visão

visão | s. f. | s. f. pl.
vi·são
(latim visio, -onis )
substantivo feminino

1. Acção ou efeito de ver.

2. Percepção pelo órgão da vista.

3. Imagem que se julga ver, geralmente em sonhos ou por efeito de uma alucinação.

4. Vista, aspecto , presença.

5. Aparição sobrenatural, fantástica.

6. Imaginação vã.

7. Ideia sem fundamento.
visõessubstantivo feminino plural

8. Recordações, imagens, projectos , anseios, devaneios, quimeras.

visão binocular • Visão que utiliza os dois olhos conjuntamente, composta pela formação de uma imagem na retina de cada um dos olhos, e que permite apreender três dimensões da realidade.

visão crepuscular • Adaptação da visão à baixa luminosidade.

visão dupla • Duplicação patológica da imagem dos objectos na visão. = DIPLOPIA, DIPLOPSIA


substantivo feminino e masculino Sentido da vista; ação ou efeito de ver; capacidade de compreensão, assimilação e percepção visual de tudo que está presente no mundo exterior, concebida a partir da utilização dos olhos e do cérebro.
Ponto de vista; maneira de interpretar, perceber e representar situações cotidianas ou de qualquer natureza.
Qualquer coisa que possa ser vista ou compreendida.
Representação feita através de imagens que se transfiguram diante dos olhos ou do espírito, geralmente ocasionadas por alucinações ou delírios.
Manifestação representativa de espectro ou de um ser espiritual.
O que pode definir um sonho ou uma expectativa.
Pressuposição de eventos hipotéticos ou futuros; profecia divina: a visão do Espírito Santo; segundo a visão da cartomante.
[Zoologia] Pequeno animal da família da doninha cuja pelagem é muito utilizada na confecção de valiosas roupas femininas.
Etimologia (origem da palavra visão). Do latim visio.onis.


A visão (a vista) é um dos cinco sentidos que permite aos seres vivos dotados de órgãos adequados, aprimorarem a percepção do mundo.
No entanto, os neuroanatomistas consideram que a visão engloba dois sentidos, já que são diferentes os receptores responsáveis pela percepção da cor (i.e. pela estimativa da frequência dos fotões de luz) os cones, e pela percepção da luminosidade (i.e. pela estimativa do número de fotões de luz incidente) os bastonetes.


Deixe um comentário