teto

tecto teto | s. m. teto | s. m. teto | s. m.
tec·to |ét| te·to |é| te·to |é|
(latim tectum, -i )
nome masculino

1. Superfície lisa, abobadada ou lavrada que forma a parte superior de uma habitação. = TELHADO

2. Parte superior e interior de um espaço coberto.

3. [Por extensão]   [Por extensão]   Casa, habitação.

4. [Figurado]   [Figurado]   Aquilo que serve para proteger ou abrigar. = ABRIGO, AGASALHO, AMPARO,PROTECÇÃO

5. Limite máximo (ex.: tecto salarial).

6. [Informal, Figurado]   [Informal, Figurado]   Tino, juízo.Confrontar: teto.
• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: teto. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:tecto.
• Grafia no Brasil: teto. • Grafia em Portugal:tecto.
te·to |é| te·to |é| 2
(do tétum )
nome masculino

[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]   Língua indígena e nacional de Timor. = TÉTUMConfrontar: tecto.

te·to |ê| te·to |ê| 1
(alteração de teta |ê| )
nome masculino

1. Glândula mamária. = MAMA, MAMILO, TETA

2. Saliência arredondada.Confrontar: tecto.


substantivo masculino Superfície plana, horizontal ou inclinada, que forma, numa construção, a parte superior interna de um recinto coberto.
Cobertura de um edifício, de uma casa; telhado: teto de palha.


Tecto ou teto, do termo latino tectu, é a superfície interior da cobertura de uma estrutura arquitectónica, ou seja, a face superior (horizontal ou angular) de um determinado espaço que faz a ligação com o pavimento através das paredes. Por extensão, também pode ser um sinônimo de telhado. Nos automóveis, essa palavra também é usada para designar a parte superior da estrutura da carroçaria.




Deixe um comentário