utopia

utopia | s. f.
u·to·pi·a
(latim tardio utopia, palavra forjada por Thomas More para nomear uma ilha ideal em A Utopia, do grego ou-, não + grego tópos, ou, lugar )
substantivo feminino

1. Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma superior e perfeita.

2. Sistema ou plano que parece irrealizável. = FANTASIA, QUIMERA, SONHO


substantivo feminino Situação ou local idealizado, onde tudo acontece de maneira perfeita ou ideal.
Local ou situação ideal onde tudo é perfeito, harmônico e feliz; refere-se especialmente a um tipo de sociedade com uma situação econômica e social ideal.
O que está no âmbito do irrealizável; que tende a não se realizar; quimera, sonho; fantasia.
Situações determinadas em que os indivíduos estão em estado pleno de felicidade e harmonia.
[Política] P.ext. Qualquer situação imaginativa que, remetendo ao que é ideal e priorizando a qualidade de vida, garante uma sociedade mais justa e com políticas públicas igualitárias.
Etimologia (origem da palavra utopia). Do latim utopia; pelo grego ou + tópos.


Utopia, do grego “ou”, “não” ou prefixo de negação e “topos”, “lugar”, tem, como significado um lugar ideal que não é no agora, mas que pode ser construído no futuro. A palavra é atribuída a tentativas de construir modelos socioeconômicos melhores que os atuais e que, não existindo no presente, podem acontecer no futuro. É uma palavra usada frequentemente para descrever realidades perfeitas não atingíveis ou ainda não atingidas.




Deixe um comentário