Ucrânia

Ucrânia (em ucraniano: Україна, Ukrayina, pronunciado: [ukrɑˈjinɑ]) é um país da Europa Oriental. É o segundo maior país em área da Europa depois da Rússia, que faz fronteira a leste e nordeste. A Ucrânia também faz fronteira com a Bielorrússia ao norte; Polônia, Eslováquia e Hungria a oeste; Romênia e Moldávia ao sul; e tem um litoral ao longo do Mar de Azov e do Mar Negro. Abrange uma área de 603 628 km².  Conta hoje com mais de 43 milhões de habitantes, a maioria deles vivendo nas áreas urbanas. A economia ucraniana é baseada no setor terciário e na indústria de transformação, além da geração de energia elétrica. oitavo país mais populoso da Europa. A capital e a maior cidade do país é Kiev.

Resumo sobre a Ucrânia

  • É um país localizado no Leste da Europa.
  • Sua capital é a cidade de Kiev.
  • Seu clima é o temperado continental, caracterizado por invernos muito frios e com precipitação na forma de neve.
  • O rio Dniepre é seu principal curso d’água, utilizado tanto no abastecimento quanto para os transportes.
  • É um país populoso, com mais de 43 milhões de habitantes. A cidade de Kiev é a maior da Ucrânia, com três milhões de habitantes.
  • Sua economia é baseada no setor de comércio e serviços e na indústria, segmento em que se destacam as siderúrgicas, de maquinários e química.
  • Em 1986, um acidente nuclear marcou sua história e a de seus países vizinhos, notadamente Belarus. A explosão de um reator na usina de Chernobyl ocasionou milhares de mortes (imediadas e no longo prazo) e tornou cidades como Pripyat inabitáveis.
  • Integrou diversos territórios no curso de sua história, e fez parte ainda da União Soviética.
  • Declarou a sua independência no ano de 1991.
  • Entre 2021 e 2022, houve uma escalada das tensões entre Ucrânia e Rússia em decorrência de disputas territoriais pela Crimeia, situada no mar Negro.
  • É uma grande produtora de energia elétrica e ainda dependente das usinas nucleares para o seu abastecimento interno

Ucrânia | O que é Ucrânia? Descubra o significado destes conceitos.

Dois lados

No século 17, uma guerra entre a Comunidade Polaco-Lituana e o czarismo da Rússia colocou as terras a leste do rio Dnieper, região que era conhecida como “margem esquerda” da Ucrânia, sob o controle da Rússia Imperial.

Décadas depois, em 1764, a imperatriz russa Catarina, a Grande, desarticulou o Estado cossaco ucraniano que dominava as regiões central e noroeste do território e passou a avançar sobre terras ucranianas até então dominadas pela Polônia.

Durante os anos que se seguiram, uma política conhecida como russificação proibiu o uso e o estudo da língua ucraniana. As populações locais foram pressionadas a se converter à fé ortodoxa russa, para que pudessem constituir mais uma das “pequenas tribos” do grande povo russo.

Em paralelo, o nacionalismo se intensificou nas terras mais a oeste, que passaram da Polônia para o Império Austríaco, onde muitos começaram a se chamar de “ucranianos” para se diferenciar dos russos.

Com o século 20, veio a Revolução Russa e a criação da União Soviética, que fez seu próprio rearranjo do quebra-cabeças ucraniano.



Deixe um comentário