transudato

transudato | s. m.
tran·su·da·to
(alteração de transudado )
nome masculino

[Medicina]   [Medicina]   Produto seroso com baixo conteúdo proteico e celular que, devido a aumento da pressão hidrostática ou redução das proteínas plasmáticas, atravessa uma membrana e se acumula numa cavidade ou em espaços intersticiais onde não se encontra habitualmente. = TRANSUDADO


substantivo masculino Líquido cuja composição é idêntica à do plasma, menos quanto às proteínas, e que aparece, p. ex., numa mucosa, a seguir a um obstáculo na circulação de retorno pelo coração.


Transudato é caracterizado pela baixa quantidade proteínas. Sua causa é pelo aumento da pressão hidrostática ou redução das proteínas plasmáticas. As possíveis causas são insuficiência cardíaca, renal e hepática.
Ele é o oposto do exsudato por não ser decorrente de um processo inflamatório. Possui até 3 ng/mL de proteína e baixa celularidade.

Um exemplo de transudato é a ascite, conhecida como barriga d’água, que é o acúmulo de líquidos (plasma sanguíneo) no abdômen.




Deixe um comentário