vácuo

A palavra vácuo possui uma classificação gramatical como sendo substantivo masculino. Ademais, referida palavra possui 5 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: a, u, o. Já as consoantes são: v, c. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: oucáv. Além disso, dita palavra é classificada como termo utilizado para referir se a ausência de matéria em um determinado local e/ou espaço, sendo vazio e sem vida. A palavra refere-se ainda a um tipo de selagem realizada em determinadas embalagens de produtos comestíveis, inibindo a proliferação de microrganismos. Pode referir se também a um diálogo interrompido abruptamente.Significado de vácuo

A primeira coisa que fazemos é determinar a origem etimológica do vazio termo que nos interessa. Neste sentido, pode-se afirmar que deriva de do latim “vacuitas”, que é o resultado da soma dos dois componentes claramente definidos:

‘O adjetivo “vacuus”, que significa “vazio”.

-O Sufixo “-ness”, que é usado para indicar “qualidade”.

Este termo (vácuo), por sua vez, refere-se a algo que carece de conteúdo, isto é, ela está vazia. Normalmente, a ideia de vazio é usada para descrever um ou aquilo que não tem substância ou consistência. Suponha que um crítico de cinema destaca o vazio de um filme. O especialista será referindo-se ao filme não tem um tema central que é sólido ou profundo, mas, pelo contrário, cobre seu assunto superficialmente e sem inquirir também.

Na mesma linha, o vazio de um livro pode ser ligado a falta de apoio. Tomemos o caso de uma investigação jornalística, a julgar pelos especialistas, nenhuma informação ou evidência para apoiar as reivindicações. Desta forma, podemos citar o vazio do livro jornalístico em questão. Há sociólogos que argumentam que o vazio é uma característica das sociedades pós-modernas. As relações interpessoais, costumes e rituais, por exemplo, são frívolos e superficialidades. O vazio ou vácuo, nesse sentido, tingidos de diferentes facetas da vida diária, onde tudo correr rápido e com pouca reflexão, sem meios de subsistência ou de uma base.

Em algumas filosofias orientais, o conceito desse termo aparece para citar o que não tem uma entidade. Sunyata seria o termo correto, assim, é o vácuo: algo que não tem existência independente da essência. Diferentes correntes do Budismo apelam para essa ideia em suas doutrinas. Especificamente, no budismo afirma que o vazio é a verdade última e a maneira de alcançá-lo é baseado em duas etapas fundamentais ou fases:

-Identificação O objeto de negação. Neste ponto, o indivíduo que está a fazer prosseguir para identificar claramente e de forma conclusiva a maneira pela qual os vários fenômenos parecem seres humanos, particularmente na cabeça, como se existe realmente e a maneira em que acreditava firmemente que a aparência é verdade.

-Refutação = O objeto de negação. Esta fase é, basicamente, a pessoa a fazer uso de vários métodos para certificar, perceber e assumir que esse objeto não existe na realidade.

Com base em tudo isso, devemos afirmar que são muitas e variadas publicações giram em torno de um vazio. Especificamente, entre os mais importantes são os seguintes:

– “Introdução ao vazio”, Guy Newland.

– “Clareza e vazio”, Thubten Yeshe Lama, que é o de orientar o leitor através de uma espécie de processo de meditação para alcançar seu vácuo.Sinônimos de vácuo

São sinônimos de vácuo seguintes palavras: vazio.Antônimos de vácuo

São antônimos de vácuo seguintes palavras:Exemplos de usos e frases

A expressão “deixar no vácuo”, se refere ao ato de abandonar uma conversa, deixando a outra pessoa falando sozinha.

A fábrica de salgadinhos rufles embalam todo o produto a vácuo para maior conservação do produto.

No vácuo não existe nenhum tipo de matéria, nenhum ser humano sobreviveria nele devido à falta de oxigênio.

 



Deixe um comentário