA
Ver também dúvida linguística: terebintina / terebentina.


substantivo feminino Nome genérico das resinas líquidas que se obtém por exsudação e incisões de árvores coníferas e terebintáceas.
Pop Cachaça. Essência de t.: óleo volátil que se obtém pela destilação das diversas terebintinas e se emprega para diluir tintas, dissolver gorduras, fabricar vernizes etc.; aguarrás.
Terebintina-de-veneza: terebintina produzida por algumas espécies do gênero Larício.
Etimologia (origem da palavra terebintina). Terebinto + ina.


Terebintina, terebentina ou trementina é um líquido obtido por destilação de resina de coníferas.
É um líquido normalmente incolor, mas pode se apresentar levemente colorido por causa de alguma impurezas, com aroma forte e penetrante de pinho (quando fabricado a partir de resina de pinheiro). É um bom solvente, sendo usado na mistura de tintas, vernizes e polidores. É constituído principalmente por terpenos.
A terebentina é o diluente ideal para tintas destinadas à pintura de óleo sobre tela.
O termo provém do nome grego do terebinto (Pistacia terebinthus), uma anacardiácea do Mediterrâneo donde primeiro se extraiu aquele líquido.O termo também pode ser usado para designar qualquer resina, enquanto que o extracto da resina é vulgarmente chamado aguarrás (comercialmente, muitas vezes, como “aguarrás vegetal”).
É utilizado na medicina e na indústria, como solvente. É usada também para diluir pigmentos, dissolver ceras e limpar pincéis.